Cacau Corazza: Clássico é clássico e vice-versa

Confira aqui no INfoesporte a coluna de Cacau Corazza

Por INfoesporte

21/02/2017 - 08h19

Compartilhe:

Tamanho da letra: A- | A+

CLÁSSICO É CLÁSSICO E VICE-VERSA

O primeiro clássico do ano está chegando e como já diziam os mitos, clássico é clássico e vice-versa, ou seja, o placar é sempre difícil de saber, mesmo se um time está melhor do que o outro no campeonato, nunca se sabe o que este jogo nos reserva!

A partida desta quarta-feira (22) promete ser boa, isso porque Avaí está na liderança, fazendo bons resultados, firmando a defesa e tendo Denilson e Junior Dutra marcando para o Leão. Mesmo não sendo um futebol de brilhar os olhos, o time avaiano consegue manter a ideologia do técnico Claudinei Oliveira, tomar poucos gols e conquistar bons resultados. Já o Figueirense, que não anda muito bem das pernas, se é que me entendem, vai estrear o novo técnico. O que quer dizer, os atletas vão querer mostrar serviço para o novo professor, a vitória pode ser um recomeço.

No lado Alvinegro, Bruno Alves tem se mostrado a melhor opção para a zaga e tem feito o que os atacantes não conseguem: gols! Mérito também para o goleiro Thiago Rodrigues, fazendo boas defesas e livrando o Furacão de algumas ciladas. De resto é difícil elogiar, já que não se é mostrado serviço. Pelo lado Avaiano, o capitão Marquinhos Santos costuma levar para dentro de campo a rivalidade do torcedor. Leandro Silva vai reencontrar a torcida do Figueirense, mas vestindo a camisa azul e branca.

Clássico é sinônimo de muita rivalidade, dentro e fora dos gramados, claro que tudo na paz e civilizadamente. Então que seja feito um belo espetáculo e que seja um jogo fervoroso.

DANÇA DENILSON!

Domingo (19) de manhã, após o fim do horário de verão, foi dia de levantar cedo e esperar para ver qual seria a dancinha do Denilson. E não é que teve mesmo?

Não foi a melhor partida, ainda acho que a apresentação que fez o torcedor vibrar mais, foi contra a Chapecoense, na Ressacada, onde o Avaí não teve receio e mostrou quem era o dono da casa. Mas o que tem importado para o grupo Avaiano é a vitória, e ela tem vindo. O Leão se mantém na liderança, ainda precisa melhorar o futebol se quiser algo a mais na Série A e não só brigar para não ser rebaixado. Mas é importante ressaltar que este ano o Catarinense para o Avaí tem feito o torcedor lembrar-se de como é ter um time brigador em busca do titulo do Estadual.

ZAGUEIRO MATADOR, MAS TIME PESADO

Primeira partida sem o ex-técnico Marquinhos Santos no comando e com Marcio Goiano assistindo a equipe, e não foi nada muito diferente do que o Figueira estava apresentando. O Alvinegro saiu na frente com Bruno Alves, aquele mesmo que ano passado foi deixado de lado pelo ex-comandante e neste ano tem mostrado serviço tanto na zaga quanto no ataque. Os dois nomes da partida foram, Bruno Alves e o goleiro Thiago Rodrigues, que livrou o Furacão de sair derrotado.

O empate veio no fim do segundo tempo e isso foi porque o time do Figueirense não aguenta os dois tempos, os atletas mostram nitidamente o cansaço, sim estava um calor absurdo, mas não era exclusividade para o Figueira, ou seja, querem algo no Campeonato ou preferem manter o ritmo de um time pesado? 

PUBLICIDADE

Compartilhe:

1 Comentários para:

Cacau Corazza: Clássico é clássico e vice-versa

Comentários

  • Imagem

    Ney Lúcio Félix

    21/02/2017 - 10h18

    Não entendes nada de futebol... O Avai é o único time que está mostrando futebol neste campeonato e, por isto, está disparado na liderança. Se o futebol do Avai não empolga o que dizer dos outros e, se não empolga é porque todos estão se retrancando aí, não tem como assistir um futebol bonito. Vamos ver se o todo poderoso figueirense joga abertinho contra nós, seria uma maravilha e prenúncio de goleada.
    Responder
    |

    Avalie: 1 Positivo0Negativo

Comentar









INFOESPORTE - © Copyright 2011 - Todos os direitos reservados