Chefe da UEFA, Aleksander Ceferin, decide a volta do futebol internacional

0
324
jogos da europa podem voltar a partir de setembro

Pode ser que a volta do futebol internacional ocorra já a partir do próximo mês de setembro. Mas esta é apenas uma expectativa otimista de Aleksander Ceferin, chefe da UEFA, no que diz respeito principalmente às seleções.

A equipe da Inglaterra é uma ótima fonte de receita para a FA, onde quanto mais tempo inativa, maiores serão os impactos financeiros na instituição. E isso serve para todos, tanto para seleções e clubes nacionais. Somente a AFA está enfrentando um impacto de 150 milhões de libras por conta da crise do vírus que se instaurou neste ano.

Ceferin acredita que a retomada deve acontecer em setembro, onde a própria Inglaterra está se programando para disputar dois jogos fora de casa contra a Islândia e também contra a Dinamarca. A competição será pela Liga das Nações da UEFA, a ser disputada no próprio mês de setembro.

Em casa a Inglaterra deve enfrentar a ambos no próximo mês de outubro se tudo der certo.

Apostas esportivas: Um boom que seduz milhões!

Final da Liga das Nações

A final da Liga das Nações UEFA que estava prevista para acontecer no verão de 2021, ou seja, no meio do ano, já foi adiada porém segue agendada para que ainda ocorra de alguma maneira.

A FA já assinou um contrato de televisão de 100 milhões de libras com a Sky, que deve fazer a cobertura dos jogos da UEFA Nations League.

Todos os play offs da Euro 2020 ainda estão suspensos e conforme os dias avançam, está cada vez mais difícil determinar como o calendário internacional deve se organizar. Há relatórios que a final da Liga dos Campeões de 2020 não devem ocorrer até o fim de agosto.

Com isso as competições de outras categorias dificilmente recomecem em setembro.

Champions League e Liga Europa

Houve uma reunião com relação à Liga dos Campeões e Europa League na última terça-feira com as 55 federações da UEFA, porém nenhuma decisão sobre o reinicio das atividades foi definido.

Uma nova reunião por videoconferência deve definir um possível relaxamento das regras do Fair Play Financeiro com relação aos contratos de jogadores que expiram no próximo dia 30 de junho, marcando o início da próxima janela de transferência.

Caferin deu uma entrevista à um jornal italiano chamado Corriere della Sera, onde cita que é preciso ser mais flexível em relação aos clubes e jogadores, principalmente estendendo a janela de transferências do verão europeu.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here