Connect with us

Brasileiro Série B

Avaí 3×1 Vasco: confira o pós-jogo da partida pela Série B

Leão da Ilha vence bem, se reabilita na briga pelo G-4 e complica situação vascaína

Published

on

O Avaí voltou a jogar bem na Série B e bateu o Vasco, na abertura da 23ª rodada, em partida disputada na noite desta segunda-feira, na Ressacada, em Florianópolis. Organizado, o Leão da Ilha soube aproveitar, nos detalhes, as vulnerabilidades do Cruzmaltino e saiu com o placar favorável de 3 a 1, voltando a colar no G-4. O Vasco voltou a tropeçar na competição e ampliou momento intranquilo, com distância ainda maior para as equipes que brigam pelo acesso.

Getúlio, Bruno Silva e Jonathan marcaram para os donos da casa, que voltaram a vencer depois de três partidas. Morato descontou para os visitantes, que sofreram a quarta derrota nos últimos seis jogos.

Crônica do jogo:

Disposto a fazer os pontos em casa, o Avaí começava a partida com boas triangulações, avisando que tentaria o quanto antes chegar ao gol. O Vasco não mostrava igualmente convincente postura defensiva e, desta forma, contribuiu para este destino. Logo aos 12 minutos de jogo, Copete abriu por dentro e deu belo passe para Getúlio. O atacante avaiano teve frieza para driblar Vanderlei e abrir o marcador.

Atrás do marcador, o Cruzmaltino expunha que as dificuldades vinham também no setor de ataque. Ainda assim, uma boa trama gerou o empate, aos 27’. Cano recebeu ótima bola na frente e, mesmo em jejum de gols, foi solidário a Morato, deixando para o companheiro mandar para as redes. O VAR checou o lance, viu regularidade e confirmou o gol.

Com o placar igualado, a partida voltava a seu curso original. O time da casa tinha alguma facilidade a mais para trocar passes e construir lances, enquanto o visitante tinha certa superioridade individual para buscar oportunidades. No entanto, a primeira etapa correu até seu fim com pouca inspiração.

A segunda etapa mal começava e o time catarinense já voltava a ficar à frente: aos 3’, numa cobrança de falta para a área em que os homens de ataque eram maioria, Getúlio escorou e Bruno Silva estufou as redes. Setor defensivo vascaíno apresentando nova irregularidade e permitindo o segundo gol adversário.

Avantajado novamente, o Leão da Ilha foi, aos poucos, deixando a bola com o oponente e ensaiando aproximações no ataque. O Gigante da Colina ia para cima, mas teria de superar a falta de criatividade para construir o empate. Ainda que não fossem muitas as chances claras, o time da casa tinha confiança no goleiro Glédson, que praticou boa defesa em um dos poucos arremates de Cano, por exemplo.

O relógio andava e pressionava o Vasco, forçava o time carioca a buscar uma jogada de improviso, algo que a segura defensiva avaiana, de sólido segundo tempo, não decifrasse. As alterações vinham, de ambos lados, um jogo de xadrez para o alcance do objetivo de cada equipe. A de Lisca, sufocar no ataque, a de Claudinei, segurar a vantagem sem se expor.

E quando o Avaí via seu jogo numa situação perigosa, exatamente pela exposição, o desafogo no momento perfeito: aos 36’, em saída errada na defesa vascaína, Copete ficou cara a cara com Vanderlei, acertou a trave direita e, no rebote, Jonathan, em seu primeiro toque na bola, completou para o gol, para definir o jogo: 3 a 1 Leão.

O jogo continuava animado. O Avaí não se fechava, o que permitia certo espaço para o Vasco criar. Porém, o setor ofensivo da equipe carioca não conseguia encontrar as vias corretas para sequer ameaçar a meta adversária. Ora se encontrava com marcação eficiente, ora pecava na própria escassez de recursos.

Pós-jogo:

O Avaí teve uma atuação, mesmo que um pouco instável, no geral segura e mereceu sair com a grande vitória na Ressacada. De melhor postura defensiva e transição meio-ataque amplamente superior, o Leão da Ilha suportou durante praticamente todo o tempo as investidas ofensivas do Vasco e soube explorar as fraquezas defensivas adversárias para construir os lances de gol. Para uma equipe que devia uma boa exibição, o Leão mostrou grande avanço em organização e precisão em aproveitar detalhes para voltar a vencer, retomando, assim, a condição de favorito ao acesso.

