Twitter

Analisando e brincando

Por | 27 DE fevereiro DE 2012 - 19:59

- Até o clássico o outro lado não tinha qualidade, agora tem muita qualidade. Isso faz parte do futebol. As pessoas mudam muito de opinião por causa dos resultados.

A cutucada de Mauro Ovelha foi linda. É bem assim mesmo. Aqui na capital principalmente. Tenho um discurso que não é de hoje sobre a imprensa esportiva daqui. Infelizmente, é muito fraca. Em todos os aspectos. Os comentários são os mais absurdos possíveis – assim como vários comentaristas. Existe muito pouca leitura sobre o jogo em si, a tática que o envolve, o encaixe dos times e as variâncias de alguns sistemas. O que se comenta é muito raso. Se tal jogador jogou bem ou se o outro perdeu um gol feito. Entendimento tático, mesmo, é quase nulo. Até os repórteres seguem a mesma levada.

Mas a cutucada de Mauro Ovelha serve para o próprio também. ‘As pessoas mudam muito de opinião por causa dos resultados’. Foi justamente o que o treinador do Avaí fez. Uma linha de três que vinha sendo trabalhada e aprimorada desde a pré-temporada simplesmente desmorona com uma sequência de resultados ruins. Foi culpa do sistema ou da folga para o carnaval a sapatada que a equipe tomou lá contra o Joinville?

Ovelha começou 2012 com um 3-5-2. Esquema interessante. Mas com alas produtivos, e principalmente com atacantes que ajudem na criação de jogadas. O Avaí não tinha um nem outro. Por isso patinou. Arlan e Pirão pouco ajudavam coletivamente. E Capixaba e Neílson são fracos. A culpa, então, segundo vários ‘comentaristas’ da cidade, era do camisa 10. Robinho, sem auxílio algum na criação, sofreu. É bem verdade que mereceu. Fez partida terríveis. Mas como criar com auxílio de Marcinho Guerreiro, Capixaba, Arlan e Neílson? Fica difícil. O mesmo Robinho fez partidas interessantes em 2011, como contra o Flamengo (gol e duas assistências). Mas é nítido que merece banco (veja simulação no fim).

A pausa de dez dias trouxe uma evolução tática ao treinador. Conseguiu observar que ofensivamente o time estava mal. Aí veio o 3-6-1 mais encorpado. Continuava com a linha de três e, já com Patric, o time cresceu. Assisti ao jogo-treino diante do fraco Jaraguá e alguns outros coletivos. Robinho flutuava, gerando espaço para Cleber Santana criar. O primeiro teste foi diante do JEC. Só que os responsáveis por aplicar o que foi treinado durante a semana não quiserem jogar. Um time apático, sem pegada. E a derrota por 3 x 0.

A sapatada fez Mauro Ovelha desistir da linha de três. Nada contra. Mas fazer um time que já estava até viciado no esquema, trabalhado desde os primeiros dias de janeiro, mudar para um sistema com dois zagueiros em apenas dois treinamentos? É óbvio que não daria certo. Ainda assim sequer fez um 4-4-2 tradicional. Tive medo quando vi a escalação. Medo de achar que o Mauro Ovelha estivesse pensando que ali estava um 4-4-2 tradicional, que Cleverson seria uma meia encostando no Cleber Santana para organizar. É obvio que não era. Era um 4-3-3. Um meio com três jogadores, todos volantes: Bruno, Diogo Orlando e Cleber Santana. Cleverson, na ponta, era – e é na verdade – um atacante. Um time cheio de buracos, mal armado, mal treinado.

O Avaí precisa encorpar. Qualquer time precisa de um corpo, um molde. Alternativas, variâncias. Participando de uma coletiva do Mauro Ovelha, há uns 20 dias, tive a impressão de aquele homem ali não entendia tanto de tática, do jogo, do xadrez em si. E começo a ter certeza com o passar do tempo. Não que seja um treinador horrível, mas sim que precisa evoluir no quesito. Bom frisar que a maioria dos técnicos do Brasil não são bons taticamente.

