Cacau Corazza: Invicto no Catarinense

Confira aqui no INfoesporte a coluna de Cacau Corazza

Por INfoesporte

14/02/2017 - 14h37

Compartilhe:

Tamanho da letra: A- | A+

INVICTO NO CATARINENSE

O Avaí mantém os 100% de aproveitamento no Campeonato Catarinense. O empate não foi um resultado ruim, mas convenhamos, Marquinhos Santos perder aquele pênalti? O meia bateu mal e desperdiçou a chance da vitória do Leão. Além dessa bola, que poderia ter dado ao time da Capital os três pontos, o ataque foi inofensivo, não soube finalizar. Não foi um dos melhores jogos do Avaí, nada comparado à partida contra a Chape, na Ressacada. Foi sem sal.

Já que o ataque e a rede balançando não foram os destaques desta partida, o que sobressaiu foi a defesa azurra. Desde a chegada do comandante Claudinei Oliveira, esse é o setor mais seguro do Avaí. Mesmo com Gustavo de fora, Alemão e Betão estão fazendo uma boa dupla de zaga. Fora que o estilo de jogo que o técnico avaiano impôs, quando os atletas sabem atacar e defender, mostra o conjunto e assim é possível mudar algumas peças sem prejudicar os setores.

Mas agora é hora de mudar aquela chave, foco na Copa do Brasil. Nesta quarta-feira (15), o Avaí enfrenta o Desportivo, no Espírito Santo. Marquinhos e Luan não devem entrar em campo e as opções para as posições são Caio César ou Lucas de Sá e convenhamos, o garoto Lucas apresentou mais futebol do que Caio. A boa notícia é que Denilson pode estar de volta. O fato é que, independente da escolha de Claudinei Oliveira, o Avaí tem apenas um jogo para passar ou não de fase na Copa do Brasil. Se vai ser boa essa nova fórmula é meio complicado de saber sem vivenciar, mas que os jogos prometem ser mais pegados, ah isso é verdade! Aquele famoso "vai ou racha".

A VITÓRIA VEIO, MAS SEM MUITA CONVICÇÃO 

Uma chuva de gols na partida entre Figueirense e Criciúma. Era uma agonia quando um time marcava e o outro empatava, o torcedor alvinegro até chegou a relembrar do jogo contra o Almirante Barroso, onde o Figueira abriu o placar e acabou saindo com a derrota no dia (09). Mas, para alívio do técnico Marquinhos Santos, Bruno Alves e Hélder não se contentaram com o empate e ampliaram o placar. Aquela coisa, a chuva do dia 12, durante esta partida, lavou a alma e tirou um pouco do peso do comandante. 

A pressão ainda vai continuar, o Figueirense venceu mas não convenceu. Ainda falta apresentar um bom futebol, tem atletas que no fim do primeiro tempo já estão mortos. Que preparação é essa? Impossível não falar de Zé Love, veio para agregar mas não tem feito nada, só mostra que está fora de forma e que não tem pique. Bruno Alves mais uma vez provou que merece ter a vaga no time, até gols o zagueiro está marcando. Já que os atacantes não produzem, o zagueiro e o volantes salvam! O goleirão Thiago Rodrigues fez uma boa partida, salvou algumas bolas e ajudou na vitória alvinegra. O time ainda não está encaixado, Marquinhos Santos não vai se ver livre da pressão por causa dessa vitória e, para acumular mais responsabilidades, a hora de entrar em campo pela Copa do Brasil está chegando.

Apenas um jogo e nele a oportunidade de o Figueira mostrar algo a mais, e me refiro a futebol e raça dentro das quatro linhas, ou de a pressão aumentar e, quem sabe assim, a troca de treinador ocorra. Complicado decifrar o que vai acontecer neste jogo de quarta-feira (15), mas que existe mais do que uma vaga para a próxima fase, isso com certeza.

PUBLICIDADE

Compartilhe:

0 Comentários para:

Cacau Corazza: Invicto no Catarinense

Comentários

  • Nenhum Comentário

Comentar









INFOESPORTE - © Copyright 2011 - Todos os direitos reservados