Enquanto isto, o Vasco deu nova amostra de desorganização em diversos aspectos e não conseguiu boa apresentação em Florianópolis. Os erros de postagem defensiva tiveram papel decisivo nos três gols avaianos – sobretudo o segundo, em que quatro homens e Morato, deitado, compuseram barreira para uma cobrança de falta em que claramente não viria o chute direto. No ataque, produção baixa na primeira etapa e praticamente nula na segunda: as dificuldades criativas expõem, além de falta de coordenação no setor ofensivo, uma aparente baixa na confiança de arriscar jogadas de efeito. Tropeço que acende nova luz vermelha em São Januário.

Escalações:

Avaí: Glédson; Edílson, Betão, Alemão e João Lucas (Rafael Pereira); Bruno Silva, Marcos Serrato (Wesley Soares) e Jean Cléber (Jonathan); Vinícius Leite, Copete (Diego Renan) e Getúlio (Rômulo). Técnico: Claudinei Oliveira.

Vasco: Vanderlei; Léo Matos, Miranda, Leandro Castán e Zeca; Romulo (Daniel Amorim), Andrey (Caio Lopes) e Marquinhos Gabriel (Galarza); Léo Jabá (Gabriel Pec), Morato (Figueiredo) e Cano. Técnico: Lisca.

Definições:

A vitória deixa o Avaí colado ao G-4, com 37 pontos, a um de Botafogo e Goiás – o Esmeraldino vai a campo amanhã contra o Cruzeiro, em jogo válido ainda pela 22ª rodada. Já o Vasco segue estacionado na nona colocação, com 32 pontos, se complicando no caminho para a briga pelo acesso.

As equipes acompanharão o desfecho da rodada, que virá neste final de semana, e voltam a campo apenas daqui a dez dias. No próximo dia 16, ambos viajam: o Avaí para Belém encarar o Remo, o Vasco para Maceió para enfrentar o CRB.

Brasileiro Série B

Pelo segundo ano consecutivo, CSA oscila e fica no quase acesso

A exemplo da temporada anterior, Azulão começou morno a campanha para crescer depois; esforços foram insuficientes para subir

Published

on

O CSA goleou o já rebaixado Brasil de Pelotas no último domingo (28) por 4 a 0, no Rei Pelé, e fez sua parte para o objetivo da rodada final, que era buscar o acesso à Série A. No entanto, a equipe azulina acabou vendo o concorrente Avaí, que bateu o Sampaio Corrêa de virada, ficar com a vaga restante no G-4 da Série B 2021.

É a segunda vez consecutiva que o Azulão do Mutange chega na última rodada com chances de subir, mas acaba batendo na trave. Em 2020, a equipe disputava a última vaga com o Juventude, que subiu após vencer o Guarani em Campinas.

A causa do sucessivo “quase”…

Entre as duas ocasiões, há algo em comum que pesa contra o CSA: o mau início. A equipe teve largadas lentas, ocupando a faixa inferior da tabela, para ir recuperando aos poucos e subindo na classificação. As arrancadas levaram a equipe a brigar pelo acesso até o fim, mas, na hora H, a pontuação sempre acabava insuficiente e era inevitável encontrar o culpado: a perda de pontos no início.

2020

Na temporada 2020, a equipe azulina começou, por incrível que pareça, brigando ponto a ponto com o Oeste para fugir da lanterna. A tarefa de deixar o Z-4 era difícil e, quando cumprida, o time demorou a engrenar na competição. Foi apenas na 19ª rodada, a última do primeiro turno, que a equipe alagoana adentrou a primeira página da tabela.

Após somar 28 pontos na primeira metade da Série B, o time alagoano teve desempenho similar na segunda metade, fazendo outros 30 e, assim, somando 58 pontos na tabela final, três abaixo de Juventude e Cuiabá, que celebraram a promoção.

2021

Já no ano presente, o CSA começou com muitas oscilações e passou mais do que a metade do campeonato transitando na intermediária da tabela, sem engrenar. A equipe teve um início em que retardou o primeiro gol (apenas na quarta rodada) e a primeira vitória (apenas na quinta), e, dali em diante, continuou morna.

