Connect with us

Flamengo

Efeito Renato: jogando bem, Flamengo presenteia torcida em Brasília com goleada e avanço sobre o Defensa

Published

on

O Flamengo voltou a vencer o Defensa y Justicia e está classificado para as quartas-de-final da Copa Libertadores 2021. Com presença da torcida, tendo 25% do público liberado no Mané Garrincha, em Brasília, na noite desta quarta-feira, a equipe de Renato Gaúcho voltou a apresentar bom futebol e venceu com propriedade o time argentino. Se na partida de ida o 1 a 0 foi o bastante, na volta os 4 a 1 ficaram barato.

Rodrigo Caio, Arrascaeta e Vitinho, duas vezes, fizeram os gols da goleada flamenguista. O gol do Halcón veio numa bobeada de Diego Alves, que chutou a bola em cima de Loaiza e a viu entrar. Equipes foram empatadas para o intervalo, mas o Fla definiu a partida na segunda etapa. Agora, o time carioca apenas acompanha a definição do confronto entre Inter e Olimpia para conhecer seu próximo adversário.

Crônica do jogo:

O Flamengo de Renato Gaúcho realmente é outro. A equipe iniciou jogando com alegria, partindo para cima do Defensa, que só assistia. E o gol veio com rapidez: logo aos 9’, Éverton Ribeiro bateu escanteio sob medida para Rodrigo Caio cabecear.

E a vantagem no jogo e no agregado não diminuiu em nada o ritmo do Mengão, que continuou em cima. Unsain viu a trave chacoalhar duas vezes, uma em conclusão de Bruno Henrique e outra em bela cobrança de falta de Arrascaeta, e trabalhou em outras oportunidades.

O time argentino expectava o jogo e se safava de sofrer mais gols. Porém, quando resolveu se abrir para o jogo, mais especificamente adiantar as linhas e pressionar a saída do Fla, foi beneficiado. Diego foi forçado a recuar para o goleiro Diego Alves, que tentou chutar para frente e acertou Loaiza. A bola foi parar no fundo das redes, num gol que caiu do céu para o Halcón.

E, de maneira incrível, o Fla voltou para a segunda etapa sentido com o gol sofrido. O time demorou a se encontrar e admitia o adversário em seu campo. As chances da virada não vieram, mas o Rubro-negro correu este risco.

Então, Renato colocou Michael, autor do gol em Florencio Varela, no lugar de Éverton Ribeiro, e sua estrela brilhou. Após bola alçada na área, o ex-Goiás emendou de primeira, bonito, acertando a trave. Na sobra, Arrascaeta cumprimentou, fazendo a festa em Brasília.

A partir dali a partida ficou mais tranquila para o Mengão. O Defensa se retraiu e o time da casa ficou à vontade. Confiança foi a chave: se Michael, outrora criticado, virou outro jogador, o que dizer então de Vitinho?

Ele, que já havia marcado contra o Bahia pelo Brasileiro, substituiu Bruno Henrique e brilhou diante da torcida no Mané Garrincha, indo às redes duas vezes, uma aos 82’, cortando para a canhota e batendo firme, outra já no último lance, invadindo a área e batendo no contrapé de Unsain.

Um primeiro tempo implacável que terminou com certo susto, seguido de um segundo tempo que fez jus ao volume do Fla.

Escalações:

Flamengo: Diego Alves; Isla (Matheuzinho), Gustavo Henrique, Rodrigo Caio e Filipe Luís; Willian Arão, Diego, Éverton Ribeiro (Michael) e Arrascaeta; Bruno Henrique (Vitinho) e Gabriel; Técnico: Renato Gaúcho.

Defensa y Justicia: Unsain; Matías Rodríguez, Paredes, Frias, Cardona e Soto; Escalante (Merentiel), Loaiza e Rotondi (Lucas Barrios); Walter Bou e Contreras (Tripichio). Técnico: Sebastián Beccacece.

Efeito Renato…

Depois de uma estreia apagada, na partida de ida contra o Defensa y Justicia em Florencio Varela, o Flamengo de Renato deu as caras no domingo, pelo Brasileirão. A equipe aplicou sonoros 5 a 0 no Bahia e se reencontrou com o grande futebol que desempenhou há duas temporadas. A equipe vinha sendo muito criticada ao longo do trabalho anterior, com Rogério Ceni.

A goleada desta noite mostra que o brilho do time flamenguista voltou a incidir. A equipe nunca deixou de mostrar o valor técnico e a aplicação tática, mas devolvê-la a confiança, a liberdade de jogo e a alegria é essencial para que exibições como esta se tornem rotina. A torcida, com razão, se empolga com o futuro do Flamengo por trás de Renato.

