Ceará perde para o Wilstermann e deixa classificação escapar na Sul-Americana

E2bO54xX0AATS9A

Time brasileiro perdeu a liderança e se despediu da competição continental

O Ceará foi derrotado para o Jorge Wilstermann, jogando em Cochabamba, Bolívia, e está fora da Copa Sul-Americana pela combinação de resultados, que envolveu a vitória do Arsenal de Sarandí sobre o Bolívar. O time argentino avançou no Grupo C e está nas oitavas.

O Vozão perdeu a invencibilidade na competição e a liderança da chave, a qual ocupou durante toda a fase de grupos. O time brasileiro jogou mal diante do lanterna Jorge Wilstermann, que, por sua vez, resolveu jogar bem pela primeira vez na competição.

Siga todas as partidas e resultados da Sul-Americana:

Copa Sul Americana

Crônica do jogo:

O Ceará jogava pela segunda vez em território Boliviano nesta fase de grupos, sendo que na primeira fez grande atuação e por pouco não venceu o Bolívar, o que teria feito com que a situação fosse resolvida previamente.

O primeiro grande momento da partida veio nos pés de Lima, aos 10’, obrigando o goleiro Banegas a boa defesa. E era bom o Ceará se animar a vencer a partida, porque, logo na sequência, o Arsenal abria o placar no Julio Grondona e tomava a ponta do grupo.

Quem gostou do jogo mesmo foi o Wilstermann. Richard fez grande defesa em chute venenoso de Osorio e logo depois segurou chute do ex-santista Patito Rodríguez.

E Lima, o cara do Vozão, sofreu lesão muscular e, logo aos 27’, teve de ser substituído pelo colombiano Yony Gonzalez. A falta do principal jogador foi sentida pelo time brasileiro, que errava muito e, se não fosse Richard, que praticou defesas simples e uma milagrosa, iria em desvantagem para o intervalo.

Em Sarandí, região de Buenos Aires, o Arsenal ainda ampliava contra o Bolívar antes do intervalo. A possibilidade de ser ajudado pelo resultado paralelo estava praticamente descartada para o Vozão. Era fazer a própria parte no Felix Capriles ou nada.

E o segundo tempo começou como terminou o primeiro: com pressão do “W”. e defesa de Richard na Bolívia e gol do Arsenal na Argentina.

O melhor brasileiro na linha era Serginho, do time boliviano, autor de algumas das várias jogadas que o Wilstermann criava – parecia até que eram eles que deveriam vencer. Aos 60’, Richard, que muito salvara, teve a trave como aliada, evitando o gol do time da casa, que não deixava de ser merecido.

O susto acordou parcialmente o Vozão, que equilibrou as ações. Mas a equipe brasileira sentia o lado físico pesar na hora de criar, ou mesmo definir as jogadas. Se desenhava o quarto 0 a 0 em seis jogos.

Antes fosse. Aos 74’, Patito fez linda jogada individual pela esquerda e bateu bonito para abrir o placar. Consequência da insistência do Wilstermann e da atuação muito abaixo do necessário para o Ceará.

E o gol terminou de desestabilizar o time cearense, que pouco produziu para buscar sequer o empate, quiçá projetar a virada que o manteria jogando a Copa Sul-Americana. E, após cinco atuações que alternavam entre boas e razoáveis, o Vozão teve seu jogo ruim exatamente no momento em que se exigia a superação.

Definição:

Após liderar o grupo em todas as primeiras cinco rodadas do Grupo C, não levar gol em La Paz contra o Bolívar – primeiro clube brasileiro a fazê-lo – e se manter invicto até a última partida, o Ceará deixou a classificação escapar. Classificado, o Arsenal de Sarandí segue no sonho do bicampeonato da Copa Sul-Americana, que já venceu em 2007.

Dos seis brasileiros que já definiram sua participação na fase de grupos, quatro ficaram no caminho. O Vozão se junta a Corinthians, que já estava fora, Atlético-GO, que tropeçou e deixou escapar na última rodada, e Bahia, que sacramentou a eliminação com a goleada para o Montevideo City.

Porém, não é hora de esmorecer: o trabalho está sendo bem feito, não de hoje. O formato novo da Copa Sul-Americana é um grande dificultador e exige adaptabilidade. Assim, o Vozão deve se concentrar em manter o bom momento e buscar novamente o cenário continental para o ano que vem.

No Brasileiro, que se inicia neste final de semana, o Ceará encara o Grêmio, no domingo, na Arena Castelão. Já na quarta-feira, se prepara para o Clássico-Rei contra o Fortaleza, na primeira partida da terceira fase da Copa do Brasil, reafirmando a grande fase do futebol cearense.

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Deixe um comentário

Leia Mais

destaque do juventude fala sobre confronto direto contra rebaixamento nesta segunda feira

Confronto direto para não cair à Série B de 2022 tem destaque do camisa 10

Neste início de semana haverá um dos confrontos diretos entre equipes que buscam afastar o fantasma da Série B do Brasileirão em 2022. O Juventude encara a Chapecoense nesta segunda-feira, 26 de julho, a partir das 18h (horário de Brasília). A situação atual dos clubes na tabela é o 14º lugar para o Juventude, com

lisca busca serie a com apoio da torcida do vasco

Desafio da Série A começa pela torcida para Lisca

Nesta sexta-feira, 23 de julho, Luiz Carlos Cirne Lima de Lorenzi, conhecido como Lisca, assumiu definitivamente o comando do Vasco na Série B do Brasileirão. Seu objetivo é claro, fazer com que o clube carioca possa assumir uma das quatro vagas disponíveis para a Série A. Ao conceder entrevista após assumir o clube, em uma

Série B: 13ª rodada provocou alterações no G-4 e Z-4

Tendo as últimas partidas disputadas nesta quinta-feira, a 13ª rodada da Série B 2021 chegou ao fim. Com um terço do campeonato já cumprido, tem-se uma visão melhor dos papeis de cada uma das vinte equipes: algumas dispararam no caminho do acesso, outras aparentam ter a incômoda luta contra a degola. Fato é que os

P