Connect with us

Futebol Internacional

Argentinos Juniors x Universidad Católica: Pré jogo da Libertadores 4ª rodada

Published

on

Escalações, desfalques e pré jogo Conmebol TV, para Argentinos Juniors e Universidad Católica, nesta noite de quarta-feira, 12 de maio. As equipes se enfrentam pela 4ª rodada da Copa Libertadores da América 2021, onde ainda neste jogo, com uma nova vitória do Juniors, o clube garante vaga na próxima fase do torneio.

Podendo se classificar às oitavas com duas rodadas de antecedência, o Argentinos Juniors x Universidad Católica entram em campo ao vivo a partir das 19h (horário de Brasília). O local será o estádio Diego Armando Maradona, em Buenos Aires, Argentina.

Na Chave F temos também o Nacional, do Uruguai e do Atlético Nacional, da Colômbia.

A Copa Libertadores 2021 tem 32 equipes, quatro em cada uma das oito chaves. Os dois primeiros de cada chave são classificados às oitavas de final no fim da primeira fase. Já os oito terceiros lugares recebem uma nova chance, mas desta vez nas oitavas de final da Copa Sul-Americana

O prognóstico de vitória para este jogo está voltado ao Argentinos Juniors. A cotação na Sport Bet, está em 1.73.

Argentinos Juniors em campo

O Argentinos Juniors retornou à Copa Libertadores da América após 10 anos. E está colhendo bons resultados na competição, inclusive com a possibilidade de classificação nesta quarta rodada.

Todos os três jogos a equipe venceu e todas por 2 a 0. Já enfrentou o Universidade Católica no primeiro turno, e jogando fora de casa, conseguiu trazer o resultado.

A equipe treinada por Gabriel Milito, conquistou 9 pontos e está com um saldo de 6 gols positivo.

No último fim de semana, jogando pelo Campeonato Argentino, na primeira fase da Liga Profissional, conseguiu uma vitória por novamente 2 a 0, sobre o Estudiantes, mas não foi suficiente para evitar a eliminação do torneio. Terminou em sétimo e agora terá todo o foco voltado para a próxima fase da Libertadores.

Estes são os últimos resultados do Argentinos Juniors em campo:

  • Argentinos Juniors 2 – 0 Estudiantes (09/05/2021) na Copa da Liga Profissional;
  • Atletico Nacional 0 – 2 Argentinos Juniors (07/05/2021) na Copa Libertadores da América;
  • Aldosivi 1 – 3 Argentinos Juniors (02/05/2021) na Copa da Liga Profissional;
  • Universidad Catolica 0 – 2 Argentinos Juniors (30/04/2021) na Copa Libertadores da América;
  • Argentinos Juniors 1 – 1 Banfield (24/04/2021) na Copa da Liga Profissional.

Últimas partidas

Nos últimos cinco jogos, o Argentinos Juniors conquistou quatro vitórias e um empate. Foi recentemente eliminado da Copa da Liga, no Campeonato Argentino.

Atual situação na competição

Os Argentinos é o líder do grupo F com 9 pontos. Não tomou nenhum gol até o momento. Em segundo está Atlético Nacional com 4 pontos, depois o adversário desta noite com 3 pontos e o lanterna é o Nacional com apenas 1 ponto.

Provável escalação do Argentinos Juniors

  • Goleiro: Lucas Chaves;
  • Defesa: Kevin Mac Allister, Miguel Torrén, Carlos Quintana;
  • Meio campo: Jonathan Sandoval, Jonathan Gómez, Franco Moyano, Elías Gómez;
  • Ataque: Gabriel Florentín; Gabriel Ávalos, Gabriel Hauche.

Desfalques: Ninguém.
Técnico: Gabriel Milito.

Universidad Católica em campo

Após vencer os dois últimos confrontos, entre Libertadores e Campeonato Chileno, o treinador Gustavo Poyet, teve um pouco mais de confiança para preparar a equipe para este segundo confronto contra o Juniors. Mostrou um bom resultado, após o início ruim na temporada.

A Universidad perdeu os dois primeiros jogos na Libertadores, depois perdeu para o Melipilla no Chileno. Mas conseguiu reagir com um 3 a 1 sobre o Nacional do Uruguai e depois um 3 a 0 sobre o Unión La Calera, na Liga Nacional do Chile.

