Connect with us

Santos

João Paulo celebra classificação da Ponte e mira duelo com o Santos

Published

on

Poucos acreditavam na Ponte. Mas ela mostrou sua força. E por isso o camisa 10 da equipe celebra o momento. João Paulo é só alegria com a retomada da Macaca no Paulistão.

A equipe, que corria risco de queda, tinha dois compromissos para buscar 100% de aproveitamento. Dito e feito. A Ponte Preta venceu o Novorizontino por 2×0 depois despachou o Mirassol, por 1×0. João Paulo foi justamente um dos destaques, marcando um gol, participando de outro e ajudando na classificação que para muitos era improvável.

“Eu falava antes da retomada que a gente iria brigar para se classificar. Estamos falando da Ponte Preta, o objetivo tinha que ser esse. Claro que respeitamos os adversários, o Paulistão é difícil. Mas fizemos nosso jogo nos dois compromissos e fomos melhores, merecemos. Feliz por marcar, ajudar a Ponte nessa classificação. Foi importante demais”, afirmou o jogador.

Com 14 compromissos pela Ponte em 2020, João Paulo já acumula dois gols e quatro assistências. E agora se prepara para ajudar a Macaca em mais uma missão complicada. A equipe de Campinas mede forças com o Santos nas quartas de final.

Ano passado, pelo Avaí, o camisa 10 marcou nas duas vezes que encarou o Peixe, mas perdeu as duas. “Vamos enfrentar uma equipe muito forte, bem organizada, que dificilmente dá espaços. Eles gostam de ficar com a bola e tem vários jogadores de qualidade. Jogo complicado com certeza. Mas confiamos no nosso potencial.

Sabemos que para passar precisamos fazer nosso melhor jogo e é nisso que estamos focados. Mais do que ajudar com gol ou assistência, quero fazer de tudo para ajudar a Ponte a seguir adiante”, finalizou o meia-atacante da Macaca.

Santos e Ponte Preta medem forças nesta quinta-feira, às 21h30, na Vila Belmiro. Quem vencer está nas semis do Paulistão. Em caso de igualdade, disputa de pênaltis.

Brasileirão Série A

Santos se aproxima do triplo de vitórias sobre a Chape no Brasileirão

Aproveitando a fragilidade do lanterna, o Santos retoma o caminho de vitórias após três jogos. Assim, a Chapecoense tem três vitórias contra oito do Peixe no histórico de confrontos das equipes

Published

on

Em 13 confrontos na história do futebol nacional, o Santos venceu oito partidas. Já a Chapecoense bateu o Peixe em três jogos

Desde que se recuperou de lesão, o meia Carlos Sánchez tem feito a diferença nos jogos do Santos nesta temporada. Dessa forma, na noite deste domingo (1), o Peixe nadou, de forma tranquila, no mar da Arena Condá, em Chapecó (SC). Autor do gol da partida, o meia uruguaio decretou a oitava vitória do time paulista sobre a Chapecoense em 13 partidas disputadas entre as duas equipes.

Sediado na frienta Santa Catarina, a partida entre Santos e Chapecoense aconteceu pela rodada de número 14 da Série A do Campeonato Brasileiro. Assim, aproveitando a fragilidade do último colocado da competição, o Peixe se recuperou no Brasileirão e voltou a vencer após derrotas para Palmeiras e Atlético-GO, e empate contra o Red Bull Bragantino.

Agora, a Chape tem apenas três vitórias sobre a equipe comandada pelo técnico Fernando Diniz. Por outro lado, dos 13 jogos, dois tiveram como resultado o empate. O detalhe deste confronto foi que o pior visitante superou o pior mandante. Além disso, o Santos venceu a primeira partida como mandante nesta edição do certame. Já o Verdão do Oeste permanece como o único time da competição que desconhece o sabor da vitória.

João Paulo: Herói da noite do Santos

Se por um lado, a Chapecoense possui somente quatro pontos em 42 disputados na divisão de elite, por outro, o time mandante criou o suficiente para, no mínimo, empatar a partida. A pressão, no entanto, resultou na boa atuação do goleiro João Paulo, do Santos, e na trave da meta alvinegra.

Felipe Baxola e Anselmo Ramon testaram o arqueiro santista no primeiro tempo. Fernandinho e Busanello tentaram furar a meta do Peixe na etapa complementar. Ademais, Perotti parou na trave após finalização de canhota em jogada construída por Geuvânio.

