Médicos da Premier League estão preocupados com consulta mínima antes do Project Restart

1
205
medicos premier league temem retorno precoce

Quase metade dos médicos da Premier League não acredita ter sido devidamente consultada antes do Project Restart.

Pelo menos é essa a informação que a Associação de Medicina e Performance do Futebol (FMPA) informou após a conclusão de sua pesquisa com médicos, fisioterapeutas e todos os especialistas da área de saúde que estão envolvidas com os jogadores.

Segundo os cientistas esportivos, não há informações suficiente para o retorno aos campos de treinamento. Na própria EFL, cerca de 68% dos profissionais disseram que não foram consultados sobre o assunto.

Copa do Mundo de Futsal já tem data marcada! Ficou para 2021.

Então o diretor de futebol da Premier League, Richard Garlick, informou que as seguradoras estão satisfeitas com o nível de cobertura dos jogadores e também de seus familiares. A única preocupação é entre os profissionais médicos para o retorno das atividades.

Já Eamonn Salmon, executivo-chefe da FMPA, disse que lamenta que a FMPA não tenha sido solicitada para que seus membros fossem consultados juntamente à Associação de Gerentes da Liga e à Associação de Jogadores Profissionais de Futebol neste processo.

Ele disse que acredita que tenham enviado a mensagem errada aos membros, de forma inconsciente ou não, descartando as opiniões. “Eles são funcionários da linha de frente e estão implementando estratégias, onde as suas visões coletivas deveriam ser ouvidas”.

A FMPA ainda não recebeu uma cópia do protocolo médico do PL ou EFL.

Envolvimento da FIFA

Michel d’Hooghe, presidente do comitê médico da FIFA, disse a alguns dias que há um grande risco do retorno rápido do futebol em meio à pandemia. A sua sugestão foi que o futebol deveria ser interrompido até o início da próxima temporada, quando até lá deveria ser estudado e implementado regras mais rígidas e específicas de higiene nos estádios.

Volta aos treinos

Alguns jogadores e treinadores já mencionaram que os treinos foram retomados em toda a Inglaterra, onde as equipes da primeira divisão já foram autorizadas para treinar em pequenos grupos a partir da próxima quarta-feira (20/05).

Todos eles estão bem conscientes de que esta é uma Fase Um do retorno. Nela haverá um distanciamento social do treinamento individual e o treinador. A preocupação é maior na fase Dois, quando os jogadores serão treinados em grupos de três a seis pessoas, durante seis dias. Seis dias depois serão 11 contra 11, onde fica bem difícil haver o distanciamento social.

1 COMMENT

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here