Revanche bem executada…

Se há uma semana e meia atrás a Argentina levanta a taça da Copa América contra o Brasil em pleno Maracanã, os clubes brasileiros da Libertadores atenuaram a situação, deixando para trás os Hermanos nos mata-matas. Atlético, São Paulo e Flamengo cumpriram o dever e estão nas quartas. Ademais, o Vélez Sarsfield foi outro a se despedir nesta quarta-feira, eliminado pelo Barcelona-EQU.

Desta forma, o último sobrevivente argentino é o River Plate, que deixou para trás o compatriota Argentinos Juniors. Brasileiros, em contrapartida, poderão ser seis dos oito melhores, caso Internacional e Fluminense avancem.

Definições:

O Flamengo aguarda o vencedor do confronto entre Internacional e Olímpia, que decidirão a vaga amanhã, no Beira-Rio. A primeira partida terminou em 0 a 0. Caso o Inter avance, equipes brasileiras farão reedição das quartas-de-final de 2019, ano do bicampeonato flamenguista.

Flamengo

Flamengo 0x1 Fluminense: confira o pós-jogo da partida pelo Campeonato Carioca

Primeiro clássico carioca da temporada, jogo eletrizante traz grandes acontecimentos e vitória tricolor sacramentada nos momentos finais

Published

on

O Fluminense saiu vencedor contra o Flamengo no primeiro clássico carioca da temporada 2022. O eletrizante jogo da tarde deste domingo (6), no Nilton Santos, teve de tudo: discussão, expulsão, gol anulado… e depois de tudo isso, John Arias marcou na reta final e deu a vitória ao Tricolor.

Na estreia da equipe titular do Flamengo em 2022, primeiro grande teste do comando do português Paulo Sousa, equipe rubro-negra não conseguiu aproveitar boas oportunidades ao longo do jogo e acabou castigada pelo gol tricolor na reta final. Leia a crônica da partida:

Crônica do jogo

Que Fla-Flu é sempre um jogo quente, não é novidade. Mas o primeiro clássico carioca de 2022 extrapolou o considerado normal no quesito confusão. Ao longo da primeira etapa, os estranhamentos aconteceram em diversas oportunidades, em diferentes duelos. O principal deles envolveu os experientes Felipe Melo e Diego.

Em campo, no que tange ao jogo, tivemos um Flamengo iniciando melhor e quase abrindo o placar logo no primeiro minuto de jogo, quando Gabigol obrigou Marcos Felipe a grande defesa. Depois, o Fluminense equilibrou as ações, a partir da metade da etapa inicial, e passou a criar chances de perigo. Numa delas, Willian Bigode chutou e Hugo Souza salvou a queima roupa, num milagre.

Quando a etapa inicial se encaminhava para o fim, novo foco de discussão, desta vez com os zagueiros Gustavo Henrique e David Braz. A arbitragem estendeu para sete minutos o tempo de acréscimo.

Na segunda etapa, o árbitro afirmou o pulso e decidiu não permitir que as confusões continuassem. Vitinho e Calegari se estranharam e o flamenguista chegou a desferir um soco no tricolor. Desta vez não houve perdão, os dois levaram vermelho.

E os juízes continuaram com protagonismo no jogo. Aos 28 do segundo tempo, Gabigol foi às redes, mas o gol foi anulado após revisão do VAR, minutos depois. O entendimento foi que o artilheiro rubro-negro estava à frente da defesa adversária.

E quando a partida se encaminhava para o placar fechado, o golpe fulminante veio do outro lado, do Flu. Já aos 43 minutos, Yago Felipe cobrou falta para a área e o colombiano John Arias subiu bem e cabeceou no cantinho do goleiro Hugo Souza. No clássico eletrizante, Tricolor na frente!

E a emoção foi até o fim. O Flamengo apertou e teve duas grandes oportunidades para evitar a derrota. Mas foi a vez de Marcos Felipe brilhar e fazer defesas incríveis, garantindo a enorme vitória tricolor. O primeiro clássico carioca da temporada é do Flu!

Escalações

Flamengo: Hugo Souza; Rodinei (Isla), Gustavo Henrique, Léo Pereira e Filipe Luís; Willian Arão, Diego (Marinho) e Andreas Pereira (João Gomes); Arrascaeta (Lázaro), Éverton Ribeiro (Vitinho [expulso]) e Gabigol. Técnico: Paulo Sousa.

Fluminense: Marcos Felipe; Nino, Felipe Melo (Martinelli) e David Braz; Samuel Xavier (Calegari [expulso]), André, Yago Felipe e Cris Silva; Luiz Henrique (Nonato), Fred (Cano) e Willian Bigode (Arias). Técnico: Abel Braga.

