Diogo e Lincoln brigam; dirigente promete ação

Carlito Arini, gerente de futebol, garante: 'Nós vamos tomar uma atitude'

Por INfoesporte

21/11/2011 - 14h58

Compartilhe:

Tamanho da letra: A- | A+

Diogo Orlando e Lincoln brigaram no último sábado; dirigente do Avaí promete ação (Foto: Arte INfoesporte)

O clima esquentou e muito nos bastidores do Avaí. O volante Diogo Orlando e o meia Lincoln chegaram às vias de fato durante o intervalo do jogo contra o Vasco da Gama, no último sábado, disputado no Rio de Janeiro com vitória alvinegra por 2 x 0.

Durante a partida, Diogo Orlando cobrou mais empenho de Lincoln. O camisa 99, insatisfeito com a crítica, deu uma cabeçada no companheiro. As câmeras nem o árbitro do duelo perceberam o ato. Diogo Orlando não respondeu. Gerente de futebol do Avaí, Carlito Arini confirma o desentendimento.

- Foi uma agressão do Lincoln no Diogo. Vamos tomar uma atitude. Antes de tomar uma atitude, quarta-feira vou me reunir com o Lincoln e vamos passar à imprensa nossa decisão. Foi público o que aconteceu entre os dois - disse Carlito.

Mas a discussão não ficou só dentro de campo. Foi além. Chegou aos vestiários, como conta um próprio jogador do time, que pediu para não ser identificado. Diogo Orlando agrediu Lincoln, que sequer voltou para campo - foi substituído por Daniel.

- Eu vi o Diogo entrando no vestiário. Um dos primeiros. Veio quieto e foi para o canto. Começou a chorar. Daí veio o Lincoln e foi tentar pedir desculpar para o Diogo. O Diogo levantou e começou a bater no Lincoln. Deu uns três ou quatro socos até que a turma do 'deixa disso' separasse. Tanto é que o Lincoln sequer voltou para o jogo - afirmou o atleta.

Outros dois jogadores confirmaram a briga à reportagem do INfoesporte. Carlito Arini, responsável por apagar o incêndio, não quer externar o que aconteceu entre Diogo Orlando e Lincoln no vestiário.

- Dentro do vestiário eu nunca vou passar pra imprensa e nem pra ninguém o que acontece. O vestiário é sagrado. Vestiário é vestiário. Agora uma atitude fora do vestiário, dentro de campo, eu vou tomar uma atitude. Vou conversar com o Lincoln, depois com o grupo e depois passar para a imprensa o que vamos decidir - disse o dirigente.

Lincoln está em Belo Horizonte. A assessoria de imprensa do jogador, procurada pela reportagem do INfoesporte, diz que ainda não conversou com o meia sobre o ocorrido. Diogo Orlando não atendeu às ligações do INfoepsorte.

A tendência é de que Lincoln deixe o Avaí antes do término do contrato e sequer atue os dois próximos jogos. Suas chances de permanência no clube para 2012 já eram quase nulas, devido ao alto salário.

PUBLICIDADE

Compartilhe:

0 Comentários para:

Diogo e Lincoln brigam; dirigente promete ação

Comentários

  • Nenhum Comentário

Comentar









INFOESPORTE - © Copyright 2011 - Todos os direitos reservados