Ex-Galo e Athletico, Tomás Andrade vai para clube de Loco Abreu no Uruguai

| |

Após acertar a contratação do renomado atacante Loco Abreu, de 44 anos e passagem destacada pelo Botafogo, o Sud America Montevideu, que recém regressou à primeira divisão uruguaia, acertou com mais um jogador conhecido no Brasil: o argentino Tomás Andrade, ex-Atlético-MG e Athletico-PR.

O meia de 24 anos estava no River Plate, clube que o revelou, antes de acertar com o “buzón” para o Campeonato Uruguaio de 2021. Em 2020, foi cedido pelos millonarios ao Argentinos Juniors. O River optou pela não renovação do atleta, que chega sem custos ao emblema de Montevidéu.

Ao contrário dos rivais locais Defensor e Danúbio, que foram rebaixados após várias décadas juntos na elite do futebol uruguaio, o Sud America retorna à primeira divisão depois de quatro anos e traça planos ambiciosos. Além de Loco Abreu e Tomás Andrade, a equipe naranjita tem negociações avançadas com Pablo Mouche, ex-Palmeiras.

Além deles, o Sud America acertou com um meio-campista brasileiro para a presente temporada. É o jovem Jorge Pedra, de 21 anos, revelado pelo Ceará e que estava no Salamanca, da Espanha.

Há algumas semanas, o clube montevideano também confirmou que o comandante para a temporada de regresso na elite nacional será Claudio “El Pampa” Biaggio, que treinou o San Lorenzo durante os anos de 2017 e 2018. Como jogador, Biaggio tem passagens no futebol uruguaio por clubes como Peñarol, Danubio e Juventud de las Piedras.

Siga resultados e próximas partidas da Libertadores e Sul-Americana:

Pouco conhecido no Brasil, o Sud America está na nossa História por ser convidado a excursionar pelos campos brasileiros. Foi em 1931, um ano depois do Uruguai se sagrar o primeiro campeão do Mundo. O ‘Buzón’ jogou com times como Santos, Vasco, Atlético-MG e Bahia, mas não fez bonito – sofrendo goleadas para o Peixe e o Cruzmaltino.

Será que nos próximos anos, mais capítulos internacionais serão escritos na história do ‘Naranjita’? A julgar pelos investimentos até aqui, deverá ser questão de tempo.

Anterior

Copa do Mundo: Ausente em 2018, Itália tem bom início de Eliminatórias para 2022

Copa do Mundo: terceiro lugar em 2002, Turquia inicia bem as Eliminatórias

Próximo

Deixe um comentário

P