Connect with us

Atlético-MG

Em lados opostos na tabela, Atlético-MG e Chapecoense ficam no empate no Mineirão

Published

on

Encerrando a 5ª rodada do Campeonato Brasileiro, Atlético-MG e Chapecoense se enfrentaram na noite desta segunda-feira, no Mineirão. O Galo buscava a vice-liderança da competição, enquanto a Chape queria sair da zona de rebaixamento. Com o empate, apenas uma das equipes conseguiu o objetivo.

Um gol em cada tempo, um gol para cada lado. O 1 a 1 resolveu a situação da Chape, provisoriamente, e teve gosto amargo para o Galo, que, após estar na frente do placar, cedeu o empate e estacionou na tabela. Tchê Tchê marcou para os donos da casa, Ravanelli empatou de pênalti para os visitantes. O resultado ainda interrompeu uma sequência de cinco vitórias do time mineiro.

Leia mais:

Crônica do jogo:

A partida começou aberta, com chances para os dois lados, inclusive com maior perigo pelo lado catarinense. A estratégia que funcionou no início foi a de Jair Ventura: a Chape esteve acertada na marcação e achava os caminhos para o campo de ataque atleticano. Faltava apenas aquele toque de capricho para abrir o placar.

Estava difícil para o Atlético progredir em campo, o que preocupava o técnico Cuca, que pensava até em mudar o time a plenos 25 minutos. Mas time que quer pensar alto precisa ter repertório, o que Tchê Tchê mostrou em sequência, arriscando bom chute de fora da área e colocando o Galo na frente.

O gol não mudou a história da partida, àquela altura: a Chape voltou a levar perigo, para quase empatar, e o Galo continuou com certas dificuldades para aprofundar seu jogo. Esporadicamente, o perigo vinha pela objetividade atleticana, ponto forte da primeira etapa. O Verdão do Oeste construía boas jogadas, mas sempre pecando na conclusão.

Na segunda etapa, o Atlético voltou mais ligado, mas sem conseguir aproveitar as oportunidades de gol. O domínio mineiro era nítido, e, com a vantagem no placar, balançar as redes de João Paulo mais uma vez seria consequência.

Isso significa que a Chapecoense deixou de ameaçar? Negativo: até bola na trave acertou, quando a partida entrava em um momento delicado, de definição.

O Galo não recuou, a Chape foi ganhando terreno e ganhando pinta de que ainda surpreenderia no Mineirão. E assim fez: Alan derrubou Fernandinho dentro da área, o VAR confirmou a penalidade. Ravanelli cobrou e deixou tudo igual.

A tragédia anunciada foi de um imenso dissabor para o Atlético, que partiu para o tudo ou nada. Já aos 86’, Hulk reclamou de pênalti após encontro com o zagueiro Ignácio. A arbitragem de vídeo entendeu como lance normal.

Deu tempo ainda de Eduardo Sasha e Hulk desperdiçarem boas chances dentro da área, antes do apito final.

Pós-jogo:

Com um Atlético bastante desfalcado, o técnico Cuca teve de fazer com que o time que foi a campo no Mineirão se entendesse o suficiente para garantir uma boa atuação e a vitória sem sustos. No entanto, a equipe sofreu para encontrar os caminhos da criação de jogadas. O gol de Tchê Tchê veio no momento em que a dupla de volantes – ele e Jair – se adiantaram e fizeram volume contra as linhas defensivas da equipe catarinense. Porém, foi caso isolado ao longo do primeiro tempo.

A Chapecoense fez uma partida segura e a todo tempo ameaçou surpreender. Na primeira etapa, antes e depois de estar em desvantagem, já havia tido oportunidades claríssimas, as mais claras de todo o jogo. Na segunda etapa, acertou a trave de Éverson. Além de defender com qualidade, a equipe de Jair Ventura era sempre perigosa nos contragolpes altamente objetivos. Em um deles, a jogada originária da penalidade e o gol de empate.

