Connect with us

Corinthians

Muito tempo na assessoria de imprensa é o que tem irritado treinador do Timão sobre 2022

Published

on

noticias faltas tem irritado sylvinho na serie a

O Corinthians terminou sua participação no Brasileirão 2021 nesta quinta-feira (09/12), em um confronto contra o Juventude. Mas apesar da derrota por 1 a 0 e do início de temporada difícil, a equipe paulista conquistou uma das vagas diretas na Libertadores de 2022.

Assim o Timão deixa este ano com a sensação de dever cumprido e começa a projetar planos maiores para 2022.

E entre estes planos está a permanência de Sylvinho, que vem sendo “bancado” pela diretoria, mesmo com muita crítica da torcida. O treinador conseguiu bons resultados na temporada e reviveu as esperanças dentro da Neo Química Arena.

Mas Sylvinho se sente irritado sobre o que acontece na imprensa.

Muito “bla, bla, bla”

O treinador relatou após a derrota para o Juventude que precisa estar muito tempo diante da imprensa para explicar coisas que nunca aconteceram ou desmentir “fake news” criadas a todo instante sobre ele e sobre o elenco.

Nesta semana, muitos portais citaram que ele entregaria o cargo após o último jogo no Brasileirão. Essa ação seria justamente por conta das cobranças que viveu nos últimos meses.

Sobre este tema, ele disse que é muito triste o tempo atual, há muitas notícias falsas, que fazem todos perder tempo falando com a assessoria de imprensa. Inclusive há pessoas sérias que ligam e perguntam se é verdade e a todo instante é preciso parar o trabalho para ocupar o tempo com estas questões.

Após o jogo do Juventude o treinador informou que nunca passou pela sua cabeça pedir demissão. Muitos estão elogiando o trabalho no clube e que a vaga direta na Libertadores foi uma grande conquista. “É normal que venha a pressão, é uma camisa pesada, mas estamos todos nos preparando para a temporada 2022”.

“Ter que gastar 24h para desmentir algo, explicar coisas que nunca passaram por minha cabeça, é muito ruim, é ridículo”.

“Escutem os atletas, eles têm falado do trabalho correto, honesto e de muita virtude que estamos fazendo no Corinthians”.

Reforços

Para 2022 os projetos já começaram este ano. Sylvinho e a diretoria tem conversado sobre alguns nomes para a próxima temporada. É só questão de tempo para que o Timão mostre sua força, assim como foi em 2021.

Foto: @Corinthians/@FelipeSzpak

Corinthians

Como escalar o Corinthians? Veja algumas das possibilidades para formar a equipe

Published

on

O Corinthians ainda não encontrou seu novo treinador. O nome mais ventilado dos últimos dias é o do português Luís Castro, que negocia também com o Botafogo e estaria, inclusive, mais perto dos cariocas. A procura continua, e, enquanto isso, o Timão vai sendo comandado por seu auxiliar Fernando Lázaro.

A saída de Sylvinho foi bem vista por grande parte da torcida, que acreditava que a equipe, uma das melhores do país no papel, deveria render melhor em campo. E uma das principais queixas com o antigo treinador é justamente a falta de variações de esquemas táticos. Apesar da enorme versatilidade que as peças oferecem, Sylvinho persistiu no 4-1-4-1 e exauriu a Fiel.

Dessa forma, não restam dúvidas de que o próximo comandante corintiano terá a tarefa da rotação como uma obrigação, afinal, os torcedores querem ver a equipe testando possibilidades. E não é para menos: em um time com tantas opções, especialmente do meio pra frente, é inevitável que surjam, naturalmente, diferentes formações. Confira algumas delas:

4-2-2-2

Formação típica no futebol brasileiro, tendo Vanderlei Luxemburgo como um dos principais entusiastas, o 4-2-2-2 traz leveza ao time e prevê interações curtas nas criações de jogadas, o que favoreceria a criatividade. A mobilidade fica em primeiro plano, deixando um pouco de lado a setorização.

O esquema daria possibilidade para que Giuliano e Willian fizessem dupla de meias, tendo Paulinho como variável (reserva imediato ou iniciador a depender de como o jogo se apresenta). No ataque, uma dupla móvel com o garoto Gabriel Pereira tendo liberdade para interagir fora da área, mas aproveitando de sua explosão para invadir o grande quadrado, como típico segundo atacante.

Escalação:

Cássio (Ivan); Fagner, João Victor, Gil (Raul Gustavo) e Fábio Santos (Lucas Piton ou Bruno Melo); Du Queiroz (Cantillo) e Renato Augusto; Giuliano e Willian (Paulinho); Gabriel Pereira e Róger Guedes.

