Cacau Corazza: Existe pressão para ambos

Confira aqui no INfoesporte a coluna de Cacau Corazza

Por INfoesporte

16/03/2017 - 22h40

Compartilhe:

Tamanho da letra: A- | A+

EXISTE PRESSÃO PARA AMBOS

São diferentes, claro, mas existem!

O Avaí perdeu a primeira partida no Catarinense em um jogo em que realmente não mereceu sair com a vitória. Não por ser inofensivo, justamente o contrário, teve oportunidades, mas faltou a eficiência na finalização. A zaga, o setor mais sólido, vacilou. Gustavo Santos não acompanha a lateral, talvez uma troca com Alemão no lado e Gustavo na zaga daria mais segurança. Rômulo, que saiu lesionado contra o Criciúma, deve ficar de fora e no lugar entra Iury, junto com Junior Dutra e Denilson. E por falar nestes dois, é uma dupla boa no ataque e que tem feito o torcedor vibrar com os gols. A mudança tática não vai acontecer, talvez ao invés de posicionar Marquinhos Santos para correr, como foi contra o Tigre, não seja a melhor opção, até porque o meia não tem mais o pique para isso.

A derrota não foi o fim do mundo, mas desacostumou o torcedor Avaiano, que em um primeiro turno teve um time que sofreu três gols e logo na primeira partida do returno, sofreu os mesmo três gols, sendo um deles contra. Mas, a postura de querer o título do segundo turno do estadual não pode mudar, até porque, tendo uma final, é sempre bom levar a decisão para casa.

Já no lado do Figueirense, a pressão continua forte. Um time que começou a esboçar uma acordada no fim do primeiro turno parece que adormeceu novamente na primeira rodada contra o Brusque. Não acho que a culpa dessa crise Alvinegra tenha apenas um culpado, porque podemos chamar assim, já que até agora as coisas não parecem se acertar e a cada dia o torcedor perde mais a paciência. O erro, como já mencionei aqui, não começou agora. A falta de respeito com o torcedor, por parte de quem comanda dentro e fora de campo, e de quem joga, já se arrasta desde o ano passado. Não só pelo fato do rebaixamento, mas sim no inicio do ano, quando não fez um bom estadual e o pensamento para a Série A era apenas a permanência. Quem pensa assim não evolui.

Mas falando do jogo contra o Joinville, que acontece sábado (18), no Scarpelli, é bom ter cuidado. Bruno Alves e Josa, dois dos atletas que tem feito alguma coisa dentro de campo, ficam de fora. Por outro lado, tem os garotos da base, João Pedro, Patrick e Dudu, que estão conquistando espaço e buscando mudar algo, para que o Figueira volte a trazer a alegria que o torcedor merece. 

PUBLICIDADE

Compartilhe:

0 Comentários para:

Cacau Corazza: Existe pressão para ambos

Comentários

  • Nenhum Comentário

Comentar









INFOESPORTE - © Copyright 2011 - Todos os direitos reservados