Atlético-GO tropeça no Newell’s, vê Libertad vencer e se despede da Sul-Americana

| |

A missão do Atlético-GO não era grata: teria de vencer o Newell’s Old Boys jogando no Estádio Marcelo Bielsa, em Rosario, e ainda torcer por um tropeço do Libertad, no Chile, contra o lanterna, eliminado há duas rodadas, e despretensioso Palestino.

Em determinado momento, a combinação estava em vias de se concretizar. Porém, em ambas partidas os resultados finais foram negativos, e o Dragão se despede da competição continental.

Os jogos…

Motivado pela tarefa de vencer para seguir vivo, o Dragão começou em cima do time argentino – que estava desfalcado – arrematando à meta de Aguerre em algumas oportunidades.

O time da casa conseguiu equilibrar as ações, deixando a partida um pouco mais amarrada. Seria necessário para o Dragão arriscar mais e ser criativo, como não foi nas duas partidas anteriores, dentro de casa, em que não saiu do zero.

De poucos lances de perigo, a partida começou a tomar contornos de tensão. Os jogadores argentinos partiram para cima do atacante brasileiro Zé Roberto.

Ao fim do primeiro tempo, o Dragão já fazia por merecer o primeiro gol. E ele veio, se não na Argentina, no Chile: o Palestino abria o placar sobre o Libertad e dava uma mão e tanto para o time brasileiro, que ganhava um incentivo a mais.

As equipes foram para o intervalo em Rosario com o placar zerado, enquanto a zebra passeava em campos chilenos.

Na segunda etapa, pressões de Newell’s, que tinha ainda pequenas chances de classificação, e, obviamente, de Libertad, para evitar a derrota e garantir a classificação.

O que o torcedor atleticano não esperava era o castigo duplo. Ao mesmo tempo, aos 54’, Giani abriu o placar para o Newell’s, após finalizar duas vezes, e Báez, cobrando pênalti, deixava tudo igual para o Libertad no Chile.

Vendo tudo ruir, o Atlético não tinha outra escolha a não ser pressionar. As chances apareceram, especialmente em boa cobrança de falta de Janderson, aos 63’, que exigiu bela defesa do goleiro dos argentinos.

Porém, enquanto o time brasileiro pressionava pela sobrevida, o Libertad dava o golpe de misericórdia aos 74’. Cantero vira o jogo para os paraguaios em El Teniente.

A esperança não morreria, no entanto. A pressão atleticana deu resultado e Danilo Gomes, com muita raça, venceu o defensor argentino e bateu na saída de Aguerre. Voltava a situação inicial, Dragão precisando de um gol a mais e outro do Palestino.

Mas a combinação parecia ficar nos sonhos do Dragão, uma vez que mais uma vez sofria com a falta de criatividade, problema ao longo desta fase de grupos. E, no Chile, o Libertad não aparentava correr muitos riscos de deixar a vitória escapar.

E, ainda com bola rolando em Rosario, o árbitro apitava pela última vez em Santiago, garantindo a classificação do Libertad. Atlético e Newell’s apenas aguardaram ao término da partida.

Siga todas as partidas e resultados da Sul-Americana:

Copa Sul Americana 2021

O Libertad venceu quatro de seis jogos e se garantiu com propriedade nas oitavas-de-final da Copa Sul-Americana. Já o Atlético-GO, ainda que tenha terminado invicto e feito ótima campanha fora de casa – inclusive vencendo o próprio time paraguaio – não rendeu o esperado em Goiânia, empatando três vezes por 0 a 0, e deixou a competição com a segunda colocação do grupo.

Agora, o Dragão se concentra nas competições nacionais até o fim da temporada, o Campeonato Brasileiro e a Copa do Brasil. O trabalho em ambos se inicia já nos próximos dias, e a equipe volta o foco para as duas partidas, coincidentemente, contra o Corinthians na Neo Química Arena. Domingo, pela estreia do Brasileiro e quarta-feira seguinte, pela primeira partida da terceira fase da Copa.

Anterior

Fluminense faz história, conquista grande vitória na Argentina e volta aos mata-matas da Libertadores

Épico! Bragantino bate Tolima, recebe grande ajuda do Talleres e se classifica na Sul-Americana

Próximo

Deixe um comentário

P