Twitter

Clássico histórico: Figueirense x Avaí

Por | 25 DE agosto DE 2011 - 19:22

Antes…

…o recado da redação: Este texto é uma colaboração do leitor Renan Schlickmann – produtor na rádio Record SC – para este espaço também dedicado à interação com o nosso público. Portanto, o conteúdo nele contido não necessariamente reflete a opinião oficial e não é de responsabilidade deste veículo de comunicação.

Clássico histórico:  Figueirense x Avaí

Um dos clássicos mais esperados dos últimos tempos se aproxima. Ao contrário do que muitos pensam, não é o primeiro jogo entre Avaí e Figueirense na elite do futebol brasileiro. Em 1976, foram realizadas duas partidas – com uma vitória para cada lado. Ambos os jogos aconteceram no palco do próximo domingo: o estádio Orlando Scarpelli. Anos se passaram, e a dupla da capital, enfim, se reencontra na Série A.

A última década foi marcada por gozações em ambos os lados. O Figueirense conquistou o acesso à elite do futebol brasileiro no ano de 2001, quando venceu aquela polêmica partida diante do Caxias, por 1 a 0. Foram sete anos seguidos na Série A (2002 – 2008). Enquanto isso, do outro lado da ponte, o rival sofria com a 2º divisão. Foram nove anos de angústia do torcedor avaiano. E por ironia do destino, no ano em que o Figueirense foi rebaixado para Série B, o Leão da Ilha alcançou o tão sonhado acesso. E os lados se inverteram. No continente, o semblante era de total tristeza entre os alvinegros. Já na ilha, a alegria tomava conta dos avaianos.

Ah, como o tempo fez bem para Avaí e Figueirense! O Leão da Ilha, bem mais estruturado, fez bonito na volta à Série A, depois de trinta 30 anos. O alviceleste realizou a melhor campanha de um catarinense na elite – terminou na 6º colocação. E o rival? De volta à Série B, depois de sete anos, o Furacão não subiu por pouco. Aquela derrota por 2 a 1 diante do Duque de Caxias, em pleno Orlando Scarpelli lotado, frustou o torcedor alvinegro. Mas lembra do que escrevi: “o tempo fez bem para Avaí e Figueirense!” E realmente fez! No ano seguinte, em 2010, o Figueira fez uma campanha histórica. Só não foi melhor do que o campeão Coritiba. O “eterno capitão” Márcio Goiano comandou o alvinegro na volta do Furacão à elite do futebol brasileiro. No mesmo ano, o rival Avaí, com altos e baixos, permaneceu na Série A. Ou vai esquecer da partida heróica do meia Caio – marcou os três gols na virada sobre o Santos por 3 a 2.

Chegamos em 2011, e o tão esperado clássico na Série A está de volta. De volta? A maioria que está lendo esta crônica, nem era nascido quando a dupla se enfrentou na década de 70. Estamos na 19ª rodada do primeiro turno do Brasileirão. A situação de ambos é completamente diferente. O Figueirense vive momentos de glória, junto ao seu torcedor. Já o Avaí, está na incômoda zona de rebaixamento. Mas como a velha frase já dizia: “clássico é clássico”. A confiança é total do torcedor alvinegro, todavia ele sabe, que quando se trata de Avaí e Figueirense, tudo acontece. O torcedor avaiano está cabisbaixo, mas no fundo tem aquele fio de esperança estampada no peito. Marque bem esta data: domingo, 28 de agosto de 2011, no estádio Orlando Scarpelli.

Quem sabe daqui há 30 anos, você estará contanto para seu filho, ou mesmo neto, sobre o clássico histórico entre Furacão x Leão da Ilha.

Deixe seu comentário

Seu e-mail não será publicado Required fields are marked *

Você pode usar tags HTML e seu atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>