Nos últimos jogos, o atacante Diego Valencia, que tem só 21 anos, conseguiu marcar quatro vezes. Mas o treinador Poyet tem optado por começar com ele no banco, para dar um gás no segundo tempo. É o que deve acontecer novamente nesta noite.

Já os desfalques ficam por conta de Gonzalo Tapia, Diego Buonanotte e Germán Lanaro. Todos no departamento médico.

O Universidad Católica atuou da seguinte maneira nos últimos jogos:

  • Universidad Catolica 3 – 0 Union La Calera (08/05/2021) no Campeonato Chileno;
  • Universidad Catolica 3 – 1 Nacional (06/05/2021) na Libertadores;
  • Melipilla 2 – 0 Universidad Catolica (03/05/2021) no Campeonato Chileno;
  • Universidad Catolica 0 – 2 Argentinos Juniors (30/04/2021) na Libertadores;
  • Atletico Nacional 2 – 0 Universidad Catolica (23/04/2021) na Libertadores.

Últimas partidas

A sequência de resultados do Universidad Católica tem duas vitórias e três derrotas.

Atual situação na competição

O Cato tem três pontos e está na terceira posição. Em primeiro está o adversário da noite, Argentinos Juniors com 9 pontos. Em segundo está o Atlético Nacional com 4 pontos. Logo abaixo, na quarta posição está o Nacional.

Provável escalação do Universidad Católica

  • Goleiro: Matías Dituro;
  • Defesa: Raimundo Rebolledo, Juan Fuentes, Valber Huerta, Juan Cornejo;
  • Meio campo: Marcelino Núñez, Ignacio Saavedra, Juan Leiva;
  • Ataque: José Fuenzalida, Edson Puch, Fernando Zampedri.

Desfalques: Germán Lanaro, Diego Buonanotte e Gonzalo Tapia no departamento médico.
Técnico: Gustavo Poyet.

Onde assistir o jogo ao vivo?

Argentinos Juniors e Universidad Católica jogam ao vivo através da Conmebol TV.

Argentinos Juniors x Universidad Católica 4ª rodada da Copa Libertadores da América 2021 – Pré jogo ao vivo.

Ficha técnica para esta partida

Campeonato: Copa Libertadores da América 2021 – Quarta rodada Grupo F.
Data e Hora: 12/05/2021 – 19h (Horário de Brasília).
Local do jogo: estádio Diego Armando Maradona, em Buenos Aires, Argentina.

Futebol Internacional

Messi na Toca? Cruzeiro posta foto de Messi e brinca com torcedores no Twitter

Published

on

A saída de Messi foi oficializada pelo Barcelona. A notícia vem causando bastante impacto em todo o mundo, e as redes sociais estão fervendo com a bombástica notícia.

Entrando na onda, o twitter oficial do Cruzeiro postou uma foto do jogador em sua rede social

Saída de Messi do Barcelona

Apesar de FC Barcelona e Lionel Messi terem chegado a um acordo e da clara intenção de ambas as partes de assinarem hoje um novo contrato, tal não pode acontecer devido ao regulamento espanhol LaLiga sobre o registo de jogadores.

Por conta desta situação, Messi não se alojará no FC Barcelona. Ambas as partes lamentam profundamente que os desejos do jogador e do clube não sejam atendidos.

O FC Barcelona expressa de todo o coração a sua gratidão ao jogador pela sua contribuição para o engrandecimento do clube e deseja-lhe as maiores felicidades para o futuro na sua vida pessoal e profissional.

Leia https://www.fcbarcelona.com/en/football/first-team/news/2207655/leo-messi-not-staying-at-fc-barcelona

  • Sem acordo com La Liga, o Barça não conseguiria fechar as contas dentro do Fair Play para registrar Messi.
  • Clube teria que decidir entre Messi ou Superliga.
  • Tanto Barcelona como entorno do jogador ainda não se pronunciaram. – Até ontem, o otimismo era muito alto.
Continue Reading

Futebol Internacional

Canadá tem briga pelo ouro adiada pelo forte calor de Tóquio

Na tentativa de conquistar pela primeira vez a medalha de ouro, seleção do Canadá enfrenta na manhã desta sexta a Suécia. Equipe europeia busca sua segunda medalha em Jogos Olímpicos

Published

on

Decisão entre Canadá e Suécia, marcada para esta quinta-feira (5), às 23h (horário de Brasília) foi adiada para às 9h desta sexta (6)

Após desbancar o maior campeão de futebol feminino olímpico – os Estados Unidos (1996, 2004, 2008 e 2012) -, o Canadá caminha em busca da conquista inédita de Olimpíadas. Isso porque equipes mais tradicionais como a própria seleção brasileira ficaram no meio do caminho. Contudo, para brigar pelo ouro na edição de Tóquio 2020, a seleção canadense precisará controlar a ansiedade.