Definições

Com a vitória, o Flu sobe para a segunda colocação do campeonato, atrás apenas do Vasco da Gama. O Tricolor chega à terceira vitória consecutiva e, com 9 pontos, abre margem de quatro dentro da zona de classificação. O Fla estaciona na quarta colocação, com 7 pontos, e conhece sua primeira derrota na temporada.

As equipes voltam a campo para a próxima rodada do Cariocão, no próximo meio de semana. O Mengão encara o Audax Rio, em Volta Redonda, na quinta-feira (10). Já o Fluzão tem outro clássico no horizonte, desta vez contra o Botafogo, na sexta (11).

Continue Reading

Flamengo

Flamengo 2×1 Portuguesa-RJ: confira o pós-jogo da partida pelo Campeonato Carioca

Lázaro marca duas vezes e time de jovens do Mengão larga com vitória no Cariocão

Published

on

Os meninos da Gávea jogaram bem e o Flamengo estreou com vitória no Campeonato Carioca. Na noite desta quarta-feira (26), a vítima foi a Portuguesa da Ilha do Governador, no Luso Brasileiro, estádio que pertence à Lusa apesar do mando flamenguista. Com time totalmente composto por jovens da base, o Rubro-ngro foi comandado pelo treinador também das categorias de base, Fábio Matias. Porém, o novo comandante do time principal, o português Paulo Sousa, esteve nas tribunas e observou de perto.

Lázaro foi o grande nome do jogo, marcando os dois gols flamenguistas. A Portuguesa descontou com o lateral Sanchez, mas ficou nisso. Leia a crônica da partida:

Crônica do jogo

O Flamengo começou o jogo com apetite e, logo aos 4 minutos de jogo, após boa jogada, André Luiz sofreu pênalti. Lázaro converteu, já colocando o Rubro-negro na frente.

O gol tirou qualquer pressão sobre os meninos, e o Fla continuou pressionando o adversário, podendo alargar a vantagem. Paulo Sousa, o novo mister, certamente gostava do que via, considerando utilizar boa parte destes jovens na integração ao elenco principal que disputará os principais campeonatos da temporada.

Dominante, o Mengão controlava a partida e não dava chances para o perigo ao longo da primeira etapa. A Portuguesa não chegou a incomodar, mas quando rondou a área flamenguista, o goleiro Matheus Cunha também mostrou serviço.

Na segunda etapa, o Flamengo voltou obstinado a ampliar o marcador e encaminhar a vitória. E de novo Lázaro brilhou: aos nove minutos da etapa complementar, o meia dobrou o bicho e a vantagem do Mengão, desta vez acertando um belo chute no rebote do goleiro Carlão.

O show do menino Lázaro foi interrompido aos 20 da segunda etapa quando, com câimbras, teve de deixar o campo. Cinco minutos antes, viu a Portuguesa descontar, em bela cabeçada do lateral Sanchez.

Da metade até o final da segunda etapa, o Flamengo, em sua queda natural de ritmo, optou por cadenciar e garantir os primeiros três pontos e uma estreia com o pé direito no Campeonato Carioca.

Escalações

Flamengo: Matheus Cunha; Wesley, Cleiton, Gabriel Noga e Marcos Paulo; Igor Jesus (Kayke David), Matheus França e Yuri de Oliveira; Lázaro (Werton), André Luiz (Ryan Luka) e Thiaguinho (Petterson). Técnico: Fábio Matias.

Portuguesa-RJ: Carlão; Watson, Leandro Amaro, Suéliton e Sanchez; Wellington Cézar (Victor Paraíba), Rafael Fernão (Victor Feitosa) e Wilian (Patrick); Romarinho, Júnior Pirambu (Bruno Santos) e Andrezinho (Maikinho). Técnico: Marcus Grippi.

Definições

A exemplo do Vasco, o Flamengo foi outro grande carioca a largar bem no Carioca. O Mengão chega aos três pontos e projeta mais uma boa campanha na primeira fase do estadual, mesmo utilizando um time composto quase exclusivamente por jogadores da base. A Portuguesa tentará mais uma temporada de sobrevivência na elite estadual.

As duas equipes voltam a campo no próximo sábado (29) para novos compromissos do Campeonato Carioca. A Portuguesa recebe o Audax no mesmo Luso-Brasileiro, onde jogou como visitante na estreia. O Flamengo vai ao Raulino de Oliveira encarar o Volta Redonda.