4-1-3-2

Nesta possibilidade, um meio campo mais denso que priorizaria construção em toques curtos somaria a um ataque móvel, sem referências claras na área; todos participam da construção de jogadas gradualmente. Um exemplo similar é o do Flamengo de 2019, sob comando de Jorge Jesus.

Um volante se posicionaria atrás da trinca de meias (Du Queiroz dá mais segurança defensiva, Cantillo contribui melhor com o primeiro passe), mas, na prática, seria auxiliado por outros jogadores do setor – especialmente Paulinho e Renato Augusto. Gabriel Pereira seria opção para entrar tanto no ataque quanto no meio, especialmente sendo o meia pela direita, onde tem origem. Willian ficaria mais à frente, como segundo atacante deslocado, mas que buscaria a interação com os construtores, coisa que Guedes já vem – e continuaria – fazendo.

Escalação:

Cássio (Ivan); Fagner, João Victor, Gil (Raul Gustavo) e Fábio Santos (Lucas Piton ou Bruno Melo); Du Queiroz (Cantillo); Paulinho (Gabriel Pereira), Renato Augusto e Giuliano; Willian e Róger Guedes;

4-3-1-2

Boa opção para jogos onde se requer uma postura mais conservadora, o trio de volantes/meio-campistas protege a intermediária e dá uma saída rápida, inclusive possibilitando mais descidas dos laterais.

É a oportunidade para que Cantillo seja, enfim, titular, e tenha uma função fundamental: primeiro dos três volantes, faria o regimento do meio do campo. A seu lado, Du Queiroz daria a dose de segurança defensiva e Renato Augusto (ou Paulinho) faria a conexão com o setor de frente. Giuliano ganharia liberdade para armar o jogo e, na frente, Guedes e Willian, novamente mais avançado. GP entraria tanto para jogar na dupla de ataque quanto para compor meio com Giuliano.

Escalação:

Cássio (Ivan); Fagner, João Victor, Gil (Raul Gustavo) e Fábio Santos (Lucas Piton ou Bruno Melo); Cantillo, Du Queiroz e Renato Augusto (Paulinho); Giuliano; Willian (Gabriel Pereira) e Róger Guedes;

3-4-2-1

Com três zagueiros, o Timão teria um pouco mais de densidade no meio, mas compensaria tendo mobilidade nas alas.

Lucas Piton, próprio da função pela esquerda, ficaria com a vaga. No meio, Cantillo e Renato Augusto seriam essenciais na distribuição, principalmente ao acionar o jogo pelos lados, e poderiam fazer marcação por zona, sem se preocupar com o duelo direto defensivo (se for este o caso, Du Queiroz entra). Giuliano e Willian cairiam pelos lados para interagir com os dois alas (e Paulinho seria a reposição fixa para qualquer um dos dois). Na frente, Jô pode voltar e ser o homem de referência, recuando ou tomando lugar de Guedes – que, por sinal, também se daria bem atuando na linha de dois.

Escalação:

Cássio (Ivan); João Victor, Gil e Raul Gustavo (Bruno Melo); Fagner, Cantillo (Du Queiroz), Renato Augusto e Lucas Piton; Willian (Gabriel Pereira) e Giuliano (Paulinho); Róger Guedes (Jô).

3-1-4-2

Nesta outra hipótese, também de três zagueiros, teríamos quase todas as estrelas corintianas colocadas juntas em campo.

Isso porque Fagner seria deslocado para fazer o zagueiro pelo lado direito, um defensor que auxiliaria na construção desde a base da jogada – assim como Raul Gustavo, zagueiro pela esquerda. Os alas seriam GP e Piton – este com mais obrigações defensivas, podendo eventualmente recompor linha de 4 na defesa. O volante seria tanto Du Queiroz como Cantillo, sempre dependendo de como o jogo se apresenta.

Na linha de meio-campo, Renato e Paulinho fariam dupla de volantes, ou Giuliano se apresentaria um pouco mais espetado à frente. Willian, na prática, teria liberdade para se locomover e interagir principalmente com Paulinho e Renato, na criatividade e GP, com Róger, na mobilidade.

Escalação:

Cássio (Ivan); Fagner, João Victor e Raul Gustavo (Gil); Du Queiroz (Cantillo); Gabriel Pereira, Renato Augusto, Paulinho (Giuliano) e Lucas Piton; Willian e Róger Guedes.

Continue Reading

Corinthians

Cantillo está na Colômbia e desfalca Corinthians no clássico contra o Santos

Published

on

Cantillo está na Colômbia e desfalca Corinthians no clássico contra o Santos

O Corinthians entra em campo na noite desta quarta-feira (02/02) no clássico contra o Santos, a partir das 21h35, pela terceira rodada do Campeonato Paulista. O jogo acontece na Neo Química Arena e é a oportunidade para o Timão se manter líder do Grupo A.