Continue Reading

Copa do Brasil

VAR orienta lances capitais em confrontos das oitavas da Copa BR

Presente nas oitavas de final da Copa do Brasil 2021, o VAR modificou o cenário de partidas que contou com equipes nordestinas em campo

Published

on

VAR age, de forma demorada, mas incisivamente para capturar soluções em lances de Fortaleza x CRB, Vitória x Grêmio e Santos x Juazeirense

A fase das oitavas de final da Copa do Brasil 2021 teve início na última terça-feira (27). Criciúma x Fluminense, no Estádio Heriberto Hulse, abriram as partidas de ida do torneio. Já o desfecho desses jogos iniciais aconteceu na noite desta quinta-feira (29), com Flamengo x ABC, no Estádio Maracanã. Mas, com diversos duelos interessantes, um outro fator chamou atenção: o uso do VAR.

Como de costume, apesar de atuar pela primeira vez no torneio, o árbitro de vídeo agiu de forma marcante no futebol brasileiro. Aplicações do VAR puderam ser identificadas em confrontos como Vitória x Grêmio, Santos x Juazeirense e Fortaleza x CRB, um em cada dia desta semana. Enquanto o Leão recebeu o Imortal na terça, o Cancão de Fogo visitou o Peixe na quarta, e o Tricolor do Pici encarou o Galo de Alagoas nesta quinta.

Fortaleza x CRB: VAR providencial

Presente pela primeira vez na história em um jogo do CRB, o árbitro de vídeo atuou efetivamente no resultado do jogo de ida contra o Fortaleza, na Arena Castelão. Primeiramente, após ser convocado pelo VAR, o árbitro Paulo Roberto Alves Júnior (PR) analisou o lance no monitor e mandou o jogo seguir após David cobrar um toque de Reginaldo dentro da pequena área.

Em seguida, próximo do fim da etapa inicial, novamente o árbitro de vídeo entrou em ação. Nicolas Careca balançou as redes depois de receber lançamento. O assistente Rafael Trombeta (PR) levantou a bandeira, no entanto, o árbitro aguardou a avaliação do lance. Notificado pelo VAR, ele confirmou o gol do Galo.

No segundo tempo, o árbitro de vídeo auxiliou ainda a marcar a penalidade que decretou a vitória do Fortaleza. Pikachu finalizou na pequena área contra a meta regatiana e a bola tocou no braço de Wesley. Assim ,de imediato, o VAR chamou o árbitro da partida para conferir o lance. Paulo Roberto confirmou a penalidade e mostrou cartão amarelo ao volante regatiano. Wellington Paulista converteu o segundo dele no jogo.

Essa foi uma amostra do que o CRB vai encarar no Brasileiro. A CBF confirmou que vai utilizar o árbitro de vídeo no returno da Série B.

Santos x Juazeirense: VAR confere e valida

No quarto jogo em atuação, o árbitro de vídeo mostrou versatilidade em assumir funções distintas, mas semelhantes no resultado. A primeira intervenção do VAR aconteceu na inauguração do marcador pelo Santos. Na cabeçada de Madson, após lançamento de Jean Mota, o serviço tecnológico precisou ser acionado. Dessa forma, garantiu o gol do Peixe, pois evidenciou que o lateral-direito não estava em posição de impedimento.

Outro lance providencial aconteceu no último gol. Marcos Leonardo anotou o dele na partida depois de receber passe de Luiz Felipe, porém, por muito pouco, não teve seu gol anulado por impedimento. Atuante, o árbitro de vídeo entrou em ação e validou o tento.

Vitória x Grêmio: árbitro de vídeo demora e não gera resposta

Mediante a recém-estreia na Copa do brasil 2021, o VAR foi motivo de desconfiança na partida entre Vitória x Grêmio, que aconteceu na última terça-feira, no Estádio Manoel Barradas (Barradão). Isso porque, devido a demora de nove minutos para a confirmação do primeiro gol da partida, saiu de campo como destaque negativo, além do comportamento do time mandante.

A demora resultou em uma conclusão apenas da arbitragem dentro de campo, que acabou validando o lance. já que a cabine não alcançou uma conclusão. Do mesmo modo, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) evitou divulgar as imagens da avaliação do árbitro eletrônico referente a uma possível irregularidade. A averiguação do lance aconteceu em função de Ricardinho – autor do gol -, ter sido alvo de um possível impedimento milimétrico.

Continue Reading

Futebol Internacional

Sul-Americana: classificação do Santos contra o Independiente tem nome: João Paulo

Published

on

O Santos empatou com o Independiente em Avellaneda, região de Buenos Aires, na noite desta quinta-feira, e, ao somar com a vitória conquistada na partida de ida, na Vila Belmiro, garantiu a classificação para as quartas-de-final da Copa Sul-Americana. Em um jogo disputado na Argentina, Peixe sofreu pressão em diversos momentos e, se o placar de 1 a 1 foi mantido até o final, foi graças a um nome específico: o goleiro João Paulo brilhou e salvou a equipe.