Continue Reading

Flamengo

Flamengo vive temporada montanha-russa em 2021 e coleta aprendizados; confira a retrospectiva

Fla viveu troca de comandos e de perspectivas ao longo da temporada, mas acabou ficando sem as principais taças

Published

on

Melhor equipe do país nos dois anos anteriores, o Flamengo chegava à atual temporada naturalmente cercado de expectativas. O ano começou com a conquista do bicampeonato Brasileiro, referente à temporada 2020, e que se encerrou em fevereiro deste ano devido ao atraso decorrente da pandemia de Covid-19. Embalada, a Nação Rubro-negra queria gritar campeão mais vezes em 2021.

No entanto, o desfecho da temporada acabou se revelando trágico para o Fla. Numa temporada de altos e baixos, o time oscilou em seu padrão de competitividade e, por mais que tenha colecionado bons momentos, não fez o suficiente para sair campeão dos principais títulos do calendário nacional. Confira o balanço da temporada:

O passado na memória e o futuro acontecendo…

Pode-se afirmar que o “efeito Jorge Jesus” conduziu a opinião pública sobre o Flamengo no início da temporada. As lembranças do desempenho da equipe durante a passagem do português, no mágico ano de 2019, eram constantemente evocadas para avaliar o rendimento com o treinador de momento, Rogério Ceni.

Mesmo tendo conquistado o Brasileiro de 2020, o ex-goleiro era alvo de críticas de imprensa e torcida, que julgavam que a equipe carioca seria capaz de apresentar muito mais em campo. Mesmo sob desconfiança, Rogério Ceni aguentou o primeiro semestre inteiro, passando pelo Campeonato Carioca, do qual foi campeão, pela Libertadores, classificado em primeiro na fase de grupos. No entanto, após começar oscilante o Brasileiro, não resistiu.

O reencontro com o estado de magia…

O Fla estava com boas possibilidades em todas as competições que disputava — Brasileiro, Libertadores e Copa do Brasil —, mas precisava recuperar o estado de protagonismo para reafirmar a condição de favorito. Este era o desafio do sucessor de Rogério Ceni nas pranchetas. O nome escolhido foi o de Renato Gaúcho, que estava livre no mercado após deixar o comando do Grêmio no início da temporada, encerrando passagem de quase cinco anos pelo Tricolor Gaúcho.

As lembranças de um time vitorioso e de futebol bonito e envolvente — o Grêmio de Renato — reaqueceram as esperanças do torcedor Rubro-negro de ver sua equipe repetir as atuações que a consagraram há dois anos. E o começo não poderia ser melhor: dominante e avassalador no ataque, o Flamengo doutrinava os adversários com um futebol lúdico e artístico. As exibições iam muito além dos resultados, ainda assim os números iniciais espantavam, especialmente pela quantidade de goleadas. Cada atuação era um verdadeiro espetáculo.

Todo carnaval tem seu fim…

O estado de êxtase devolveu não apenas alegria, mas alta competitividade ao Flamengo. O time voltava ao protagonismo das principais competições, chegando na fase final dos mata-matas e perseguindo o Atlético no Brasileiro. As perspectivas eram otimistas para um desfecho dourado de temporada.

No entanto, ao chegar na hora H, a equipe carioca passou a apresentar erros cruciais. No início, muitos deles não chegavam a comprometer os resultados. Com o passar do tempo, foram se intensificando e multiplicando, interferindo no jogo flamenguista. Renato Gaúcho passou a ser questionado sobretudo pelo mau desempenho defensivo do Fla, causador de perda de pontos no Brasileiro.

E o grande choque veio na Copa do Brasil. Após empatar por 2 a 2 com o Athletico-PR, na primeira partida da semifinal, em Curitiba, o Flamengo perdeu por 3 a 0 para o Furacão no Maracanã e perdeu a vaga para a decisão. A goleada ofuscou virtudes e escancarou deficiências do jogo rubro-negro, e, assim, o otimismo deu lugar à desconfiança na temporada flamenguista.

Desandou…

A sucessão de acontecimentos gerou um efeito bola de neve. Com “apenas” dois campeonatos em disputa, a diretoria do Flamengo foi categórica ao pedir para que Renato Gaúcho apostasse fichas no Brasileirão, mesmo com uma diferença tão grande do Fla, vice-líder, para o Atlético-MG, líder. A equipe teria a decisão da Libertadores pela frente, contra o Palmeiras, mas a ordem era lutar com todas as forças pelo título nacional.

As esperanças chegaram a ser reativadas quando o Rubro-negro venceu o chamado “jogo de seis pontos” contra o Atlético no Maracanã. Porém, o time oscilou logo em sequência e permitiu ao Galo voltar a abrir distância. O Brasileiro não estava para o Flamengo, restando como única esperança a Libertadores.