Sem peças como Nacho Fernández e Nathan (covid-19), essenciais para a criação, Savarino e Vargas (Copa América), como opções de velocidade pelos lados, e a dupla de zaga titular, Junior Alonso e Igor Rabello (este com covid, aquele na Copa América), o Galo teve de se adaptar à situação para não deixar a vitória escapar, mas os esforços acabaram não sendo suficientes para tirar a igualdade.

Definições:

O Atlético perdeu a chance de colar na liderança do Campeonato Brasileiro, junto ao Athletico-PR. Com o empate, a equipe fica na 5ª colocação, atrás do Furacão e de Fortaleza, Bragantino e Palmeiras. Já a Chapecoense, com o ponto conquistado, deixou a zona de rebaixamento provisoriamente, ultrapassando Cuiabá e São Paulo.

Ambas equipes voltam a campo nesta quinta-feira. A Chape recebe o Internacional, na Arena Condá, às 19h. No mesmo horário, o Galo vai ao Castelão encarar o Ceará.

Atlético-MG

Atlético corresponde às expectativas e constrói temporada mágica; confira a retrospectiva

Galo faz investimentos retornarem em bom futebol e registra tríplice coroa no mais bem sucedido ano de sua história

Published

on

Que o Atlético vinha para a temporada 2021 com status de favorito em todas as competições, se sabia a partir de quando se viu os grandes investimentos que o clube fazia em seu elenco ao longo dos últimos anos. A tarefa era fazer com que o projeto promissor se tornasse realidade.

Depois de começar o ano com a desilusão na reta final do Campeonato Brasileiro 2020, em que o Galo abusou dos tropeços e perdeu a oportunidade de vencer o título, o time mineiro resolveu se reconstruir. Jorge Sampaoli saiu do comando técnico, rumo ao Olympique-FRA, e deixou para Cuca, velho conhecido da Cidade do Galo, a missão de fazer uma equipe competitiva em todas as frentes.

O resultado foi uma temporada de sucesso, com ótimo futebol e duas taças — Brasileiro, que veio depois de 50 anos de espera, e Copa do Brasil, conquistada ainda ontem, sobre o Athletico-PR, em Curitiba. Juntando à conquista do Campeonato Mineiro, ainda no início da temporada, o Galo pode celebrar a tríplice coroa. Vamos relembrar a gloriosa caminhada:

Uma aposta “all-in”…

Depois de investir em mais de 20 reforços, a maioria a pedido do então treinador Jorge Sampaoli, e bater na trave na disputa do título do Brasileirão da temporada 2020, o Galo resolveu ir com ainda mais fome para a temporada que sucedia. A diretoria, junto a parcerias comerciais, reforçou o elenco com nomes badalados, como o atacante Hulk, que defendeu a Seleção Brasileira na Copa de 2014, e Nacho Fernández, uma das chaves do trabalho mais sólido do continente, o River Plate de Marcelo Gallardo.

No geral, o departamento de futebol saiu à caça de várias peças pontuais, garantindo que o elenco atleticano ficasse com várias boas opções em todas os setores do campo. Faltava achar o treinador certo para comandar este grande elenco, unindo grandes exibições a resultados. E o nome escolhido foi o de alguém que já teve sucesso nesta missão. Vice brasileiro e campeão da Libertadores pelo Atlético, Cuca aceitou o desafio de superar sua passagem anterior.

Tudo indo bem…

O Atlético teve início tranquilo nos primeiros compromissos da temporada, o Campeonato Mineiro e a fase de grupos da Copa Libertadores. A equipe utilizou bem o primeiro semestre da temporada, em que as atribuições são naturalmente mais leves do que no segundo, e completou os objetivos sem grandes problemas.

O título mineiro e a melhor campanha da primeira fase da Liberta premiaram uma equipe que se acertava a cada jogo e começava a fazer com que os sonhos altos da temporada pudessem virar realidade.