Isso porque o Comitê Olímpico Internacional (COI) adiou a final do torneio de futebol feminino, agendado, a princípio, para 23h (horário de Brasília) desta quinta-feira (5), para a manhã desta sexta-feira (6), às 9h.

Além da mudança de horário/dia da decisão, o palco onde uma das equipes obterá a medalha de ouro e prata também sofreu alteração, por conta da preocupação da entidade com o calor no horário local. Anteriormente, a partida aconteceria no Estádio Nacional de Tóquio. No entanto, a mudança fez Canadá e Suécia disputarem o duelo no Estádio Internacional de Yokohama. 

“Não é só uma boa decisão. É uma muito, muito, muito boa decisão!”, pontuou o técnico da Suécia, Peter Gerhardsson, durante entrevista coletiva de pré-jogo.

Histórico de Canadá e Suécia em Jogos Olímpicos

Figurinha carimbada em todas as edições da competição desde 1996, a agremiação europeia chega a segunda final seguida das Olimpíadas. Primeiramente, na Rio-2016, conquistou a medalha de prata. Atualmente, em Tóquio-2020, a Suécia está com com 100% de aproveitamento.

Por outro lado, o Canadá vai lutar pela medalha de ouro de forma inédita. Anteriormente, a seleção canadense acumulou dois terceiro lugares. Vale destacar que as canadenses eliminaram o Brasil na disputa por pênaltis nas quartas de final.

Continue Reading

Futebol Internacional

Estudiantes de La Plata completa 116 anos; relembre capítulos marcantes envolvendo brasileiros

Published

on

Quando se fala em gigantes do futebol argentino, naturalmente vem à cabeça a dupla Boca Juniors e River Plate. Para os próprios argentinos, esta definição se estende a um grupo de cinco equipes, o qual inclui também Independiente, Racing e San Lorenzo. Tal separação, no entanto, tira a atenção para um tetracampeão da Libertadores, campeão mundial e corriqueiro na vida das equipes brasileiras.

Falamos do aniversariante do dia, o Estudiantes, fundado em 4 de agosto de 1905. Muitos fãs de futebol consideram que a Argentina deveria se desfazer do chamado Grupo dos Cinco Grandes, tendo como uma das principais razões a exclusão do tradicionalíssimo León do “rol da fama nacional”.

Campeão da Libertadores em três temporadas consecutivas, 1968, 1969 e 1970, além de 2009, equipe da cidade de La Plata, na Grande Buenos Aires, foi campeã mundial na casa do Manchester United em 68 e faturou ainda seis títulos argentinos, somadas todas as eras do campeonato nacional.

Ademais, pertence ao imaginário brasileiro pela sua presença, especialmente recente, em confrontos contra equipes do Brasil pelas competições continentais. Três finais, capítulos inusitados… vamos lembrar de alguns destes encontros entre Pincha e Brasil:

1 – Melhor de três para a taça: Palmeiras (1968)

Após a disputa de diversos amistosos, em excursões ao Brasil ao longo das últimas três décadas, o Estudiantes enfrentou uma equipe brasileira de forma oficial pela primeira vez em 1968. E foi logo na final da Libertadores, justamente em sua estreia na competição continental. O adversário era o Palmeiras, dos tempos da Academia do Futebol.

A primeira partida foi disputada no Ciudad de La Plata, na Argentina, e terminou com vitória do Estudiantes por 2 a 1. Na semana seguinte, no Pacaembu, o Palmeiras venceu por 3 a 1. Em tempos mais novos, o placar agregado das duas partidas daria a taça ao Verdão, mas, na época, a decisão vinha na terceira partida, disputada em campo neutro, no Centenario de Montevidéu. 2 a 0 para os argentinos e título garantido.

2 – A Batalha de La Plata: Grêmio (1983)

Pela semifinal da Libertadores 1983, Estudiantes e Grêmio dividiam com o América de Cali o Triangular 1 para definir um dos finalistas. E, numa decisiva partida entre argentinos e brasileiros, o Tricolor Gaúcho precisava da vitória para confirmar a vaga.

