A emocionante carta de despedida de Sebastián Coates ao amigo “Morro” García

| |

O mundo do futebol se impactou com a trágica notícia da morte do atacante uruguaio Santiago “Morro” García, no último sábado (5) por suicídio. O ex-jogador do Athletico-PR que atuava há cinco anos pelo Godoy Cruz, da Argentina, apresentava quadros fortes de depressão ao longo dos últimos meses.

Ex-companheiro de clube e um dos grandes amigos de Morro, o zagueiro Sebastián Coates, do Sporting-POR, publicou uma carta emocionada em suas redes sociais, descrevendo “uma dor profunda, do fundo da alma”. Confira a mensagem na íntegra:

“Custa-me muito desde que soube, ainda mais escrever. Conhecemo-nos desde os 11 anos e tínhamos o mesmo sonho: ser futebolistas. Milhares de viagens, anedotas, choramos, sorrimos e também festejamos. Entendíamo-nos apenas com um olhar. Passamos de companheiros a amigos e a vida tornou-nos irmãos. Construímos uma família. Sinto uma dor profunda, do fundo da alma, uma tristeza que permanecerá dentro de mim, mas acima de tudo impotência, a mesma que carregam todos os que não puderam fazer mais. Hoje agradeço a este ambiente construído, que nos deu todo o feedback para podermos enfrentar a tua perda e assumir com dor o que foi necessário fazer, e pelo qual não tenho palavras de agradecimento a cada um dos que foi, que só nós sabemos quem são! O meu agradecimento é infinito, a minha eterna disposição para eles, que apareceram e se envolveram sem hesitar. O meu agradecimento e admiração a quantos tiveram que assumir a liderança de algo que nós, que estávamos longe, não pudemos fazer, apresentando-se para se despedir de ti como mereces e, principalmente, para enfrentar uma das piores derrotas da minha vida”, escreveu Coates.

Saiba porque cada vez mais jovens brasileiros torcem para os times de fora

Autor dos dois gols na vitória de virada do Sporting sobre o Gil Vicente, na terça-feira, que manteve sua equipe na liderança do Campeonato Português, o zagueiro uruguaio foi celebrado pelos torcedores leoninos, que demonstraram apoio pessoal ao atleta.

Coates e Morro García nasceram em 1990, com menos de um mês de diferença. Ingressaram juntos nas categorias de base do Nacional-URU, em 2001, e foram promovidos juntos aos profissionais da equipe de Montevidéu. Juntos, foram campeões uruguaios em 2009 e 2011. Morro García, então, foi defender o Athletico-PR, sendo a contratação mais cara da história do clube paranaense, enquanto Coates foi ao Liverpool, da Inglaterra.

O velório e o enterro do ex-atleta foram realizados na última terça-feira, em Montevidéu, na sede do Nacional – clube de que Morro era torcedor confesso –, gerando grande comoção, especialmente entre os torcedores do ‘Bolso’.  

Anterior

Saiba porque cada vez mais jovens brasileiros torcem para os times de fora

Desencantou: jogo de seis gols mostra Athletico mais aberto, porém mais artilheiro

Próximo

Deixe um comentário

P