Eu consigo ver um Avaí interessante numa brincadeira que fiz. Nada de extraordiário. Mas competitivo. A linha de três que o Mauro Ovelha tanto gosta, mas sabe lá porque desapegou, está presente. Na equipe, há a participação de um jogador interessante que vi no amistoso contra o Jaraguá: Saldanha, que sabe-se lá porque ainda não estreou. Típico jogador tático. Leve, versátil e incisivo. Ele é, com o Avaí tendo a bola (ver imagem abaixo), um meia-armador. Auxilia Cleber Santana e tabela com Patric. Vira até um falso atacante, entrando como elemento surpresa em determinados momentos se aproveitando da qualidade do pivô da dupla de frente, Nunes e Gilmar. Sem a bola torna-se segundo volante ao lado de Diogo Orlando. Executou esse papel em determinados momentos contra o Jaraguá e foi bem. É ligeiro, o que é importante para um volante ter um bom poder de recuperação.

Na primeira imagem abaixo, o Avaí com a bola, percebe-se o desenho tático da equipe. Diogo centralizado e, por ser um esquema com linha de três, a aposta é forte nos laterais. Patric, e no caso Aélson, têm que ‘virar’ meia quando o Avaí tem a bola. Sem ela, no entanto, Patric volta para fechar seu corredor. Gilmar protege a saída de bola daquela lado. No outro, Aélson dá o primeiro combate, com auxílio de Nunes, e tendo a cobertura de Diogo Orlando e mais atrás de Rafael.

Com a bola, o time tem variância. Saldanha atua também na lateral-direita. Pode ‘trocar’ com Patric quando necessário, principalmente para confundir a marcação adversária. Gilmar é outro que pode ‘brincar’, flutuando entre lado direito e esquerdo.

Com o esquema e as peças utilizadas, o ponto fraco seria o jogo aéreo. Leandro Silva, Renato Santos e Rafael teriam que ter ótimo aproveitamento nas jogadas por cima. Em escanteios e faltas, Nunes e Cleber Santana retornam para ajudá-los.

Abaixo, as imagens da ‘brincadeira’.

Aos comentaristas que são fracos, futebol também se estuda. E tenho vários livros caso queiram evoluir. Um abraço a todos, João Ricardo Ziert.

 

4 comentários

Eduardo Santos on 28 de fevereiro de 2012 at 12:24.

Gostei bastante da tua “brincadeira”, acho até que o Bruno tem condições de fazer a zaga pela direita, não gostei muito do futebol apresentado pelo Renato Santos. O Cleverson também pode fazer a função de ponta no lugar do Gilmar. Esse time bem treinadinho pode ser que tenha alguma chance.

Responder

sissa on 28 de fevereiro de 2012 at 16:07.

Sendo assim, fica fácil a dica que você deu ao Mauro Ovelha. Quanto aos comentários de certos jornalistas e comentaristas esportivos, estou de acordo. Acho que devemos tentar entender mais de futebol e criticar menos. Escuto comentários de vários canais de tv e rádios, quase que numa sincronia as palavras soam como um coro, no mesmo tom e repetem-se as mesmas coisas.
Peneirar alguns jornalistas, principalmente no que se refere as perguntas pós jogos. Estamos numa era de vicios até no jornalismo esportivo, precisamos mesmo é de um diferencial. Um abraço a todos vocês do infoesporte, este sim é verdadeiro.

Responder

Leonardo Magno Teixeira on 1 de março de 2012 at 10:41.

Perfeito comentário… acho que somente o Diogo Orlando poderia ser trocado por Bruno que é melhor na bola aérea.. ou o Guerreiro que é mais pegador..o D. Orlando é muito fraco.. segue abaixo msg que deixei hj no blog do André..