Foi só a partir da 25ª rodada que os azulinos chegaram para ficar na parte alta. Assumindo a oitava posição, o Azulão engrenou uma grande sequência positiva e foi ganhando casas. Apesar de não ter entrado no G-4, sempre esteve próximo do grupo de elite. A campanha acabou com 62 pontos, pontuação interessante para as pretensões de acesso, mas acabou ficando dois pontos abaixo de Coritiba e Avaí, terceiro e quarto colocados, respectivamente.

Um excelente returno e confusão de sentimentos…

O desempenho azulino na segunda metade da competição foi o grande responsável por permitir à equipe chegar com chances de acesso até o fim. Com 34 pontos conquistados dentre os 57 possíveis no segundo turno, a equipe teve o aproveitamento de 59,6%, segundo melhor do campeonato, atrás apenas do campeão Botafogo.

Este crescimento ao longo do campeonato é motivo de animação, por provar a capacidade de reação do time alagoano, mas também desalenta, uma vez que deixa claro o quanto os pontos perdidos durante a campanha fizeram falta.

Para se ter uma noção, o CSA conquistou nos últimos 14 jogos da Série B o mesmo número de vitórias e praticamente a mesma pontuação do que nos 24 primeiros. Na 24ª rodada, a equipe alagoana fez 32 pontos, incluindo nove vitórias. Ao longo das partidas seguintes, venceu outras nove vezes e quase duplicou a pontuação: 30 pontos.

Continue Reading

Brasileiro Série B

Série B: rebaixado, Remo chegou a mirar o G-4 antes de reta final desastrosa

Leão do Norte chegou a ficar seguro ao longo da campanha, ocupando até a primeira página da tabela; na reta final, ruiu e sofreu a queda

Published

on

Um ano após garantir o retorno à Série B do Campeonato Brasileiro após 13 anos, o Remo sofreu o rebaixamento e jogará a Série C em 2022. A queda foi decretada neste domingo, quando o Leão do Norte não conseguiu sair do zero contra o já rebaixado Confiança em pleno Baenão e o Londrina, concorrente direto contra a última vaga no Z-4, goleou o Vasco jogando no Estádio do Café, no interior do Paraná.

Com o empate, o time paraense foi a 43 pontos, enquanto o Tubarão, com a vitória, subiu a 44, tomando-lhe a 16ª posição originária. Assim, a equipe do técnico Felipe Conceição se junta a ao próprio Confiança, seu último oponente na competição, além de Vitória e Brasil de Pelotas, no grupo dos rebaixados.

A situação chegou a estar boa…

O Remo tinha como claro objetivo de campanha a luta pela permanência na Série B, e assim se situou ao longo de todo o campeonato. Em certa altura, porém, chegou a estar numa condição considerada tranquila, podendo até mesmo avistar o G-4 e se projetar em uma briga mais nobre.

O Leão se recuperou da má largada, terminou bem o primeiro turno e, com o passar das rodadas da segunda metade do campeonato, seguiu ascendendo, dando a impressão de que seria bem sucedido em seu objetivo inicial.

Já nas rodadas 26 e 27, próximas da conclusão da competição, o time paraense alcançou seu ápice: ocupou a 9ª colocação, com 37 pontos, a nove do quarto colocado, o Avaí, e a dez do primeiro da zona de rebaixamento, o Londrina.

O peso da má reta final…

No entanto, a campanha que parecia ter um desfecho tranquilo, desandou: dos 33 pontos restantes em disputa, o Remo conquistou apenas seis, rendimento que fez a equipe despencar na tabela. Desde o empate com o Sampaio Corrêa, no Maranhão, lá no dia 30 de setembro, o Leão só venceu mais uma vez, contra o Cruzeiro em Belo Horizonte, e empatou outras três.

A má sequência foi causando uma queda gradual na situação azulina na tabela de classificação. Por exemplo, na 34ª rodada, o Leão foi derrotado no duelo-chave para o Londrina – que depois se tornaria o responsável pelo rebaixamento – e se viu perdendo quatro posições, da 11ª para a 15ª. Nas seis últimas partidas, o time paraense somou apenas dois pontos, exatamente nas últimas duas rodadas, contra Vasco e Confiança.