Um Galo envolvido em todas as frentes…

O time mineiro chegou preparado para o segundo semestre, onde seria testado na briga pelas principais taças. No Brasileiro, um início arrasador e a liderança protegida nas primeiras rodadas, afirmando o compromisso com a luta pela taça. Na Copa do Brasil, avanço casa a casa fazendo valer o favoritismo em cada confronto. Na Libertadores, misto de bravura e habilidades para deixar para trás dois dos gigantes do continente, os argentinos Boca Juniors e River Plate.

Não havia dúvida de que o Galo estava obstinado a ir com força em todas as frentes. Com elenco recheado, a equipe poderia superar o duro calendário e manter o nível de competitividade para se postar como franco favorito. Tudo corria perfeitamente, até que veio o grande baque da temporada — e que tenha sido, talvez, o momento crucial da jornada. A eliminação nas semifinais da Libertadores, para o Palmeiras, após dois empates e classificação alviverde pelo gol qualificado.

A peteca não caiu…

Ficar de fora da final da principal competição continental das Américas foi um golpe duro para o Galo, mas não poderia desestabilizar a equipe. Afinal, ainda restavam as disputas do Brasileiro (líder do campeonato) e Copa do Brasil (semifinalista), e o time não podia perder o prumo.

O lado emocional permaneceu intacto e o Atlético continuou empilhando vitórias importantes no Brasileiro, mantendo a vantagem na ponta e não dando chances para o Flamengo, atual bicampeão, chegar na briga. Na Copa do Brasil, a equipe também já era a grande favorita, e não decepcionou.

Os dois bicampeonatos…

O time de Cuca se blindou à pressão pela conquista dos títulos e conseguiu manter as boas atuações constantes. Sem deixar pontos no caminho no Brasileiro, o Galo andou passo a passo até chegar à consagração: a conquista do bicampeonato nacional, depois de ter vencido até então seu único título há 50 anos.

Mas não foi só: o time cumpriu o favoritismo na Copa do Brasil e, depois de passar com propriedade pelo Fortaleza nas semifinais, repetiu o desempenho diante do Athletico-PR. Goleada por 4 a 0 na partida de ida, no Mineirão, e nova vitória na Arena da Baixada, para sacramentar a segunda taça e a conquista da tríplice coroa.

Continue Reading

Atlético-MG

Dois reforços no Galo já estão praticamente garantidos para 2022

Published

on

dois reforcos que ja estao praticamente garantidos no atletico mineiro para 2022

Nesta última quinta-feira (09/12) o Campeonato Brasileiro chegou ao fim. E o Atlético Mineiro se consagrou campeão com a segunda melhor pontuação na era de pontos corridos. Cuca conseguiu destinar o elenco milionário do Galo ao Bi do Brasileirão, uma espera de 50 anos que chegou ao fim.

Mas muitos do elenco atual devem entrar no mercado em 2022. Alguns deixam a equipe, outros retornam de empréstimos e as contratações de reforços já estão a todo vapor.

Com o fim da temporada 2021, o Atlético MG já tem dois nomes que estão praticamente garantidos como reforços para a sequência em 2022. Mas ainda não é possível prever se estes nomes são para compor o elenco titular ou como peças para o banco de reservas.

Artilheiro do América MG

O América Mineiro conquistou pela primeira vez na história do clube uma das vagas na Libertadores 2022. E entre os atletas que contribuíram para este feito histórico está o atacante Ademir.

O atleta de 26 anos marcou 13 gols nesta temporada, sendo um dos destaques do clube na competição.

Mas tirando o estado, o que o América tem com o Atlético? Ademir segundo o presidente Sérgio Coelho, é o primeiro reforço com o Galo para 2022. Mas sua ida para o rival mineiro não acontece após a conquista do Coelho.

Em junho o atleta já havia assinado um pré-contrato e deve estar entre os reforços para a próxima temporada.

Promessa para 2022

Já uma outra contratação que está próxima de ser concluída é do meia Gustavo. A jovem promessa de apenas 19 anos despertou a atenção do Galo, mesmo atuando no Sport, que acabou sendo rebaixado para a Série B.

