Connect with us

Igor Oliveira

Published

on

Clube atual
Temporada: 2021 / Todos
Games Played
2
/ 2
Games Started
1
/ 1
Gols
0
/ 0
Assistências
0
/ 0
Total de Estatísticas
Competição
Mineiro 1ª Divisão - 2021211120′0000 (0)00
Últimos jogos
DataParaContraMandante/VisitanteResultado
Mineiro 1ª Divisão - 2021
19 mar 2021
Atletico-MG
Visitante D 3:0   89′00
12 mar 2021
BOA
Visitante D 2:1   31′00
Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Futebol Europeu

Marselha x Villarreal: Público e discussão marcam amistoso europeu

Na presença de Jorge Sampaoli e jogadores brasileiros como Gerson e Luan Peres, amistoso tem público de mais de 20 mil pessoas

Published

on

Em jogo de três gols, Olympique de Marselha liquida Villarreal. Partida teve técnico expulso e presença de 30 mil pessoas

Rivalidade entre sul-americanos são cenas recorrentes no futebol mundial. Ainda assim, outras rixas costumam ser presentes em jogos europeus. Um desses casos aconteceu neste sábado (31). No duelo entre Olympique de Marselha x Villarreal, alguns ingredientes estiveram presentes no decorrer dos 90 minutos.

Por exemplo, os técnicos Jorge Sampaoli e Unai Emery, do time francês e da equipe espanhola, marcaram o confronto com um embate fora de campo. Em discussão após a expulsão do zagueiro Foyth, após falta no brasileiro Gerson, Emery enfureceu-se e, além de discutir com o juiz da partida, bateu boca com Sampaoli. Como resultado, o espanhol também teve o cartão vermelho aplicado pela arbitragem.

Presença de público na casa do Marselha

Além do acontecimento entre os treinadores de ambas equipes, o jogo teve a assiduidade de sinalizadores e cerca de 30 mil torcedores. O amistoso entre Marselha x Villarreal marcou o retorno da torcida francês ao Vélodrome após mais de 500 dias.

Ainda assim, no estádio, apenas torcedores testados negativos para o Covid-19 ou completamente imunizados assistiram a vitória dos Les Phocéens. Para acessarem a casa do time mandante, os fãs precisaram registrar-se previamente. Mediante o registro, um código foi gerado no celular para permitir a entrada à arena.

Brasileiros em campo

Reforçado por brasileiros no elenco principal, o Marselha mandou a campo o zagueiro Luan Peres, o volante Gerson e o atacante Luis Henrique. Apesar disso, o gol inaugural do marcador saiu dos pés do próprio Villarreal. Após cobrança de falta da esquerda, o atacante Fernando Niño tentou desviar a bola, mas acabou encobrindo o companheiro de equipe Asenjo.

Em seguida, o bate-boca teve início no lance mais polêmico da partida. No começo da segunda etapa, Gerson, ex-Flamengo, se lançou ao ataque. Puxado por Foyth, teve uma infração marcada. Assim, o árbitro amarelou pela segunda vez o zagueiro argentino. Como resultado, o defensor precisou ir para o chuveiro mais cedo.

Com a fúria toda, o técnico Unai Emery contestou a marcação do juiz e deu o pontapé para uma discussão com o colega Jorge Sampaoli. Dessa forma, o árbitro expulsou o espanhol e precisou acompanhar o desenrolar do amistoso nas tribunas.

Continue Reading

Futebol Internacional

Depay no Barça: holandês tem média de 1 gol por partida

Holandês encanta torcida do Barcelona. Camisa 11 balanças as redes em duas oportunidades nas duas partidas disputadas pela equipe catalã

Published

on

Anunciado pelo Barcelona em junho deste ano, Memphis Depay soma dois gols em duas partidas disputadas pela equipe catalã

Dois jogos. Duas vitórias. E, sobretudo, dois gols. Assim brilha o atacante Memphis Depay no novo clube. Contratado no dia 19 de junho deste ano, o holandês assinalou mais um tento, na tarde deste sábado (31), na vitória por 3 a 0 do Barcelona sobre o Stuttgart, na Mercedes-Benz Arena, na Alemanha. Com o gol, ele chegou a dois tentos marcados em dois jogos disputados pela sua nova equipe.

