Ex-São Paulo e Santos, Bruno Uvini rescinde com clube árabe e fica sem contrato

| |

Nesta segunda-feira, o Al-Ittihad-ARA, clube dirigido por Fábio Carille e dos brasileiros Marcelo Grohe, Bruno Henrique (ex-Palmeiras) e Romarinho, teve a baixa de outro brasileiro: o zagueiro Bruno Uvini, de 29 anos. Segundo o Trasnsfermarkt, o zagueiro agora está sem contrato.

O atleta não foi sequer relacionado por Carille na última partida do Ittihad, o empate por 2 a 2 contra o Al-Fateh.  

Campeão da Copinha pelo São Paulo, em 2010, Uvini era tratado como promessa no clube que o revelou. O zagueiro teve passagem, ainda na base, pelo Sub-21 do Tottenham-ING. Ainda jovem, foi contratado pelo Napoli-ITA, em 2012, por 3 milhões de euros.

Na equipe italiana, permaneceu até 2016, convivendo com sucessivos empréstimos. Para Siena, ainda na terra da bota, Twente, da Holanda, e também para o Santos, em 2014.

Buscando frear queda brusca, Paraná recebe lanterna Oeste

Em 2017, Bruno Uvini se transferiu para o Oriente Médio, onde começava seu momento mais frutífero na carreira. Ficou por dois anos no Al-Nassr, da Arábia Saudita, sagrando-se campeão nacional em 2019, antes de se transferir para o Al-Wakrah, do Catar, e, finalmente, ao Al-Ittihad, um dos maiores clubes da Arábia.

O zagueiro chegou já em 2020 ao Al-Ittihad, onde foi companheiro de outros jogadores conhecidos no Brasil. Além dos supracitados, atuou com Thiago Carleto, Jonas (ex-Flamengo), os argentinos Emiliano Vecchio, ex-Santos e Leonardo Gil, hoje no Vasco, além do marfinense Wilfried Bony, que também deixou a equipe recentemente.

Bruno Uvini está elegível para assinar com outra equipe no decorrer da temporada. Poderá, inclusive, ser inscrito nas competições do Brasil.

Anterior

Buscando frear queda brusca, Paraná recebe lanterna Oeste

Esperança da Desportiva Aliança, Lucas Amorim conta para torcida suas características

Próximo

Deixe um comentário

P