Chape vence o Figueirense por 2 a 0 no Scarpelli

Com Bill em mais uma tarde sem inspiração, perdendo dois gols incríveis, o Figueira teve a derrota decretada no segundo tempo

Por INfoesporte

01/04/2017 - 18h07

Compartilhe:

Tamanho da letra: A- | A+

Foi uma tarde irritante para o torcedor alvinegro. O Figueirense criou mais que a Chapecoense, mas saiu derrotado do Scarpelli por 2 a 0. Apesar do gol no jogo contra o Almirante Barroso, Bill continua com um bloqueio para balançar as redes: foram ao menos duas chances incríveis para marcar - sem sucesso. O Figueirense volta a jogar contra o Avaí, no próximo sábado, no Scarpelli, às 16h.

PRIMEIRO TEMPO

O Figueirense começou animando seu torcedor. Trocando bons passes no campo ofensivo, o Furacão acuava a Chapecoense e se aproximava do gol, mas sem conseguir finalizar.

A Chape, então, criou  uma grande chance: num chute cruzado de Reinaldo, o goleiro Luiz Carlos teve de mostrar serviço ao torcedor; espalmou para fora e salvou o Figueirense.

Logo depois, no entanto, o Figueira voltou a dominar a partida, com maior posse de bola e se mantendo no campo de ataque. Bill recebeu um bom lançamento em posição legal, mas a arbitragem marcou impedimento. Logo em seguida, Helder conseguiu a primeira finalização alvinegra depois de uma triangulação perto da área, mas a bola passou por cima do gol.

Depois disso o jogo esfriou e o Figueirense começou a errar mais. A Chape tentou se aproveitar do momento e chegou em alguns escanteios e num chute de Rossi, que Luiz Carlos encaixou.

Até que a grande chance do primeiro gol apareceu nos pés de Bill. Ele roubou a bola do zagueiro do Verdão e saiu na cara do goleiro; tentou encobri-lo e acabou acertando Artur Moraes na altura do joelho. O torcedor ficou enfurecido.

No finzinho do primeiro tempo Patrick, aos trancos e barrancos, conseguiu um chute que desviou na zaga e foi pra escanteio - mas foi só.

SEGUNDO TEMPO

A segunda etapa iniciou sem grandes emoções. Muitos passes errados e pouca precisão das duas equipes. Até que após os 5 primeiros minutos o Figueirense começou a mostrar alguma qualidade. Primeiro, num cruzamento que parou nos pés de Aquino, cara a cara com o goleiro Artur Moraes, que fez grande defesa. Depois, mais uma defesa do goleirão da Chape no cabeceio de Marquinhos.

O Verdão voltou a aparecer com um chute mascado de Artur. Luís Carlos, ligado, se esticou e fez a defesa no canto.

Aos 28 minutos, a chance de se consagrar voltou aos pés de Bill. Helder roubou a bola da zaga e deixou Bill na cara do gol. Com um toque para tentar tirar do goleiro, o atacante botou a bola para fora, para desespero do torcedor. O camisa 9 ainda teria uma grande chance quando dominou no peito dentro da área após um cruzamento e bateu em cima da zaga.

E como quem não faz leva, o Figueirense levou. Depois de um conta-ataque e bola no travessão de João Pedro a bola sobrou para Rossi, que, de costas para o gol, deu de bicicleta e fez o gol: 1 a 0 Chapecoense.

O Figueira esboçou uma reação, mas a Chape conseguiu um pênalti quando Marquinhos derrubou Arthur na área. Túlio de Mello bateu e Luís Carlos foi no canto defender.

No lance seguinte, porém, Luiz Antonio recebeu rasteiro na cobrança de escanteio, viu Luís Carlos adiantado e fez um golaço por cobertura para fechar o placar. Fim de jogo, Figueirense 0, Chapecoense 2.

PUBLICIDADE

Compartilhe:

0 Comentários para:

Chape vence o Figueirense por 2 a 0 no Scarpelli

Comentários

  • Nenhum Comentário

Comentar









INFOESPORTE - © Copyright 2011 - Todos os direitos reservados