Copa Sul-Americana se inicia com confrontos nacionais; confira resultados e próximas partidas

| |

A tradicional Copa Sul-Americana, segunda maior competição continental da América do Sul, está com formato novo para a edição 2021. Pela primeira vez, o torneio receberá uma fase de grupos com 32 times, assemelhando-se à Libertadores, com a diferença que apenas o primeiro colocado de cada chave avança às oitavas. Esta fase está prevista para iniciar no dia 20 de abril.

As equipes brasileiras e argentinas iniciarão suas participações a partir da fase de grupos, ao lado daquelas que forem eliminadas na terceira fase da pré-Libertadores. Ainda, os oito times que terminarem na terceira colocação de seus grupos na Libertadores entrarão na “Sula” a partir das oitavas.

Por enquanto, equipes dos demais países disputam a fase preliminar da Sul-Americana, em um método que é mais do que tradicional na competição: os confrontos nacionais. Bolívia, Chile, Colômbia, Equador, Paraguai, Peru, Uruguai e Venezuela enviam quatro representantes cada, e estes formam dois confrontos nacionais de cada país. Apenas o Uruguai ainda não definiu os participantes.

As equipes começaram seus trabalhos na competição nesta terça e quarta-feira, com oito partidas, e nesta quinta-feira, outras oito terminarão parcialmente a rodada dos duelos de ida da Sul-Americana.

Vasco e Coritiba terão premiações menores, mas ainda têm Copa do Brasil como esperança financeira

Resultados e próximos jogos:

Veteranos e calouros…

Entre os participantes, muitos nomes familiares – caso de Tolima, Deportivo Cali, Palestino, Jorge Wilstermann ou Emelec, figuras carimbadas tanto na Libertadores como em fases mais avançadas da Sul-Americana. Ademais, times como La Equidad, Melgar, River Plate-PAR, Antofagasta, Huachipato e Nacional Potosí cruzaram o caminho de equipes brasileiras num recorte recente da “Sula”.

Mas há também os que se apresentam agora, e para tudo há um começo: é o caso do Guaireña, do Paraguai, de apenas quatro anos de existência, que conseguiu a vaga após ser campeão da segunda divisão paraguaia. Adversários, os venezuelanos de Metropolitanos e Puerto Cabello, ambos fundados em 2011, também jogarão a competição pela primeira vez em suas histórias.

Adversário do Jorge Wilstermann, o Atlético Palmaflor estreou na elite do futebol boliviano em 2020, após vencer a Copa Simón Bolívar, equivalente à segunda divisão local. Na primeira temporada, a equipe de Cochabamba ficou em 8º lugar, garantindo a vaga inédita na Copa Sul-Americana e o confronto local contra os Aviadores.

Outro destaque entre os estreantes é o Carlos A. Mannucci, adversário do Melgar. Tradicionalmente, é o principal e mais popular time de Trujillo, uma das principais cidades do Peru, sendo a terceira nos índices populacionais. Enquanto outra equipe da cidade, o Cesar Vallejo, registra participações nas competições continentais – inclusive participou da pré-Libertadores deste ano, eliminado na primeira fase pelo Caracas –, o Mannucci passou 25 anos longe da elite nacional, tendo retornado apenas em 2019. Na última campanha, terminou em 5º lugar e saboreou a primeira vaga para competições continentais de sua história.

Anterior

ESPN apresenta Fulham x Leeds: Pré jogo com escalações e detalhes 19/03

Fulham x Leeds: Prognóstico e palpites de apostas na 29ª rodada da Premier League 2020/2021

Próximo

Deixe um comentário

P