Kaio Jorge abriu o placar para o time brasileiro na primeira etapa, e, na segunda, mesmo tendo ficado com um a menos, pressionou muito pelo resultado desejado. No entanto, diante de noite histórica de João Paulo, conseguiu apenas empatar, com González. O Peixe terá agora o Libertad na próxima fase.

Crônica do jogo:

O Santos começou melhor a partida, disposto a abrir o placar e valer a regra do gol classificado. Nos primeiros 15 minutos de jogo, o time de Fernando Diniz seguia o estilo do treinador e trocava passes no campo de ataque adversário.

A partir dali o Independiente, que precisava impreterivelmente da vitória por margem de dois gols, foi para cima. Quem brilhou foi o goleiro João Paulo, fazendo milagres em chegadas de Velasco e Palacios, esta última aos 37’.

E, justamente quando o Rojo estava próximo do gol, o golpe santista: Marinho roubou no meio e armou contra-ataque. Pato Sánchez deu lançamento, Insaurralde falhou e Kaio Jorge ficou frente a frente com Sosa, e, diferentemente dos atacantes adversários, não perdeu a chance. Peixe em vantagem e podendo sofrer até dois gols.

Na segunda etapa, o time argentino foi para cima, como esperado, mas se deparou com mais uma limitação: logo aos 61’, o zagueiro Insaurralde, o mesmo que já havia dado mole no gol santista, cometeu falta em Marinho na entrada da área e, após revisão do VAR, tomou cartão vermelho.

Mesmo assim, foram encontradas forças para ao menos conseguir o gol de empate. Aos 67’, após disputa dentro da área, Lucas González chegou enchendo o pé, desta vez sem chances para o goleiro João Paulo.

Mas o arqueiro santista ainda trabalharia noutro momento oportuno, salvando o Peixe nos acréscimos da partida, em cabeçada firme de Herrera. Neste intervalo de tempo, um Santos que pouco conseguiu aproveitar a superioridade numérica, ainda que tenha conseguido alguns contra-ataques, como o perdido por Kaio Jorge.

O Peixe sofria pressão, para a ira de Fernando Diniz, e o trabalho implacável de sabe quem? Isso mesmo, João Paulo seguiu segurando a onda até o fim. Grande nome da partida no Libertadores de America, o goleiro foi essencial na classificação.

Escalações:

Independiente: Sosa; Bustos, Barreto, Insaurralde e Lucas Rodríguez (Soñora); Blanco (Herrera), Lucas Romero, Palacios (Rodrigo Márquez), Velasco (Braian Martínez) e Roa (Lucas González); Silvio Romero. Técnico: Julio Falcioni.

Santos: João Paulo; Madson, Luiz Felipe, Kaiky e Felipe Jonatan; Camacho (Alison), Jean Mota (Vinícius Zanocelo) e Carlos Sánchez (Gabriel Pirani); Marinho (Lucas Braga), Marcos Guilherme (Marcos Leonardo) e Kaio Jorge. Técnico: Fernando Diniz.

Um herói…

Natural de Dourados-MS, o goleiro João Paulo está no Santos desde 2011, tendo sido integrado ao elenco principal pela primeira vez em 2013. Sempre na reserva, aguardou as primeiras oportunidades como titular, que começaram a vir na temporada de 2020. Então, começou a atuar com qualidade e ganhou a vaga, tendo feito boas aparições na campanha do vice-campeonato da Libertadores.

Mas, possivelmente, nenhuma foi tão boa quanto a atuação desta noite em Avellaneda. Contra um Independiente que apertou e criou grandes oportunidades de gol, o goleiro santista praticou no mínimo quatro defesas difíceis, em momentos-chave da partida. Especialmente na primeira etapa, quando o quando o Rojo ainda estava com 11 em campo e o placar estava fechado. Sofrer o gol ali poderia mudar todos os rumos do Santos no confronto, o que engrandece o feito de João Paulo.

Definições:

O Santos se classificou para as quartas-de-final da Copa Sul-Americana pela quarta vez em sua história, e já tem o adversário definido: será o Libertad, do Paraguai. A equipe perdeu para o Junior Barranquilla nesta quarta-feira, em Assunção, por 1 a 0, mas como havia vencido o primeiro duelo por 4 a 3 na Colômbia, avançou pelo gol qualificado.

Serão três os brasileiros a representarem o país entre os oito melhores da Sula. Athletico-PR e Bragantino conseguiram a classificação anteriormente, aquele deixou o America de Cali para trás na terça-feira, este, o Independiente del Valle. O único brasileiro a ser eliminado nos mata-matas foi o Grêmio, que sofreu a remontada da LDU no placar agregado e se despediu dentro de casa.

Continue Reading

Jogos

Trending

P