“Espero que possamos jogar bola juntos no céu”

O icônico do futebol argentino, Diego Armando Maradona, morreu aos 60 anos de edade por uma parada cardiorrespiratória, e muitos foram os cumprimentos, entre eles, sua rivalidade mais importante, Pelé.

O astro brasileiro se manifestou triste pela notícia da morte do craque argentino de futebol e escreveu um comovedor mensagem em suas redes sociais: “Que notícia triste. Eu perdi um grande amigo e o mundo perdeu uma lenda. Ainda há muito a ser dito, mas por agora, que Deus dê força para os familiares. Um dia, eu espero que possamos jogar bola juntos no céu”.

Maradona ou Pelé?

Sempre está a discussão sobre quem é o melhor jogador da história do futebol mundial. Durante muito tempo a pergunta era entre Maradona ou Pelé. Mas, nos últimos tempos outros falavam de Lionel Messi. Mas a rivalidade futebolística mais importante sempre foi entre o garoto da favela de Fiorito contra o ídolo brasileiro.

Uma rivalidade que os próprios esportistas alimentaram por muitos anos, e que muitos atletas, jornalistas, fãs, e pessoas ao redor do mundo comparam com os jogos de hoje até a atualidade. Coisa muito difícil de fazer por ser outra época.

Mas a rivalidade era só para a imprensa, para a televisão, para os outros. Eles tinham uma amizade, respeito e admiração mútua; e foi o mesmo Pelé quem lamentou a morte de Diego, e falou “perdi um grande amigo e o mundo perdeu uma lenda”, deixando que as diferenças ficaram em aquele tempo atrás.

Porém, a famosa pergunta sobre quem é melhor: Pelé ou Maradona? ficou no passado da história do futebol.

A triste despedida

Diego Maradona foi homenageado durante todo o dia após um dia de afetos e caos na sua despedida. E foi enterrado no cemitério privado em Villa Vista, em Buenos Aires, onde fica sua mãe e seu pai. 

A emoção e comoção da morte de Diego não esperou nenhuma cura para o Coronavírus, e com uma pandemia que levou muitas vidas, milhões de pessoas foram a dizer adeus a Diego.

Esportistas e atletas de todo o mundo lembraram a Diego, alguns foram o mesmo Pelé, Lionel Messi, Ronaldinho, Claudio Caniggia, Gary Lineker, Dries Mertens, e muitos jogadores do passado e daquele campeonato onde a Argentina foi campeão do mundo da mão de Diego Armando Maradona. Muitos usaram as redes sociais para manifestar seu carinho e admiração ao ídolo argentino.

Algumas partidas fizeram homenagens ao astro futebolístico fazendo silenzio, mostrando fotos, bandeiras, ou mensagens de afeto para a família. Um homenagem que era esperável, foi na Bombonera, no estádio do Boca Juniors, onde deixaram as luzes ligadas só no espaço de Diego. Outro forte homenagem foi o time de Nápoles na Itália, onde jogou Diego em sua juventude, onde os jogadores se colocaram camisas com o nome de Maradona e número 10, como ele costumava a vestir.

“Jogaram no céu”

O debate será eterno, as discussões vão continuar, mas a rivalidade e amizade seguirá por sempre. 

Jose Neto
Jornalista Esportivo com passagens por UOL, Lance e GE. Desde 2018 no Info Esporte, sou responsável pelo setor de Futebol nacional.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Últimas

Fernando Diniz volta à Arena após passagem pelo Athletico em 2018; o que mudou?

Líder do Campeonato Brasileiro 2020 com 56 pontos, o São Paulo terá compromisso difícil contra o Athletico-PR,...

Buscando permanência histórica, Confiança encara Oeste

A sequência recente do Confiança deixa o torcedor proletário preocupado – sete derrotas e apenas uma vitória...

Vasco x Coritiba – 10 anos atrás, uma grande decisão

Vasco e Coritiba se encontram neste sábado, em São Januário, pela 30ª rodada do Campeonato Brasileiro 2020,...

Portuguesa aposta na experiência para 2021

Campeã da última Copa Paulista e classificada à Série D, a Portuguesa de Desportos vem planejando um...

Confira as combinações e possibilidades de acesso em ambos grupos da Série C

A Série C entrará em sua rodada final neste fim de semana e definirá os quatro calouros...

Mesmo dependendo de resultados, Jeferson acredita no acesso do Londrina à Série B

Zagueiro e capitão do Tubarão é otimista quanto a combinação favorável de placares na última rodada do...

Última Hora

Buscando permanência histórica, Confiança encara Oeste

A sequência recente do Confiança deixa o...

Leia MaisRelacionado
Recomendamos