Ciente da necessidade de recolocar o Barça no topo do cenário do futebol mundial, Depay vestiu o manto catalão e assumiu a responsabilidade. Presente na pré-temporada, ele começou como titular no time pela primeira vez. Logo aos 20 minutos do primeiro tempo abriu o placar. E seu segundo gol aconteceu de forma fenomenal. Após limpar a marcação com um lençol, finalizou sem deixar a bola tocar no chão, ou seja, de primeira.

Ainda assim, na etapa inicial do jogo, participou da jogada do segundo tempo, dando passe de calcanhar para Griezmann, que serviu o jovem austríaco Demir, autor do tento. Posteriormente, no terceiro gol, o holandês serviu Riqui Puig dentro da área. O espanhol teve apenas o trabalhou de acertar a meta adversária.

Estreia de Depay com bola na rede do holandês

Há uma semana, o Barcelona entrou em campo para enfrentar o Girona, no Estádio Camp Nou, na Espanha. O jogo que marcou a estreia de Memphis Depay com a camisa dos catalães teve também como estreia a primeira bola na rede do holandês. Faltando menos de cinco minutos para o desfecho do confronto, o mais novo reforço da equipe blaugrana converteu a penalidade. Nesse sentido, decretou o placar de 3 a 1 a favor do Barça.

Continue Reading

Uncategorized

VAR é protagonista e Choque-Rei termina sem gols no Morumbi; confira pós-jogo

Published

on

Entre a decisão do Campeonato Paulista e o confronto pelas quartas-de-final da Copa Libertadores, São Paulo e Palmeiras disputaram o Choque-Rei pelo Campeonato Brasileiro, na noite deste sábado (31), no Morumbi. E, num jogo equilibrado e de poucas oportunidades, quem roubou a cena foi o árbitro de vídeo, entrando em ação por duas vezes. Na primeira etapa, voltou atrás na marcação de um pênalti em cima de Marquinhos. Na segunda, anulou gol são-paulino já na reta final da partida, marcado por Gustavo Gómez contra.

O empate por 0 a 0 não serviu a nenhum dos dois: o Palmeiras, líder, pode ver a diferença encurtar para o Atlético na rodada. O São Paulo sai provisoriamente do Z-4, mas não consegue abrir vantagem e pode voltar durante a rodada.

Pós-jogo:

São Paulo e Palmeiras fizeram uma partida tática e equilibrada em todos os quesitos: finalizações, ataques, posse de bola. Em partida estudada e disputada na intermediária, equipes do argentino Hernán Crespo e do português Abel Ferreira pouco agrediram o adversário e, quando arriscavam mais, pecavam na definição, fazendo com que o zero no placar, visível desde o início, se perpetuasse até o final.

Os lances capitais da partida foram definidos pelo VAR: na primeira etapa, após já ter anulado um gol impedido de Rigoni, o árbitro assinalou pênalti em Marquinhos, do São Paulo, mas, após quase 6 minutos de espera, mudou de opinião e voltou atrás na marcação, o que gerou enorme reclamação do lado são-paulino. Mas a maior polêmica estava ainda por vir: quando o placar se encaminhava para o 0 a 0 definitivo, Reinaldo bateu falta e Gómez desviou contra, abrindo o placar para o time da casa.

Validado, o gol foi imediatamente contestado pelo árbitro de vídeo, que chamou o de campo para uma revisão, pela possibilidade de Miranda, que participaria da jogada, estava em posição irregular. Novamente, jogadores das duas equipes cercaram a cabine e aguardavam a decisão. Após 7 minutos de interpretação, o juiz decidiu, então, anular o gol.

Crônica do jogo:

O São Paulo prometia ser incisivo com a dupla de ataque escolhida por Crespo: Rigoni, o argentino em grande fase, jogava ao lado de Marquinhos, o garoto sensação do Morumbi. E foi buscando os dois que o Tricolor buscou, desde o início, agredir o rival.