Mas um clima hostil permeava o Jorge Luis Bianchi, casa do León. Inflamados pela Guerra das Malvinas e um suposto apoio brasileiro aos ingleses – jamais confirmado: o que se revela hoje em dia é justamente o oposto –, torcedores argentinos trataram a partida como uma batalha, e assim transformaram-na.

As agressões eram tantas que o time da casa terminou a primeira etapa com dois jogadores a menos. Em campo, ainda conseguiu abrir o placar, com Gurrieri, mas o Grêmio igualou, com Osvaldo. Na segunda etapa, uma agressão covarde fraturou a tíbia do atacante Caio e Cesar veio para seu lugar. E justamente o atacante gremista aproveitou bela jogada de Renato Gaúcho e virou o jogo. Posteriormente, o próprio Renato marcou o 3 a 1, que praticamente decidia a partida.

O tempo passava e o time argentino não parava de agredir. Mais dois expulsos. 11 gremistas contra sete do Estudiantes, vantagem boa no placar. A classificação parecia garantida pelo Grêmio. Mas como no “parecer” ainda há espaço para o improvável, o surreal aconteceu: Gurrieri marcou novamente, diminuindo o placar e Russo, aos 44 da etapa final, empatou para o Estudiantes.

Festa imensurável em La Plata, mas que se encerrou naquela noite. O time argentino ficou no empate com o América de Cali e permitiu ao Grêmio se classificar para vencer sua primeira Libertadores. Anos mais tarde, o Imortal se inspirou no contexto dos “11 contra 7” para protagonizar a sua própria batalha, a chamada Batalha dos Aflitos, de 2005.

3 – Jogador-árbitro: Botafogo (2008)

Um fato inusitado tomou conta do confronto entre Estudiantes e Botafogo, pelas quartas-de-final da Copa Sul-Americana 2008. O time argentino venceu a partida de ida por 2 a 0, em La Plata, o que colocava toda a pressão para o time brasileiro na volta, disputada no Nilton Santos.

A tensão aumentava, o Botafogo via o tempo correr e não conseguia o placar necessário para reverter a desvantagem, até vir um momento jamais visto na história do futebol sul-americano, quiçá mundial: inconformado com o segundo cartão amarelo, o zagueiro André Luís, do Fogão, tirou o cartão da mão do árbitro chileno Carlos Chandía e o apontou para o próprio juiz.

Obviamente, o árbitro manteve a decisão de expulsar o zagueiro. A partida acabou 2 a 2, e o time argentino seguiu adiante, para a história seguinte:

4 – A decisão da Sul-Americana: Internacional (2008)

Depois do Botafogo, o time argentino bateu o compatriota Argentinos Juniors para chegar à decisão da Copa Sul-Americana de 2008, onde encarou o Internacional, que, por sua vez, também fazia bonito: deixava pelo caminho Universidad Católica, Boca Juniors e Chivas Guadalajara.

Duas temporadas após vencer sua primeira Libertadores, o Colorado buscava manter o grande momento e adicionar outra taça continental à sua galeria. Mas seria mais difícil do que se imaginava: após vencer a primeira partida em La Plata, com gol de Alex, o Colorado precisaria somente do empate no Beira Rio, mas viu Alayes marcar na segunda etapa e igualar o agregado.

A partida foi para a prorrogação, o Inter foi para cima e venceu de forma heroica. Após bate-rebate em cobrança de escanteio, Nilmar estufou as redes de Andújar e pôs o time brasileiro à frente no placar agregado, comemorando o título. Mas aquela equipe do Estudiantes ainda daria o que falar…

5 – A ducha gelada no Mineirão: Cruzeiro (2009)

Vice-campeão da Sul-Americana, o Estudiantes manteve a base forte para a disputa da Libertadores 2009. Comandado pela classe de Juan Sebastián Verón, a equipe de La Plata encontrou o Cruzeiro primeiramente na fase de grupos, no que já se produziram dois grandes embates: 4 a 0 para o Pincha no Ciudad de La Plata e 3 a 0 para a Raposa no Mineirão.

As duas equipes passaram de fase, foram avançando etapa por etapa, até que se encontraram novamente na final. O Cruzeiro estava disposto a vingar o Palmeiras de 1968 e vencer a Libertadores sobre o forte time argentino, que buscava, 39 anos depois, voltar a levantar uma taça continental.

