Cacau Corazza: É líder

Confira aqui no INfoesporte a coluna de Cacau Corazza

Por INfoesporte

07/02/2017 - 14h16

Compartilhe:

Tamanho da letra: A- | A+

É LÍDER

A vitória do Avaí, no último domingo (5), deu a liderança do Campeonato Catarinense ao time do Sul da Ilha e o que faz o torcedor ficar surpreso, positivamente, é que há um tempo o Leão não começava um estadual bem com três vitórias! A ponta da tabela é azul e branca e as caras novas estão levando alegria aos avaianos.

Nesta quarta-feira (08), o Avaí volta a campo contra a Chapecoense, na Ressacada, e com a vitória o time da Capital abre cinco pontos de vantagem. Claro que não tem como definir quem leva essa, a partida vai ser boa, o Verdão do Oeste segue na vice-liderança da competição, ou seja, briga boa e a diretoria avaiana está fazendo promoção de ingresso!

O técnico Claudinei Oliveira conseguiu ajeitar o time, a prova disso é o acesso a elite do futebol brasileiro. O comandante azurra chegou à Ressacada, fez milagres com as peças que tinha e este ano não está sendo tão diferente. Alguns atletas foram mantidos e outros novos chegaram, Leandro Silva mostrou que quer jogo e Junior Dutra já deixou a bola quicando para Claudinei, sobre querer fazer parte do ataque. Amanhã (08), contra a Chape, Marquinhos Santos deve retornar ao campo e a manutenção do Romulo no ataque ainda deixa dúvidas. Atacante precisa fazer gols e apesar de no ano passado o atleta ter ficado um tempo fora e retornado melhor, ele não conseguiu manter o ritmo e este ano ainda não mostrou o porque está em campo. E um detalhe, Romulo já é conhecido da torcida azurra, por isso a cobrança é maior!

Notícia boa para o torcedor azurra é a renovação com Betão, o zagueiro mostrou que muitas vezes a idade traz junto a experiência. No ano passado o atleta foi uma das peças principais na mudança do Avaí e este ano continua sendo peça chave!

ENFIM, A VITÓRIA CHEGOU!

Finalmente o Figueirense venceu e foi diante da torcida, no Scarpelli. A melhor apresentação do Alvinegro no ano, já que antes parecia um time morto dentro de campo. As coisas ainda não estão 100%, mas com a vitória o alívio vem junto. O técnico Marquinhos Santos ainda não vai se ver livre da pressão, até porque precisa ajeitar a equipe de uma forma que o futebol flua, tenha qualidade e que o torcedor consiga acreditar no que vê.

É estranho falar isso, mas o torcedor alvinegro sentiu uma pressão do Inter no primeiro tempo, no último sábado (4), e isso é inadimissível. De forma alguma estou desmerecendo o Clube de Lages, mas o Figueirense tem mais renda, mais visibilidade e logicamente deveria ter peças melhores. Mas o motivo pelo qual o Figueira sofreu essa pressão, na primeira etapa da partida, é justamente porque a equipe ainda não encaixou, falta qualidade e raça, o que o Inter teve!

O Furacão ainda não tem o camisa 10, o ataque continua falho e muitas vezes é incompetente. Aquino tem agradado e Zé Love deixando a desejar, o atleta está nitidamente fora de forma e não alcança a bola. E sobre o zagueiro Bruno Alves, que na minha visão participou das melhores partidas do Alvinegro em 2016 e foi um dos atletas mais regulares no ano passado, desde a chegada do comandante Marquinhos o atleta deixou de ter espaço e se for para um jogador de qualidade não ser aproveitado, o que não é de se entender, melhor que vá para outro clube. 

Nesta semana o Figueira entra em campo na quinta-feira (9), contra o Almirante Barroso, fora de casa e em um campo sintético. 

PUBLICIDADE

Compartilhe:

0 Comentários para:

Cacau Corazza: É líder

Comentários

  • Nenhum Comentário

Comentar









INFOESPORTE - © Copyright 2011 - Todos os direitos reservados