Gustavo tem um valor de mercado de aproximadamente 2 milhões de euros e pode fazer parte do elenco mineiro já no início da temporada.

Foto: @Atletico.

Continue Reading

Atlético-MG

Grêmio x Atlético-MG: Palpites, prognósticos e onde assistir o duelo na Série A

Com 40 pontos, na 18ª posição, Imortal Tricolor recebe o Galo (1°), com 84, pela 38ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro

Published

on

Foto: Arena do Grêmio (@todosnaarena) / Reprodução / Twitter

Grêmio x Atlético-MG duelam na noite desta quinta-feira (09), às 21h30, na Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS), pela 38ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro 2021.

Nesse sentido, após empatar com o Corinthians, por 1 a 1, o Imortal Tricolor busca reencontrar o caminho da vitória após duas rodadas.

Por outro lado, o Galo tenta engatar o terceiro triunfo consecutivo, depois de vencer o Red Bull Bragantino, por 4 a 3.

Confira abaixo os prognósticos para a partida, com palpites de Grêmio x Atlético-MG, estatísticas e informações sobre o confronto.

Palpites Grêmio x Atlético-MG 09/12

Resultado FinalCuiabá
Ambos os Times MarcamSim
Marcadores de Gol – ClaysonA Qualquer Momento
Escanteios Mais de 10

Acompanhe o Jogo Grêmio x Atlético-MG, Ao Vivo em Tempo Real aqui no InfoEsporte.

Prognósticos Grêmio x Atlético-MG

Leia mais:

Antes de mais nada, em situações distintas no campeonato local, Grêmio x Atlético-MG se enfrentam na noite desta quinta-feira (09). Assim, em solo gaúcho, as equipes medem forças, às 21h30, pela 38ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro 2021.

Após empatar com o Corinthians, por 1 a 1, fora de casa, o Imortal Tricolor objetiva minimizar a diferença de pontos para a parte externa à zona de rebaixamento à Série B, já que está a três pontos do Bahia (16°).

Por outro lado, o Galo, após vencer o Red Bull Bragantino, por 4 a 3, mira ampliar a distância para a vice-liderança, já que está a 13 pontos do Flamengo (2°).

Em suma, o vencedor deste duelo garante, em caso de combinações externas de resultados, uma vaga fora do Z-4 ou a permanência na liderança da tabela geral de classificação.

Primeiramente, até esta rodada, o Grêmio obteve 36% de aproveitamento. Acima de tudo, em 37 jogos disputados, venceu 11, empatou sete e perdeu 19, ficando na 18ª colocação, com 40 pontos.

Em contrapartida, o Atlético-MG obteve 75.7% de aproveitamento. Acima de tudo, em 37jogos disputados, venceu 26, empatou seis e perdeu cinco, ficando na 1ª colocação, com 84 pontos.

Por fim, no que diz respeito ao histórico de confrontos entre as equipes, o Tricolor dos Pampas tem vantagem diante do Alvinegro Mineiro.

Nesse sentido, de 74 duelos disputados, a equipe mandante venceu 29. Em contrapartida, o time visitante triunfou em 24. Ademais, 21 jogos terminaram empatados.

Desfalques e retornos:

O Grêmio vai ter, até então, o retorno de Douglas Costa (cumpriu suspensão na última rodada).

Por outro lado, o Imortal Tricolor não vai contar com Geromel e Kannemann (suspensos pelo terceiro cartão amarelo).

Do mesmo modo, o Atlético-MG vai ter, até então, a volta de Eduardo Sasha (cumpriu suspensão na última rodada).

Em contrapartida, o Galo não vai ter à disposição Hulk (suspenso pelo terceiro cartão amarelo); Réver (presente no departamento médico).

Prováveis escalações:

Grêmio: Gabriel Grando; Rafinha, Rodrigues, Ruan e Cortez (Diogo Barbosa); Thiago Santos, Lucas Silva, Jhonata Robert, Campaz e Ferreira; Diego Souza. Técnico: Vagner Mancini.

