Faltou pouco! Sampaio Corrêa termina a quatro pontos do acesso

| |

Com a vitória sobre o Oeste, nesta sexta-feira, no Castelão, o Sampaio Corrêa terminou a Série B 2020 com 57 pontos, quatro a menos do que Juventude e Cuiabá, que completaram o G-4. Apesar do acesso não ter vindo, a campanha já entra para a História: a melhor do Sampaio nos pontos corridos.

A Bolívia Querida, que retornou à Série B após ser vice-campeã da Série C em 2019, tinha como objetivo principal a permanência na segunda principal divisão do futebol brasileiro. A campanha, no entanto, surpreendeu positivamente. Não apenas por atingir os 40 pontos – número suficiente para se manter na divisão em 2020 – precocemente, na 23ª rodada, mas por se manter por diversas rodadas no G-4, chegando a ter, segundo a UFMG, 66,3% de chances de conquistar o acesso.

Para chegar a esta boa situação, o Paio protagonizou uma das maiores arrancadas da Série B nos pontos corridos. Até a 7ª rodada, a equipe sequer havia pontuado na competição. Segundo as projeções precoces, o rebaixamento parecia inevitável. Na 8ª rodada, veio a primeira vitória, sobre o América-MG (vice-campeão da edição) e a saída da lanterna.

Devido ao surto de Covid-19, já nas primeiras rodadas, o Sampaio passou todo o primeiro turno com dois jogos a menos. Ainda assim, a equipe virou o turno a quatro pontos do G-4, indo de zero a 27 pontos em 12 rodadas.

Ponte: Série B termina em alta, oscilações impediram o acesso; relembre campanha

Na 21ª rodada, a recompensa pela arrancada veio com a entrada da equipe no G-4. Logo em sequência, com seu último jogo pendente trazendo uma vitória no apagar das luzes sobre o Náutico, a equipe chegou à vice-liderança da Série B. O Sampaio ficou no G-4 até a 29ª rodada, quando saiu após perder em casa para o Avaí.

O desempenho caiu na reta final, e a equipe de Léo Condé teve que lidar com adversidades, como novos casos de Covid-19 no elenco e baixas importantes. A mais sentida delas, claramente, foi a saída de Caio Dantas, artilheiro da competição com 17 gols e do Brasil em 2020, para o exterior.

O momento de instabilidade custou caro, e a sequência de seis derrotas, da 29ª à 34ª rodada, arrastou a Bolívia Querida para a 12ª colocação, praticamente erradicando as chances do incrível acesso.

Apesar do “quase”, a temporada deve inspirar orgulho aos torcedores sampaínos. A melhor campanha da história do Tubarão veio em uma Série B cujo elenco era o menos valioso, de apenas 3,10 milhões de euros (cerca de 20,5 milhões de reais). No entanto, a equipe termina a competição na 6ª colocação, com 17 vitórias em 38 jogos e o 3º ataque mais positivo, com 50 gols, ao lado do CSA. Ademais, veio da Bolívia Querida o artilheiro do campeonato, como mencionado: Caio Dantas, com 17 gols marcados – um a mais do que Léo Ceará, do Vitória.

Anterior

Ceará faz as contas para chegar à sua primeira Libertadores

Ponte: Série B termina em alta, oscilações impediram o acesso; relembre campanha

Próximo

Deixe um comentário

P