Estatísticas jogam contra…

O mau rendimento remista no campeonato, especialmente na reta final, é traduzido em números que mostram que a queda veio não à toa: de acordo com o trabalho de estatística realizado pelo Departamento de Matemática da UFMG, a equipe teve o pior rendimento geral da Série B entre as últimas dez rodadas.

Olhando agora para todo o recorte do segundo turno, ainda que nele a equipe tenha tido seu pico no campeonato, o rendimento foi o segundo pior entre os 20 times, com apenas 17 pontos conquistados – aproveitamento equivalente a 29,8%, à frente apenas do lanterna Brasil de Pelotas, que somou 11 pontos.

Continue Reading

Brasileiro Série B

CSA x Brasil de Pelotas: Palpites, prognósticos e onde assistir o duelo na Série B

Com 59 pontos, na 6ª posição, Azulão recebe o Xavante (20°), com 23, pela 38ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro

Published

on

Foto: CSA (@CSAoficial) / Reprodução / Twitter

CSA x Brasil de Pelotas duelam na tarde deste domingo (28), às 16h, no Estádio Rei Pelé (Trapichão), em Maceió (AL), pela 38ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro 2021.

Nesse sentido, após vencer o Coritiba, por 1 a 0, o Azulão busca emplacar a segunda vitória seguida.

Por outro lado, o Xavante tenta retomar a trajetória do triunfo após seis rodadas, depois de perder para o Botafogo, por 1 a 0.

Confira abaixo os prognósticos para a partida, com palpites de CSA x Brasil de Pelotas, estatísticas e informações sobre o confronto.

Palpites CSA x Brasil de Pelotas 28/11

Resultado FinalCSA
Ambos os Times MarcamSim
Para Marcar Numa das PartesCSA
Escanteios Mais de 10

Acompanhe o Jogo CSA x Brasil de Pelotas, Ao Vivo em Tempo Real aqui no InfoEsporte.

Prognósticos CSA x Brasil de Pelotas

Leia mais:

Antes de mais nada, em situações distintas no campeonato local, CSA x Brasil de Pelotas se enfrentam na tarde deste domingo (28). Assim, em solo alagoano, as equipes medem forças, às 16h, pela 38ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro 2021.

Após vencer o Coritiba, por 1 a 0, fora de casa, o Azulão objetiva reduzir a diferença de pontos para a zona classificatória à Série A, já que está a dois pontos do Avaí (4°).

Por outro lado, o Xavante, após perder para o Botafogo, por 1 a 0, dentro de casa, tenta reduzir a distância para a parte externa à zona de rebaixamento à Série C, já que está a 19 pontos do Remo (16°).

Em suma, o vencedor deste duelo garante, em caso de combinações externas de resultados, uma vaga no G-4 ou uma sobrevida no Z-4 da tabela geral de classificação.

Primeiramente, até esta rodada, o CSA obteve 53.2% de aproveitamento. Acima de tudo, em 37 jogos disputados, venceu 17, empatou oito e perdeu 12, ficando na 6ª colocação, com 59 pontos.

Em contrapartida, o Brasil de Pelotas obteve 20.7% de aproveitamento. Acima de tudo, em 37 jogos disputados, venceu quatro, empatou 11 e perdeu 22, ficando na 20ª colocação, com 23 pontos.

Por fim, no que diz respeito ao histórico de confrontos entre as equipes, o Alviceleste tem vantagem diante do Rubro-Negro Gáucho.

Nesse sentido, de cinco duelos disputados, a equipe mandante venceu três. Ademais, dois jogos acabaram empatados.

Desfalques e retornos:

O CSA vai ter, até então, os retornos de Matheus Felipe e Yuri (cumpriram suspensão na última rodada).

Por outro lado, o Azulão não vai contar Didira, Pedro Caracoci e Ernandes (lesionados).

O Brasil de Pelotas vai ter, até então, praticamente a manutenção da equipe titular da última rodada.

Em contrapartida, o Xavante não vai ter à disposição Júnior Viçosa, Kevin e Sousa (lesionados); e Ícaro, Rentainho e Caio Rangel (suspensos pelo terceiro cartão amarelo).

Prováveis escalações:

CSA: Thiago Rodrigues; Éverton Silva, Matheus Felipe, Lucão e Ernandes; Geovane, Yuri e Gabriel; Marco Túlio, Iury Castilho e Dellatorre. Técnico: Mozart.

