Corinthians x Coritiba: na Arena, é sempre com emoção!

| |

Corinthians x Coritiba se enfrentam nesta quarta-feira, na Arena Corinthians, pela 4ª rodada do Campeonato Brasileiro. Se tem algo que estes dois sabem bem, quando jogam na casa do Timão, é construir jogos emocionantes.

O começo de temporada de ambas equipes não foi nada empolgante. O Corinthians tem um empate e uma derrota, mas ainda não jogou em casa – a estreia, contra o Atlético-GO, foi adiada por coincidir com a final do Paulistão. O Coritiba sim, jogou as três partidas, e acumulou três derrotas, amargando a lanterna.

Aos 40 anos, ex-Palmeiras defenderá o décimo clube italiano na carreira

Se o momento das equipes não é indicativo suficiente de um jogo quente, tal tarefa compete ao (e é muito bem cumprida pelo!) retrospecto. Desde que o Corinthians ergueu sua nova casa, a Arena Corinthians, em 2014, poucos adversários protagonizaram duelos tão eletrizantes quanto o Coxa.

Gols nos últimos minutos, sofrimento até o fim, jogos resolvidos no detalhe. Vamos relembrar todos os encontros entre os dois times em Itaquera:

2014: Corinthians 2×2 Coritiba – no primeiro duelo da história da Arena Corinthians, o Coxa tratou de surpreender. Em trinta minutos, o lado paranaense já abria dois de vantagem – o segundo, trazendo toda a classe de Alex. O Corinthians suou e só conseguiu buscar o empate aos 50 do segundo tempo, com o hoje palmeirense Bruno Henrique.

2015: Corinthians 2×1 Coritiba – o campeão brasileiro sofreu para conseguir mais uma vitória no Brasileiro. O Coxa brigava forte contra a degola, e levava para casa um ponto até os 43 do segundo tempo. Lucca marcou o segundo do Timão e garantiu a vitória.

2016: Corinthians 2×1 Coritiba – se a dramaticidade virou a regra do duelo na Arena, o confronto de 2016 foi prato cheio. Negueba abriu o placar para o Coxa aos 45 do primeiro tempo (já havia marcado na Arena, com o mesmo tempo de jogo, em 2015). O Corinthians se lançou ao ataque por toda a segunda etapa e só foi recompensado ao apagar das luzes. André empatou aos 44. E Uendel, o lateral que, por ironia do destino, não foi responsável por fazer o cruzamento, mas por completá-lo (foto), estava em hora e lugar certos. Cabeceou caprichosamente no canto de Wilson para virar o jogo. Quando? Aos 50 do segundo tempo (como em 2014!).

2017: Corinthians 3×1 Coritiba – esse, que foi o duelo mais ‘tranquilo’ da série, também teve doses de drama. Isso porque, a exemplo de 2015, era uma relação título versus rebaixamento. As equipes foram para o segundo tempo com 1×1, e o Timão, após muita insistência, pulou à frente só aos 33 minutos, com Clayson, que ainda faria o terceiro no fim. Final feliz pro Corinthians que levantou a taça. O Coxa não se segurou na elite, adiando um novo duelo apenas para 2020.

Anterior

Bahia x Ceará: Prognóstico, Placar Ao Vivo e Onde Assistir o Jogo

Série C: Ferroviário repete 2019 e vê classificação ameaçada ao fim da 1ª fase

Próximo

Deixe um comentário

P