Atlético-MG: Everson; Mariano, Nathan Silva, Alonso e Guilherme Arana; Allan, Jair e Zaracho; Vargas, Diego Costa e Keno. Técnico: Cuca.

  • Jogo: Grêmio x Atlético-MG (Série A do Campeonato Brasileiro 2021 – 38ª rodada)
  • Data e hora: Quinta-feira, 09 de dezembro de 2021 – 21h30 (Brasília)
  • Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS)
  • Transmissão: Premiere

Foto: Arena do Grêmio (@todosnaarena) / Reprodução / Twitter

Continue Reading

Últimas

Apostas1 semana ago

Corinthians segue com dívidas assustadoras, mas recuperação parece avançar

Photo: Unsplash O Sport Club Corinthians Paulista vive crise financeira há muitos anos, assim como tantos outros clubes brasileiros. Porém,...

Foto: Alê Vianna/CA Juventus Foto: Alê Vianna/CA Juventus
Notícias2 semanas ago

Joia da base do Juventus, Filipinho é emprestado ao Ibrachina para a sequência do Paulista Sub-20

Tido como uma das grandes promessas do Moleque Travesso, meia de 19 anos reforça equipe rubro-anil para a disputa da...

Foto: Comunicação/Vila Nova Foto: Comunicação/Vila Nova
Notícias2 semanas ago

Itumbiara acerta retorno de Lucas Lucena, ex-Botafogo e Bahia, para disputa da Divisão de Acesso do Goiano

Volante de 25 anos volta ao Gigante do Vale, após boa passagem em 2019, para ajudar a recolocar o clube...

Cruzeiro3 semanas ago

Cruzeiro x Brusque Ao Vivo: Palpites, Onde Assistir, Prognósticos

Cruzeiro x Brusque se enfrentam neste sábado (30) pela 21 do Brasileirão Série B 2022. Veja abaixo os palpites para...

Foto: Divulgação Foto: Divulgação
Notícias4 semanas ago

Com passagem pelo futebol peruano, Bruninho Alex reforça o América TO para a disputa da Segundona Mineira

Lateral de 22 anos chega ao Dragão com contrato até o fim do estadual. O América de Teófilo Otoni segue...

Foto: Guilherme Drovas/Botafogo-PB Foto: Guilherme Drovas/Botafogo-PB
Notícias1 mês ago

Esquerdinha celebra retorno ao Botafogo-PB após lesão e se coloca à disposição para duelo contra o Ypiranga-RS pela Série C: “Pronto para ajudar”

Recuperado de entorse no tornozelo, meia do Belo entrou no segundo tempo do empate com o Floresta, e poderá retomar...

Foto: Rafael Melo/Santa Cruz Foto: Rafael Melo/Santa Cruz
Notícias1 mês ago

Com apoio da torcida coral, Tarcísio crê em vaga do Santa Cruz no mata-mata da Série D: “Eles jogarão com a gente”

Meia do Tricolor acredita na força das arquibancadas do Arruda para vencer o Lagarto, neste sábado (16), e não depender...

Foto: Guilherme Pannain Foto: Guilherme Pannain
Notícias1 mês ago

Lucena crê em vitória fora de casa para manter Tupynambás vivo na briga pelo acesso no Módulo 2 do Mineiro

Volante do Baeta confia em triunfo sobre o Boa Esporte, nesta sexta-feira (15), em Varginha, para equipe seguir com chances...

Foto: John Wesley/Paysandu Foto: John Wesley/Paysandu
Notícias1 mês ago

Recuperado de lesão, Igor Carvalho celebra retorno no Paysandu e mira duelo contra o Confiança pela Série C

Lateral-direito entrou no segundo tempo do clássico Re-PA, participou do gol de empate do Papão, e deverá retomar a titularidade...

Buscas Jogos e Times

Pesquisa de Times ou Ligas
Generic filters

Futebol Hoje

Trending

P