Brasil de Pelotas: Matheus Nogueira; Netto; Leandro Camilo, Ícaro e Paulinho; Diego Gomes, Bruno Matias, Gabriel Poveda, Patrick e Rildo; Erison. Técnico: Jerson Testoni.

  • Jogo: CSA x Brasil de Pelotas (Série B do Campeonato Brasileiro 2021 – 38ª rodada)
  • Data e hora: Domingo, 28 de novembro de 2021 –16h (Brasília)
  • Local: Estádio Rei Pelé (Trapichão), em Maceió (AL)
  • Transmissão: Premiere

Foto: CSA (@CSAoficial) / Reprodução / Twitter

Continue Reading

Últimas

Atacante do Verdão do Oeste pode ficar até 3 meses afastado dos gramados Atacante do Verdão do Oeste pode ficar até 3 meses afastado dos gramados
Notícias1 hora ago

Atacante do Verdão do Oeste pode ficar até 3 meses afastado dos gramados

A Chapecoense vai iniciar o Campeonato Catarinense com uma grande baixa na equipe. O atacante Caio Rangel pode ficar até...

Sem jogo treino, Ponte Preta precisa acertar detalhes para estreia contra o Palmeiras Sem jogo treino, Ponte Preta precisa acertar detalhes para estreia contra o Palmeiras
Notícias2 horas ago

Sem jogo treino, Ponte Preta precisa acertar detalhes para estreia contra o Palmeiras

A Ponte Preta estreia no Campeonato Paulista 2022 no próximo dia 26 de janeiro. Mas além do fato de ter...

Futebol Na TV17 horas ago

RedeVida Transmite Cruzeiro x São Paulo ao vivo pela Copinha nesta quarta 19

Um clássico brasileiro nas quartas de final da Copa São Paulo de Futebol Júnior. São Paulo e Cruzeiro se enfrentam...

venezuelano christian rivas chega para o cuiaba na temporada 2022 venezuelano christian rivas chega para o cuiaba na temporada 2022
Notícias23 horas ago

Volante do Estudiantes de Mérida projeta grande futuro no Cuiabá em 2022

Diretamente da Venezuela, o atleta Cristhian Rivas, ex-Estudiantes de Mérida, disse que pretende contribuir significativamente para os objetivos do seu...

Após 17 anos no Vasco, volante fecha contrato com Coritiba para temporada 2022 Após 17 anos no Vasco, volante fecha contrato com Coritiba para temporada 2022
Notícias23 horas ago

Após 17 anos no Vasco, volante fecha contrato com Coritiba para temporada 2022

Pode parecer uma carreira muito longa em um único clube, mas o jogador de apenas 23 anos de idade, nascido...

Diretamente do Ypiranga RS, 6º reforço chega ao setor ofensivo do Avaí Diretamente do Ypiranga RS, 6º reforço chega ao setor ofensivo do Avaí
Notícias24 horas ago

Diretamente do Ypiranga RS, 6º reforço chega ao setor ofensivo do Avaí

O Avaí apresentou nesta quarta-feira (19/01) o seu sexto reforço para a temporada 2022. O atleta Diego Quirino em 2021...

lucao deixa o vasco e vem para o redbull bragantino em 2022 lucao deixa o vasco e vem para o redbull bragantino em 2022
Notícias2 dias ago

Bragantino fecha contrato com goleiro de 20 anos, vindo de clube carioca

Fora dos planos do Vasco, o goleiro Lucão é negociado com um longo contrato com o Red Bull Bragantino. O...

Após passagem por clube chinês, Ai Kesen treina no Brasil Após passagem por clube chinês, Ai Kesen treina no Brasil
Botafogo2 dias ago

Após passagem por clube chinês, Ai Kesen treina no Brasil

Ai Kesen é o nome adotado por Elkeson de Oliveira Cardoso no futebol chinês. O brasileiro de 32 anos atuou...

atletico go tem doze atletas da base para testar no campeonato goiano atletico go tem doze atletas da base para testar no campeonato goiano
Notícias2 dias ago

Dragão deve testar elenco da base no Campeonato Goiano

O Campeonato Goiano será uma grande oportunidade para muitos jogadores da base do Dragão. Isso porque o Atlético GO já...

Buscas Jogos e Times

Pesquisa de Times ou Ligas
Generic filters

Futebol Hoje

Trending

P