Os palcos da decisão eram os mesmos que receberam as partidas da primeira fase. E o 0 a 0 em La Plata foi favorável ao Cruzeiro, não apenas por depender de uma vitória simples em casa, mas por segurar o adversário a quem fora goleado no mesmo estádio.

Mas havia a tarefa de vencer no Mineirão. O jogo era frio, até que a equipe comandada por Adílson Batista abriu o placar no início da segunda etapa, com Henrique, e incendiou o Gigante da Pampulha. Mas nem deu tempo para comemorar e o empate saíra, com Fernández.

Com frieza impressionante, o time argentino não sentiu o Mineirão lotado e partiu para cima, buscando a virada. Até que, faltando 20 minutos de jogo, Verón cobrou escanteio e Boselli, aquele que passou pelo Corinthians, testou firme para virar o jogo para a equipe de Alejandro Sabella, que esteve na Batalha de La Plata de 1983 como jogador e vencia a Libertadores como treinador.

Continue Reading

Jogos

Competitions

competition logo
A-League - Australiano - 1ª Divisão - 2020/2021
Amazônia A - 2021
competition logo
Arábia Saudia - 1ª Divisão - 2020/2021
competition logo
Argentina 1ª Divisão - 2021
competition logo
Argentino - Série A - 2021
competition logo
Austria Erste Liga - 2ª Liga
competition logo
Austríaco 1ª Divisão - 2021/2022
competition logo
Baiano A - 2021
competition logo
Bolívia - 1ª Divisão - 2021
competition logo
Brasileirão Série A - 2020
Brasileirão Série A – 2021
competition logo
Brasileirão Série B - 2021
competition logo
Bundesliga - Alemanha A - 2020-2021
competition logo
Bundesliga 2 - 2020/2021
competition logo
Campeonato Carioca - SemiFinal - 2021
Campeonato Carioca A
competition logo
Campeonato Gaúcho A - 2021
competition logo
Carioca - 2021 - Semi Final
competition logo
Champions League - 2020/2021 - Liga dos Campões da Europa
competition logo
Championship - 2ª Inglaterra - 2020/2021
competition logo
Chile A - 2020/2021
competition logo
Chileno 1ª Divisão - 2021
competition logo
Colombia A - 2020/2021
competition logo
Copa do Brasil 2020-2021
competition logo
Copa do Brasil 2021
competition logo
Copa do Brasil Sub-20 - 2021
competition logo
Copa do Rei - Espanha - 2021
competition logo
Copa Libertadores - Pré
competition logo
Copa Nordeste 21
competition logo
Copa Sul Americana 2021
competition logo
Eerste Divisie 2020/2021
competition logo
Eliminatórias da Copa 2021
competition logo
Equador A - 2020/2021
competition logo
Espanha B - 2020/2021
competition logo
Espanha Segunda Liga - 2ª Divisão - 2020-2021
competition logo
Europa - Eliminatórias da Copa do Mundo 2022
competition logo
Europa League - 2020/2021
competition logo
França Ligue 1 - 2020-2021
competition logo
Futebol Jogos Olímpicos Tóquio 2020-2021
competition logo
Grécia Super Liga - 1ª Divisão - 2020/2021
Holanda - Eerste Divisie - 2020/2021
competition logo
Holanda Eredivisie -1ª Divisão 2020/2021
competition logo
ISL-League - Superliga Indiana - 2020/2021
competition logo
Itália - Série B - 2020/2021
competition logo
Italia- Série A- 2020-2021
competition logo
Jupiler Pro League - Belgica A - 2020/2021
competition logo
La Liga – 1ª Divisão
competition logo
Libertadores Fase de Grupos - 2021
competition logo
Ligue 2 – França 2ª - 2020/2021
competition logo
México - Liga MX - A - 2020/2021
competition logo
Mineiro 1ª Divisão - 2021
competition logo
MLS - Major League Soccer 2021
competition logo
Paraguai 1ª Divisão - 2021
Paranaense Serie A - 2021
Paulista - Série A2 - 2021
competition logo
Paulistão 2021
Pernambucano A - 2021
competition logo
Peru - 1ª Divisão
competition logo
Polônia - Liga 1 - 2020-2021
competition logo
Polônia II
competition logo
Portugal - Primeira Liga A - 2020/2021
competition logo
Premiere League – 1ª Divisão - Inglaterra
competition logo
Qatar Stars League - 1ª Divisão 2021
competition logo
Suíça - Super liga A - 2020/2021
competition logo
Super Liga Turquia - 2020/2021

Clubes

Trending

P