Libertadores: Nacional-URU, Atlético Nacional e U. Católica batalham por uma vaga no Grupo F

| |

O Grupo F da Copa Libertadores já tem o primeiro colocado definido: é o Argentinos Juniors, cujo início empolgante de campanha já remete à grande conquista sul-americana. A outra vaga em aberto será decidida nesta quarta-feira, na disputa simultânea entre as duas partidas paralelas do grupo. Nacional do Uruguai, Atlético Nacional de Medellín e Universidad Católica estão vivos na disputa.

O time uruguaio receberá o Argentinos em Montevidéu, com obrigação de vencer para manter acesas as chances de avanço. Já em Santiago, chilenos e colombianos fazem disputa em que aquele que sair vencedor garante a classificação (caso da Católica) ou ao menos fica muito próximo (caso do Atlético). Ambas partidas serão disputadas às 23h, horário de Brasília.

Siga todas as partidas e resultados da Libertadores:

Copa Libertadores

Leia mais:

Neste momento, a Universidad Católica ocupa a segunda colocação, com 6 pontos (saldo -2). Logo atrás, os dois “Nacionais” têm 5 pontos cada, com o colombiano à frente pelo próprio saldo (-1 a -3).

Vencer em San Carlos de Apoquindo é o bastante para o time chileno garantir a vaga pela pontuação. Já em caso de vitória do Atlético no Chile, é o time colombiano que põe uma mão na vaga, podendo ser ultrapassado pelo Nacional apenas em caso de goleada do Bolso no Uruguai.

Para o Nacional do Uruguai, o resultado que interessa é o empate em Santiago. Assim, depende de uma vitória simples em Gran Parque Central para deixar Católica e Atlético para trás na pontuação. Em caso de vitória dos Verdolagas, as chances se mantêm, mas, como frisado, haverá a obrigatoriedade de descontar o saldo.

Rodada anterior e conjuntura…

Praticamente eliminado, o Nacional bateu a Universidad Católica em Montevidéu, na terça-feira da semana passada (18), e reviveu no grupo. Foi a primeira vitória dos uruguaios.

A Universidad Católica, por sua vez, vinha de duas vitórias e, caso engatasse a terceira, resolveria virtualmente toda a situação ainda na rodada anterior, tendo praticamente de cumprir tabela em casa na última rodada. No entanto, a derrota na capital uruguaia deixa a disputa equilibrada.

Já o Atlético Nacional perdeu na última rodada para o Argentinos, jogando em Buenos Aires, e se complicou. O time verdolaga soube o que é vencer na fase de grupos apenas na primeira rodada. O adversário, por sinal, era a própria Católica, sobre quem deverá fazer a “dobradinha” para disputar os mata-matas da Libertadores pela primeira vez desde 2016, ano em que conquistou seu bicampeonato continental.

Anterior

Atlético-MG faz melhor campanha da fase de grupos da Libertadores pela 2ª vez

Philip celebra primeiro título no Manaus e dedica conquista à torcida: “Nos apoiaram mesmo à distância”

Próximo

Deixe um comentário

P