Série C 2021 será recordista de representantes do Sul-Sudeste na nova era

| |

Desde 2009, com a criação da Série D, a Série C “desinchou”, indo de 63 para 20 equipes, alinhada às duas divisões superiores. Desde então, há basicamente uma “divisão” entre equipes dos eixos Norte-Nordeste-Centro-Oeste e Sul-Sudeste, seguida, muitas vezes, à rigor – com 10 equipes para cada lado, como na presente edição, por exemplo.

Para a edição seguinte, porém, uma novidade. Com as quedas de Oeste, Botafogo-SP, Paraná e Figueirense, na Série B, e os acessos de Mirassol e Novorizontino, na Série D, um recorde será registrado: a Série C 2021 terá 12 representantes, entre os 20, vindos das regiões Sul e Sudeste. É o número mais alto de ocupantes do eixo desde o início da nova era do campeonato.

Os representantes sulistas e sudestinos serão:

  • Ypiranga-RS
  • São José-RS
  • Criciúma-SC
  • Figueirense-SC
  • Paraná-PR
  • Ituano-SP
  • Novorizontino-SP
  • Mirassol-SP
  • Botafogo-SP
  • Oeste-SP
  • Volta Redonda-RJ
  • Tombense-MG

São José-RS apresenta três reforços para a zaga

A definição das equipes ocupantes dos grupos A e B se dá pela geografia da região – fazendo com que uma divisão exata de 10 times por eixo facilite a tarefa. No entanto, quando há diferença, como na próxima temporada, o jeito é realocar equipes.

Fato que ocorreu recentemente, na Série C 2019. Na ocasião, foram, ao todo, 14 equipes representando as regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste. Como 10 delas eram do Nordeste (Santa Cruz, Náutico, Sampaio Corrêa, Imperatriz, Confiança, Ferroviário, Globo, ABC, Treze e Botafogo-PB), o Grupo A foi assim constituído. As outras quatro equipes, de Norte (Paysandu, Remo e Atlético Acreano) e Centro-Oeste (Luverdense) tiveram de ser inseridas no Grupo B, junto aos times de Sul e Sudeste. Assim, as longas viagens acarretaram em complicações financeiras, especialmente para o Atlético-AC e o Luverdense.

Para a edição de 2021, será necessário que, pela primeira vez desde o novo formato dos grupos, duas equipes do eixo Sul-Sudeste integrem o Grupo A, constituído por equipes do outro eixo regional do Brasil. As escolhidas foram Volta Redonda e Tombense – com base no entendimento da Confederação Brasileira de Futebol de que suas unidades federativas mantenham maior proximidade à maioria dos destinos das equipes, que vem da região Nordeste.

O regulamento será o mesmo da edição 2020. Os quatro melhores colocados de cada um dos grupos avançam para a segunda fase, onde constituirão duas novas chaves, mesclando os 1ºs e 3ºs aos 2ºs e 4ºs de cada grupo. Ao final, as duas melhores equipes de cada quadrangular celebram o acesso, e as líderes se enfrentam para decidir, em dois jogos, o campeão.

Anterior

São José-RS apresenta três reforços para a zaga

Canais Disney transmitem Tottenham x Liverpool FC ao Vivo nesta quinta 28

Próximo

Deixe um comentário

P