O Palmeiras parecia mais tímido na partida, o que não determinava inferioridade em campo. Também assustou, em arremate de Wesley dentro da área. No geral, o jogo era disputado em minúcias, sobretudo no meio de campo.

Equilíbrio rigoroso nas ações efetivas da primeira etapa, num duelo essencialmente tático, como já fizeram Crespo e Abel Ferreira nas finais do Campeonato Paulista e será provável tendência para as partidas da Libertadores. Uma ponta de superioridade do São Paulo, que chegou a marcar, aos 24’, mas Rigoni estava impedido, e a ter pênalti aos 38’, anulado através do uso do VAR após quase 6 minutos de espera.

Na segunda etapa, Tricolor e Porco abriram levemente a partida. Ainda que sem grande exposição, os dois lados começaram a frequentar mais a área adversária, com destaque para uma grande oportunidade de Breno Lopes, que veio do banco para quase mexer no placar pelo lado alviverde. O atacante palmeirense ficou frente a frente com Tiago Volpi, que se agigantou e fez um escudo contra a finalização.

Ao longo da segunda etapa, equipes chegavam ao terço final, mas pecavam no penúltimo ou último toques decisivos. De certa forma, eram também excessivamente cautelosas. Não fossem estes detalhes, o zero, que já não condizia totalmente com a partida, poderia sair do placar.

O equilíbrio era tão grande que permanecia até nos fatores externos: uma pipa com o desenho do Palmeiras sobrevoou o campo e caiu no gramado do Morumbi. Minutos depois, outra pipa, mas do São Paulo, voou pelas arquibancadas.

A bola só entraria no rigoroso detalhe. E, aos 43’, Reinaldo cobrou falta para a área palmeirense e Gómez desviou contra, fazendo o que seria o 1 a 0 para o São Paulo. Mas, a exemplo do lance do possível pênalti, o árbitro recorreu ao vídeo para rever e, após muita polêmica e tempo grande de espera (novamente…), o tento foi anulado pela interpretação de que Miranda, impedido, participara decisivamente da jogada.

Rigoni reclamou de forma desproporcional, no julgamento do árbitro, e ainda tomou vermelho antes do final do clássico. Aí mesmo é que o zero não sairia do placar no Morumbi.

Escalações:

São Paulo: Tiago Volpi; Igor Vinícius, Miranda, Léo e Reinaldo; Rodrigo Nestor (Talles), Liziero, Igor Gomes e Gabriel Sara; Rigoni e Marquinhos (Rojas). Técnico: Hernán Crespo.

Palmeiras: Weverton; Marcos Rocha, Felipe Melo, Gustavo Gómez e Renan; Danilo (Patrick de Paula), Raphael Veiga (Victor Luis), Gustavo Scarpa (Gabriel Veron) e Zé Rafael; Wesley (Breno Lopes) e Deyverson (Willian). Técnico: Abel Ferreira.

Definições:

Partida é a primeira da série de três Choques-Rei nas próximas semanas. Nos próximos dias 10 e 17, rivais duelam pelas quartas-de-final da Copa Libertadores, primeiro no Morumbi, depois no Allianz Parque.

No Brasileiro, empate interrompe série de sete vitórias do Palmeiras, mas mantém o Verdão na liderança, indo a 33 pontos, contra possíveis 31 do Atlético. Mas o resultado foi ainda menos oportuno para o São Paulo que, ainda tenha saído provisoriamente do Z-4, retorna em caso de vitórias de Sport e/ou América-MG.

Enquanto o Palmeiras tem a semana livre para se preparar para o duelo de sábado, contra o Fortaleza, o Tricolor volta a campo pela Copa do Brasil, decidindo vaga nas quartas-de-final contra o Vasco, em São Januário. Time paulista levará ao Rio a vantagem de 2 a 0 construída no Morumbi.

Continue Reading

Jogos

Trending

P