Grêmio volta à Sul-Americana após nove anos; relembre participações

| |

Eliminado na terceira fase preliminar da Libertadores, o Grêmio terá a Copa Sul-Americana como competição continental a preencher o calendário em 2021. A estreia da equipe acontecerá nesta quinta-feira, contra o La Equidad, da Colômbia, na Arena do Grêmio. O clube esteve ausente da competição desde a última participação, em 2012.

Esta será a sexta vez que o Tricolor Gaúcho disputa a segunda principal competição da América do Sul. De comando novo, após o recente acordo com Tiago Nunes, que substitui Renato Portaluppi após seis anos no cargo, o Imortal é um dos favoritos ao título da Sul-Americana, e tem a expectativa de superar as campanhas de 2003, 2004, 2008, 2010 e 2012.

Leia mais: Fluminense tem história recente marcante contra argentinos em Libertadores

Você se lembra do desempenho gremista nestas participações anteriores? Confira:

2003

Na primeira edição da Sul-Americana que contou com clubes brasileiros, um ano após a fundação, o Grêmio iniciou na preliminar brasileira III – um triangular junto a São Paulo e Vasco, do qual o melhor prosseguiria.

O time gaúcho sofreu uma goleada por 4 a 0 para o São Paulo (que se classificou) em pleno Olímpico e ficou no empate com o Vasco, no Rio de Janeiro.

2004

No ano seguinte, o sorteio da competição colocou frente a frente a dupla Gre-Nal logo na primeira fase. Em duelos de ida e volta, realizados nos dias 15 e 22 de setembro de 2004, o Inter levou a melhor.

Após perder por 2 a 0 no Beira Rio, o Tricolor venceu no Olímpico por apenas 2 a 1, saindo da competição.

Último jogo com torcida no Rio Grande do Sul foi um Gre-Nal pela Libertadores; relembre

2008

Novamente o Internacional no caminho gremista. Como em 2004, os rivais gaúchos se enfrentaram na fase em que os brasileiros iniciaram na competição.

Desta vez, foram dois empates, 1 a 1 e 2 a 2. A equilibrada disputa seria decidida nos pênaltis, e novamente o Colorado levou a melhor. Posteriormente, seguiu para o título.

2010

O Grêmio não costumava mesmo dar sorte na primeira fase. Seguindo no modelo dos confrontos nacionais nas fases iniciais, o Tricolor encarou o Goiás confiando que poderia avançar pela primeira vez às oitavas-de-final.

Porém, novamente a equipe decepcionou. Após empatar por 1 a 1 no Serra Dourada, em Goiânia, o Grêmio decidiu a vaga no Olímpico, mas perdeu por 2 a 0 para a equipe esmeraldina, que ainda seguiria para ser finalista da competição. Acabou vice-campeã para o Independiente-ARG.

2012

Na quinta participação, enfim, o desencanto. O Coritiba foi o adversário inicial do Grêmio na edição 2012. E quase a escrita seguiu: o Grêmio fez 1 a 0 em Porto Alegre mas sofria 3 a 1 no Couto Pereira, e ia se despedindo da competição, até que Marcelo Moreno marcou, de voleio, na reta final do jogo. 3 a 2 e, pelo gol qualificado, Tricolor superando a fase inicial pela primeira vez.

Nas oitavas, o Grêmio superou ainda o Barcelona do Equador, vencendo as duas partidas. O sonho acabaria nas quartas, com a eliminação para o Millonarios, da Colômbia. Após vencer no Olímpico por 1 a 0, o Tricolor sofreu 3 a 1 em Bogotá e deu fim à sua melhor participação na Sul-Americana.

Siga todas as partidas e resultados da Sul-Americana:

Copa Sul Americana 2021

A edição 2021 da Copa Sul-Americana conta com uma drástica mudança no formato: é a primeira vez que a competição traz uma fase de grupos similar à da Libertadores, oito chaves de quatro equipes. No entanto, a dificuldade é conseguir a classificação. Diferentemente da Libertadores, a Sul-Americana leva à fase de mata-matas apenas o primeiro colocado de cada um dos grupos.

O Grêmio, então, precisará superar todos os adversários do Grupo H. Além do La Equidad, estão também na chave o Lanús, da Argentina, contra quem o Tricolor venceu sua última Libertadores, em 2017, e o Aragua, da Venezuela.

Outros seis brasileiros estão disputando a atual edição. Quatro deles já estrearam – Athletico-PR, Atlético-GO, Bahia e Ceará –, mantendo a invencibilidade. A exemplo do Grêmio, Bragantino e Corinthians também estrearão nesta quinta-feira.

Anterior

O dia em que Telê Santana e Johan Cruyff combinaram de presentear o futebol

Fluminense tem história recente marcante contra argentinos em Libertadores

Próximo

Deixe um comentário

P