Acho estranho que MUITOS BLOGUEIROS avaianos isentem o Ovelha de qualquer culpa do fracasso azurra esse ano… lembrem que Junior Urso foi liberado pois ja tínhamos três segundos volantes (Mika, Pirão, Marrone) e três primeiros volantes (Bruno, Guerreiro e D. Orlando).. pergunto.. pq estamos jogando com os trÊs primeros volantes no mesmo time e sem nenhum segundo volante? Culpa do Zunino.. ok.. a e quem indicou o Aelson, Neilson e Ronaldo Capixaba? Deve ter sido o Zunino tbm.. a mais a culpa então é do Marcinho Guerreiro que só sabe marcar e chegar dando carrinho… ok.. e alguma vez o Marcinho Gurreiro fez algo diferente disso? A diferença é que do lado dele deve ter alguém que saia pro jogo.. e não o Diogo Orlando(pelo amor de deus até quando?) que não é pegador (Estilo Guerreiro) e tbm não sai pro jogo (estilo Cleber Santana) pq ele é titular??? Isso não vejo ninguém questionar.. acho que o Arini e o Zunino tem sua parcela de culpa.. mais o Ovelha tbm tem a sua GRANDE PARCELA DE CULPA… Leonardo Magno

Responder

Rafhael on 20 de março de 2012 at 18:31.

Escuto um monte de besteiras, muitas, de jornalistas daqui. Você até que foi mais sensato nos comentários, em todos eles gostei bastante da tua leitura de jogo. Mas como formar o time discordo fortemente. Muito ruim esse seu time.

Vou tentar explicar o time que não sei pq ele não coloca pra jogar.
1 – Linha de três zagueiros (Rafael, Leandro Silva e Renato Santos) Ótima Zaga.
2 – Volante você colocou o Diogo Orlando, penso que nosso melhor marcador e um dos melhores do Avaí é o Bruno. Titular absoluto como volante ao lado de Diogo Orlando este saindo um pouco mais por jogo.

3- Alas; ponto fraco do Avai, alas ou laterais. Horríveis. Alí tem que jogar o Patric mas dar umas oportunidades para o Cleverson(adaptado) quando o Patric for mal. Na esquerda o Pirão ou Aelson, mas já tem que busca um cara bom, não vejo uma adaptação por ali com alguem do banco.

4- Meia Kleber Santana (Bom e com a bola no pé sabe jogar, tem que jogar ali na frente da zaga, protege bem a bola, passe bom, e finalização boa, com boa visão de jogo.

5- O Erro pra mim é o Robinho, ele é segundo atacante e bom. Flutua como você falou na esquerda direito e meio. Bom domínio e habilidade, precisa melhorar finalização. Isso é treino, coloca o cara pra finalizar em todo treino.

6- O Outro atacante é o Nunes, não inventa. O Nunes fazendo pivo pra quem vem de trás, ainda temos jogada aérea e tem qualidade com a bola no pé. Precisa dar sequencia pro cara. e pro time titular como um todo.

Com esse time O Avai fechado saindo com velocidade fora tem tudo pra surpreender. E dentro de casa libera os alas pra jogar. Temos dois volantes e os zagueiros.

Outro ponto é cobrar movimentação dos atacantes Robinho (é atacante) não sei pq queimaram o guri na meia, e do Nunes, tem que vir buscar a boa toda hora com os braços abertos, da o corpo pro zaqueiro mas precisa vir receber ajeitar pra quem vem de trás ou abrir as jogadas nas alas.

E os alas pelo amor de Deus, chegou no fundo cruza. Para os atacantes a bola foi no fundo, ja sabe quem vem na área se posiciona na área e os meias na frente dela.

Mais um pedido. Quem fisse que Neison e Capichaba são jogadores de futebol ? Pelo amor de Deus dulpa de ataque que não faz gol ???????

Acorda Ovelha! Coloca esse time.
Rafhael Fernandes…To recebendo proposta pra auxiliar técnico ou jornalista…rsrsrs

Responder

Deixe seu comentário

Seu e-mail não será publicado Required fields are marked *

Você pode usar tags HTML e seu atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>