Em Gre-Nal “mais importante desde 88”, rivais agitam Grupo E da Libertadores

O Gre-Nal 427 acontece apenas na noite desta quarta-feira, mas está desde já garantido nas páginas mais importantes da história da rivalidade.

Em 2019, surgiram dois fortes candidatos ao “maior Gre-Nal de todos os tempos” com a possibilidade de os rivais gaúchos encontrarem-se tanto na final da Copa do Brasil quanto nas semifinais da Libertadores. Não deu: em uma, passou apenas o Inter, noutra, só o Grêmio.

Em 2020, os deuses da bola foram bondosos com os expectadores.

Primeiro, colocaram os dois rivais para decidirem a Copa São Paulo de Futebo Juniores.

Depois, colocou o caminho Colorado na Pré-Libertadores para desembocar no grupo do Tricolor. O Inter percorreu, chegou e, enfim, o primeiro Gre-Nal da história da Libertadores acontecia, numa noite de quinta-feira, dia 12/03/2020, na Arena do Grêmio.

Veio a peleja, mais marcante pelas confusões do que pela bola. Placar zerado, e Libertadores oficialmente suspensa pela pandemia do coronavírus.

O reencontro esta quarta-feira (23), no Beira-Rio, mexe diretamente com a vida do Grupo E. Daí vem a grande importância do duelo para mais do que a rivalidade: vencendo, o Inter vai a 10 pontos e deixa o Grêmio com 4 – coloca um pé e três dedos nas oitavas, e ainda salga a vida do time de Renato.

Para o Grêmio, a vitória teria o poder de cancelar toda a sequência letárgica recente do time, dar sobrevida ao elenco, e, principalmente, reencetar a história de amor entre Renato Gaúcho e o clube. No grupo, o time empataria em pontos com o Inter (7 a 7) e os dois liderariam juntos a chave, dependendo apenas de si para confirmarem a classificação.

A partida se iniciará às 21h30. No mesmo horário, jogam América de Cali-COL e Universidad Católica-CHI, na Colômbia. Os dois estão empatados com 3 pontos, nas outras duas posições do grupo. O empate seria o resultado ideal para a dupla Gre-Nal.

Ex-Vasco, Corinthians e Botafogo, Jean Irmer é anunciado pelo Marítimo

1988 (89): o grande Gre-Nal da história!

Como os confrontos decisivos de 2019 não aconteceram, a partida de amanhã ganha status de “mais importante desde 88”. Foi nessa temporada, há 31 anos, que aconteceu o confronto considerado mais importante da história da rivalidade, ou “Gre-Nal do Século”.

88 ou 89? O duelo foi válido pelas semifinais da Copa União de 1988, mas só aconteceu em fevereiro de 1989. Oficialmente, é contado como 1988.

Os rivais estiveram em grupos diferentes durante a primeira fase, mas teriam possível encontro no chaveamento dos mata-matas. Nas quartas, o Grêmio tinha o Flamengo pela frente, enquanto o Inter encarava o Cruzeiro.

Após empate no Maracanã, o Grêmio fez 1×0 no Olímpico e superou o Fla. Já o Inter ficou no zero dentro de casa, mas superou o Cruzeiro em pleno Mineirão. Estava confirmado o clássico.

Na ida, disputada no Olímpico, os goleiros Taffarel e Mazarópi brilharam e seguraram o 0x0.

O jogo de volta, no Beira-Rio, foi não apenas o maior dos capítulos da rivalidade, mas um dos mais intensos que este país do futebol já nos proporcionou. Deixemos que as imagens digam por mim:

Valia vaga na final da Copa União e para a disputa da Libertadores 89. Num calor de quase 40ºC em Porto Alegre, Marcos Vinícius colocou o Grêmio à frente, que ainda assistiu a expulsão do lateral colorado Casemiro.

No segundo tempo, Abel Braga colocou o Inter na ofensiva, para o tudo ou nada. E foi tudo para o centroavante Nilson. Brilhou forte a estrela do artilheiro da Copa União, que marcou dois gols e foi o herói da alucinante virada colorada.

Murilo Demarch
Desde 2015, redator, revisor e editor em websites, responsável por criação de conteúdo e exploração de bases de conteúdos de sites nacionais e internacionais

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Últimas

Grupo H: Caracas-VEN se complica e tentará milagre para avançar

Os clubes venezuelanos têm raros momentos de brilho na Libertadores – desde 2016 não avançam para os...

Em jogo alucinante de duas viradas, Guaraní bate Bolívar e passa junto com Palmeiras no Grupo B

Já classificado, mas sonhando com a improvável primeira colocação do Grupo B, chave do Palmeiras, o Guaraní...

Goleado pelo Verdão, Tigre-ARG termina como pior da fase de grupos da Libertadores

Campeão da primeira edição da Copa da Superliga Argentina, competição que começou na última temporada, o Tigre...

Série D: América-RN vence a quinta seguida e lidera isolado o Grupo A3

Com participações recentes nas séries A e B do futebol brasileiro, mas na Série D há quatro...

Copa Sul-Americana 2020 tem os maiores campeões da Libertadores de Brasil, Argentina e Uruguai

Segundo principal torneio internacional da América do Sul, a Copa Sul-Americana ainda está em sua fase inicial...

Nacional e Racing querem primeira colocação no Grupo F da Libertadores

Racing-ARG e Nacional-URU não deram a menor chance para os adversários do Grupo F na Libertadores, Estudiantes-VEN...

Última Hora

Leia MaisRelacionado
Recomendamos