Após 30 anos, Liverpool volta ao topo do futebol inglês; qual o maior jejum dos grandes clubes europeus?

Nem mesmo os maiores clubes de cada país estão livres de amargar a fila de títulos locais; confira

Depois de longos 30 anos de espera, o Liverpool voltou a comemorar um título do Campeonato Inglês. Desde 1990, o time levantou taças importantes, como a da Champions League, Liga Europa (antiga Copa da UEFA), e as duas copas locais, a Copa da Inglaterra e Copa da Liga. Mas o título da liga nacional não vinha.

 O fato de um dos maiores clubes da Inglaterra e do Mundo ter ficado três décadas sem conquistar o campeonato nacional mostra que mesmo os gigantes podem sofrer com longos períodos sem o título principal de seus países. Confira outros exemplos de grandes campeões da Europa:

(Lembrando que por jejum entende-se o intervalo entre um título e outro, sem considerar o tempo para a primeira conquista. Também não se consideram outros títulos nacionais, como copas e supercopas)

Manchester United (41 anos): começamos ainda na Inglaterra. Durante os 30 anos sem títulos do Liverpool, os Reds assistiram a ultrapassagem do rival Manchester United em números de taças: 20 contra a 19ª conquistada ontem. Mas o United conhece o período de vacas magras, pois já ficou de 1910-11 a 1951-52 sem vencer o Campeonato Inglês.

Há de se considerar que se tratava de uma época semiamadora do torneio, em transição para o método consolidado; de todo modo, pode-se mencionar também o período de 1966-67 até 1992-93 – 26 anos sem vencer. O primeiro e segundo maiores intervalos sem títulos do United foram os mencionados acima – e o terceiro maior vem a ser o intervalo atual: os Red Devils não levantam a taça desde 2012-13.

Real Madrid (21 anos*): indo para o futebol espanhol, falamos do maior campeão, o Real Madrid. Campeão pela primeira vez em 1931-32 e repetindo em 1932-33, o time Merengue precisou aguardar até 1953-54 pra voltar a vencer a liga.

Totalizaram 21 anos, mas podemos descontar as três temporadas em que o campeonato foi cancelado pela Guerra Civil Espanhola (1936-37 a 1938-39). Na prática, foram 18 edições de La Liga sem o Real campeão.

Barcelona (16 anos*): Podemos contar a história do Barcelona de dois modos: a quantidade de anos sem o título e a de temporadas sem o título. Isso porque os Culés, a exemplo do Real Madrid, também tiveram o jejum aumentado pelos três anos sem disputa. Desse modo, o Barça, primeiro campeão espanhol em 1929, esperaria até 1944-45 (16 anos) para ser bicampeão.

Mas, ao desconsiderar os três anos de interrupção, o Barça totaliza 13 temporadas de jejum, o que torna essa a 2ª maior sequência do clube, atrás de 1959-60 até 1973-74, quando ficou 14 anos – e temporadas – sem o título.

Bayern de Munique (36 anos*): Soberano na Alemanha, com mais do que o triplo de conquistas que o segundo maior campeão Nürnberg, o Bayern tem um número que pode causar espanto. Em decorrência da Segunda Guerra Mundial, o Campeonato Alemão ficou de 1944 a 1948 sem disputa. Mas, àquela altura, o Bayern já amargava jejum de 12 anos desde seu único título – e teve que aguardar até 1969 para se sagrar campeão novamente.

Mesmo que sejamos generosos e consideremos o período de 1932 a 1969 como 32 temporadas, o fato é que o Bayern, sem protagonismo, assistiu uma grande alternância de campeões – até austríaco levantou a taça, o Rapid Vienna em 1941 – antes de começar a dominar o campeonato. Dos anos 70 em diante é história.

Juventus (21 anos*): A primeira divisão da Itália passou por diversas modificações até consolidar o formato “Serie A”. Ao considerar o campeonato desde os primórdios, ainda no século XIX, a gigante nacional Juventus, disparada maior campeã da Terra da Bota, teve seu maior jejum de 1905, quando foi campeã pela primeira vez, até a temporada 1925-26. Em questão de tempo, 21 anos sem a taça.

Mas, a exemplo dos campeonatos de Espanha e Alemanha, a Itália teve também um recesso, de 1916 a 1919 pela Primeira Guerra Mundial. Ao todo foram 17 temporadas disputadas no intervalo entre a primeira e a segunda conquista da Juve.

De lá para cá, o tempo máximo em que a Juve foi afastada do Scudetto foi de oito anos, em duas oportunidades – uma delas, a mais recente, na prática não existiu: a Juventus terminou na 1ª colocação, mas acabou tendo a conquista negada, além de sofrer rebaixamento como punição por escândalos relacionados a manipulação de resultados, e a edição 2004-05 terminou sem campeão oficial.

Ajax (12 anos): o gigante holandês era apenas um campeão esporádico durante a era inicial da Eredivisie, passando por algumas sequências hoje inimagináveis. A maior delas durou 12 anos, de 1919 a 1931, sem interrupções. Da era Cruijff em diante, contudo, o máximo de tempo que a seca do Ajax durou foi de sete anos de 2003-04 a 2010-11, em que foi superado quatro vezes pelo rival PSV e assistiu aos surpreendentes AZ Alkmaar e Twente.

Nassif
Jornalista formado em 2016 pela FIAM-FAAM. Teve passagens pela TV Bandeirantes e pelo portal InfoEsporte.com

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Últimas

Nacional e Racing querem primeira colocação no Grupo F da Libertadores

Racing-ARG e Nacional-URU não deram a menor chance para os adversários do Grupo F na Libertadores, Estudiantes-VEN...

Série B: a grande arrancada do CSA, do Z4 a quatro pontos do G4

O CSA voltou a vencer. Com gol de Norberto, o Azulão do Mutange bateu o Botafogo-SP, nesta...

Facebook do Esporte Interativo transmite PSG x United ao vivo de Graça pela UCL

O Facebook do Esporte Interativo irá transmitir o jogo entre PSG x Manchester United ao vivo e...

Estreia de Felipão e confronto de G4 agitam noite de Série B

Seis jogos inauguram a 17ª rodada da Série B 2020, nesta terça-feira. Dentre eles, dois claramente merecem...

Ex-Coritiba e Internacional, Ariel Nahuelpán assina com o Peñarol-URU

O Peñarol-URU anunciou nesta segunda-feira a contratação do experiente atacante Ariel Nahuelpán, 33 anos, ex-Coritiba e Internacional....

Vasco tem sequência de quatro derrotas e se aproxima da zona de rebaixamento

Após um começo promissor no Campeonato Brasileiro, o Vasco da Gama está em queda. O Gigante da...

Última Hora

Leia MaisRelacionado
Recomendamos