Brasil estreia com Matheus Cunha no ataque Olímpico

estreia selecao olimpica tera matheus no ataque

Na manhã desta quinta-feira, 22 de julho, o Brasil entra em campo contra a Alemanha, nas Olimpíadas de Tóquio 2021. É o início de uma série, para buscar o bicampeonato olímpico, diante daqueles que foram medalha de prata na competição de 2016.

E no ataque da Seleção Olímpica brasileira, o treinador André Jardine, optou por escalar Matheus Cunha no setor ofensivo. O atleta foi escolhido pela terceira vez consecutiva ao lado de Antony e Richarlison, na formação tática do técnico.

Matheus estará em campo a partir das 8h30 (horário de Brasília), no estádio Internacional de Yokohama.

Ele esteve ao lado dos companheiros ofensivos nesta quarta-feira, em um treino aberto à imprensa, compartilhado por 20 minutos. Foram feitas algumas jogadas ensaiadas, mas tudo muito discreto. Houve um treino fechado à imprensa, onde provavelmente as jogadas que serão utilizadas amanhã, foram treinadas.

Elenco nas Olimpíadas

Além de Matheus Cunha, Antony e Richarlison, compondo o setor ofensivo, o restante da seleção olímpica será composta por:

  • Santos (Goleiro);
  • Daniel Alves (Capitão), Diego Carlos, Ninho e Guilherme no setor defensivo;
  • Douglas Luiz, Claudinho e Bruno Guimarães no meio campo.

Para idade olímpica, o grupo formado por Jardine é considerado “experiente”. Há três jogadores com mais de vinte e quatro anos, e oito atletas já atuaram na seleção principal, escalada por Tite.

Apenas Antony, Nino e Claudinho só foram convocados por Jardine.

Trazer o experiente Daniel Alves para compor o elenco, foi uma iniciativa para propagar confiança entre os jovens talentos em Tóquio.

Mudanças

À imprensa, Jardine disse que o elenco que irá estrear amanhã, pode sofrer alterações até o fim da competição. Mas que essas mudanças é algo comum nos torneios de seleções. O ideal é que todo o elenco em Tóquio, fiquem entrosados, onde as possíveis substituições possam manter a união dentro e fora de campo.

De certa forma, o Brasil é conhecido por ser um grupo ofensivo, e isso deve ser algo que não será segredo para ninguém. Contra a Alemanha, três homens no ataque é justamente para buscar os gols e evitar ser surpreendido ao ficar trabalhando bola apenas do meio para trás.

Detalhes do confronto

O estádio de Yokohama foi palco da vitória brasileira sobre os alemães na Copa do Mundo de 2002, quando foi penta campeão mundial. Esse fato histórico pode ter um peso a mais no duelo.

Na arbitragem estará Ivan Barton, árbritro de El Salvador. Seus assistentes serão Zachari Zeegelaar (Suriname), David Moran (El Salvador), Georgi Kabakov (4º árbitro, Bulgária) e no VAR Marco Guida (Itália), Erick Miranda (assistente, México).

O Brasil pertence ao grupo D. Seus próximos adversários serão a Costa do Marfim (Domingo 25/07) e Arábia Saudita (Quarta-feira 28/07).

Foto: @CBF_Futebol.

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Deixe um comentário

Leia Mais

Série B: no meio da tabela, Botafogo e CSA vão a campo por boa sequência

Procurando melhorar a campanha na Série B para entrar no caminho do G-4, Botafogo e CSA fazem jogo atrasado da sexta rodada na noite desta terça-feira, no Engenhão. Equipes vêm de vitória e buscam engatar boa sequência na competição, para se afastar definitivamente da zona de perigo e engrossar a lista de postulantes ao acesso.

Lucas Pratto: confira clubes brasileiros em que o argentino teria espaço

O experiente centroavante argentino Lucas Pratto, de 33 anos, teve rescisão amigável de seu contrato com o River Plate ao final da última semana e está livre para assinar com qualquer clube. De boas passagens pelo Brasil por Atlético-MG e São Paulo, Pratto certamente tem seu nome ventilado nos corredores de outras equipes da elite

P