Veio, então, a grande decisão em Montevidéu. E se há algo que sabemos sobre decisões é que elas são definidas nos detalhes. E o detalhe foi cruel com o Mengão. Andreas Pereira, reforço da temporada, chegou ganhando elogios, um dos nomes mais conhecidos da equipe, errou na prorrogação e ocasionou o gol do título palmeirense. Após a decisão, Renato Gaúcho pediu para deixar o comando do time.

Ficam as lições…

Apesar das frustrações nos principais campeonatos, o Flamengo teve muitos pontos altos em 2021. O principal deles pode ser sobre peças do elenco: Michael desencantou e foi grata surpresa não apenas na Gávea, mas no país inteiro. Da base flamenguista, jogadores como Matheuzinho, João Gomes e Ramon foram bem e pedem passagem no time titular.

Um planejamento sólido, levando em consideração os aprendizados, pode fazer com que o 2022 do Flamengo dê mais frutos. Ficam notórias as principais virtudes deste time, bem como os eventuais erros no caminho. Boas escolhas, no comando e nas peças do elenco, poderão fazer com que o time tenha mais do que as memórias do passado, mas construa o presente que a torcida espera.

Foto: CR Flamengo / Divulgação

Continue Reading

Últimas

Apostas1 semana ago

Corinthians segue com dívidas assustadoras, mas recuperação parece avançar

Photo: Unsplash O Sport Club Corinthians Paulista vive crise financeira há muitos anos, assim como tantos outros clubes brasileiros. Porém,...

Foto: Alê Vianna/CA Juventus Foto: Alê Vianna/CA Juventus
Notícias2 semanas ago

Joia da base do Juventus, Filipinho é emprestado ao Ibrachina para a sequência do Paulista Sub-20

Tido como uma das grandes promessas do Moleque Travesso, meia de 19 anos reforça equipe rubro-anil para a disputa da...

Foto: Comunicação/Vila Nova Foto: Comunicação/Vila Nova
Notícias2 semanas ago

Itumbiara acerta retorno de Lucas Lucena, ex-Botafogo e Bahia, para disputa da Divisão de Acesso do Goiano

Volante de 25 anos volta ao Gigante do Vale, após boa passagem em 2019, para ajudar a recolocar o clube...

Cruzeiro3 semanas ago

Cruzeiro x Brusque Ao Vivo: Palpites, Onde Assistir, Prognósticos

Cruzeiro x Brusque se enfrentam neste sábado (30) pela 21 do Brasileirão Série B 2022. Veja abaixo os palpites para...

Foto: Divulgação Foto: Divulgação
Notícias4 semanas ago

Com passagem pelo futebol peruano, Bruninho Alex reforça o América TO para a disputa da Segundona Mineira

Lateral de 22 anos chega ao Dragão com contrato até o fim do estadual. O América de Teófilo Otoni segue...

Foto: Guilherme Drovas/Botafogo-PB Foto: Guilherme Drovas/Botafogo-PB
Notícias1 mês ago

Esquerdinha celebra retorno ao Botafogo-PB após lesão e se coloca à disposição para duelo contra o Ypiranga-RS pela Série C: “Pronto para ajudar”

Recuperado de entorse no tornozelo, meia do Belo entrou no segundo tempo do empate com o Floresta, e poderá retomar...

Foto: Rafael Melo/Santa Cruz Foto: Rafael Melo/Santa Cruz
Notícias1 mês ago

Com apoio da torcida coral, Tarcísio crê em vaga do Santa Cruz no mata-mata da Série D: “Eles jogarão com a gente”

Meia do Tricolor acredita na força das arquibancadas do Arruda para vencer o Lagarto, neste sábado (16), e não depender...

Foto: Guilherme Pannain Foto: Guilherme Pannain
Notícias1 mês ago

Lucena crê em vitória fora de casa para manter Tupynambás vivo na briga pelo acesso no Módulo 2 do Mineiro

Volante do Baeta confia em triunfo sobre o Boa Esporte, nesta sexta-feira (15), em Varginha, para equipe seguir com chances...

Foto: John Wesley/Paysandu Foto: John Wesley/Paysandu
Notícias1 mês ago

Recuperado de lesão, Igor Carvalho celebra retorno no Paysandu e mira duelo contra o Confiança pela Série C

Lateral-direito entrou no segundo tempo do clássico Re-PA, participou do gol de empate do Papão, e deverá retomar a titularidade...

Buscas Jogos e Times

Pesquisa de Times ou Ligas
Generic filters

Futebol Hoje

Trending

P