Copa do Nordeste poderá ter final estadual após 18 anos

| |

As semifinais da Copa do Nordeste foram definidas neste fim de semana. Com os quatro mandantes levando a melhor, os dois confrontos que antecedem a grande final serão disputados pelas duplas baiana e cearense. O Ceará enfrenta o Vitória, e o Fortaleza encara o Bahia, ambos mandos pertencentes às equipes cearenses, donas das melhores campanhas de cada um dos grupos.

Confrontos pesados, envolvendo quatro equipes campeãs nordestinas e com glórias recentes na competição, podem formar quatro possibilidades diferentes para a grande decisão, em maio. Entre elas, a repetição entre a final da última temporada, entre Ceará e Bahia, vencida pelos alvinegros, e os duelos estaduais, os grandes clássicos.

Siga partidas e resultados da Copa do Nordeste:

Muito se fala que na fase de mata-matas se inicia um novo campeonato. Assim, a matemática é incapaz de mentir: são 50% de chances da final ser disputada pelo Clássico-Rei, pela primeira vez na história, ou pelo Ba-Vi, como já foram três vezes.

Enquanto o futebol cearense caminha sobre as nuvens, o baiano busca resgatar seus melhores tempos, inclusive na Copa do Nordeste. Foi com clubes da Boa Terra que o Nordestão teve todas as finais entre clubes do mesmo estado em toda a história da competição. Além dos três Ba-Vis, disputados em 1997, 1999 (Vitória campeão) e 2002 (Bahia campeão), houve ainda outra decisão estadual, a mais recente, ainda em 2003: o Vitória levou a melhor contra o Fluminense de Feira de Santana.

Em duas destas ocasiões citadas, em 2002 e 2003, a configuração era igual à atual: semifinais interestaduais podendo resultar em dois confrontos estaduais, que acabaram se realizando.

Em 2002, foi Bahia versus Pernambuco: Náutico e Santa Cruz encararam Bahia e Vitória, respectivamente, e foram superados pelos baianos. No ano seguinte, foi a vez dos potiguares chegarem às semis, e, igualmente, saírem derrotados. O ABC foi eliminado pelo Fluminense de Feira, enquanto o América de Natal recebeu a vingança do Vitória, após vencer os baianos na final de 1998.

O maior campeão nordestino segue sendo o Vitória, dono de quatro títulos. Em sequência, o rival Bahia, com três, pode igualar a contagem – e pode ser contra o próprio rival, já pensou? O Ceará tem dois títulos e poderá se igualar ao Bahia, enquanto que o Fortaleza, com uma conquista, pode, a exemplo do Bahia, se igualar ao rival derrotando o próprio.

Anterior

Recém promovidos, São Bento e São Caetano duelam contra nova degola no Paulistão

Onde assistir São Bento x São Caetano: 6ª rodada Jogo ao Vivo na Premiere

Próximo

Deixe um comentário

P