Por outro lado o Santos que vem de uma derrota e um empate nas primeiras rodadas, precisa da vitória para chegar à zona de classificação no Grupo D.

Desfalques

Mas o Corinthians vem à campo desfalcado. Cantillo está na Colômbia para ajudar a Seleção na etapa de classificação para a Copa do Mundo no Qatar. Além do colombiano, Sylvinho não vai poder contar com a presença do ídolo Cássio, que testou positivo para Covid.

Bruno Melo foi liberado para resolver problemas pessoais, Willian vai ser poupado neste clássico e Ruan Oliveira está passando por uma revisão cirúrgica de lesão.

Assim o treinador deve mandar à campo a seguinte escalação:

  • Matheus Donelli, Fagner, João Victor, Gil e Lucas Piton; Du Queiroz, Giuliano e Renato Augusto; Róger Guedes, Gustavo Mosquito e Mantuan.

Mostrar trabalho

Mas a torcida não está contente com o trabalho de Sylvinho, assim como foi no fim de 2022, apesar do trabalho que levou o Corinthians da ameaça de rebaixamento à classificação para a Libertadores.

Na última rodada o Timão venceu o Santo André, mas o desempenho não foi agradável para muitos. Assim o clássico contra o Santos vai servir para dar confiança novamente à torcida.

Mas o Santos também precisa mostrar trabalho. Com apenas 1 ponto e pouco futebol contra o Inter de Limeira e Botafogo SP, o alvinegro precisa de uma vitória para avançar na competição.

O clube contará com o retorno do treinador Fábio Carille ao banco, que está recuperado da Covid. E será também a estreia do camisa 10, Ricardo Goulart.

Foto: @Corinthians/Rodrigo Coca.

Continue Reading

Corinthians

Corinthians 0x0 Ferroviária: confira o pós-jogo da parida pelo Campeonato Paulista

Faltou o gol: Timão pressionou muito a Ferrinha em Itaquera, mas não conseguiu movimentar o placar e só empatou em estreia no Paulistão

Published

on

Ficou devendo: jogando na capital paulista, o Corinthians ficou no empate sem gols com a Ferroviária na estreia das duas equipes no Campeonato Paulista 2022. O Timão martelou de todos os jeitos, mas a bola insistiu em não entrar na noite desta terça-feira (25), na Neo Química Arena.

Em uma grande atuação do goleiro Saulo, da Ferrinha, a equipe do Interior Paulista conseguiu segurar o resultado e celebra o empate conquistado. Leia a crônica da partida:

Crônica do jogo

O Corinthians começou a partida envolvendo a Ferroviária através de bom toque de bola. As triangulações de ataque resultaram na criação de boas oportunidades, porém a equipe de Sylvinho não conseguiu converter as oportunidades em gol.

A Ferrinha, de Elano, por sua vez, conseguia escapar em contra-ataques e ameaçar a meta de Cássio. A etapa inicial se encerrava com a promessa de gols para a complementar.

E assim que veio a segunda etapa, o jogo ficou de fato mais aberto. O Corinthians saiu da triangulação paciente para o ataque impetuoso e incisivo. A Ferroviária também aproveitava os espaços dados pelo meio-campo corintiano para arrumar contragolpes e tentar surpreender na Neo Química Arena.

Atração do Corinthians, Paulinho fez sua reestreia com a camisa alvinegra. E a entrada do volante fez diferença na criação corintiana. Por ele passaram muitas das jogadas da equipe, em maioria promissoras. Mas o insistente zero a zero não saía do placar.

O relógio andava e a pressão corintiana se intensificava, afinal o placar fechado em casa na estreia do Paulistão incomodava, e os jogadores mostraram que queriam sair da agonia para o alívio. A equipe de Araraquara, mais do que satisfeita com o bom resultado fora de casa, se acuava cada vez mais.

As chances vinham em profusão. O Timão martelava, martelava, martelava, mas não conseguia vencer o goleiro Saulo, melhor em campo àquela altura. O meio e o ataque faziam boa partida, a construção de jogo até tinha uma boa fluidez, mas no detalhe principal, que é a definição o Timão ficou devendo na estreia do Paulistão.

As oportunidades claras de gol apareceram até, literalmente, o último minuto de jogo. Já no abafa, o zagueiro Gil subiu bem e quase marcou de cabeça num escanteio. Ao apito final, o Coringão registrou 21 finalizações ao total, com sete em direção ao gol. Mas não era dia da bola entrar, definitivamente.

Escalações

Corinthians: Cássio; Fagner, João Victor, Gil e Lucas Piton; Du Queiroz (Paulinho), Renato Augusto, Giuliano, Willian (Gustavo Mosquito) e Róger Guedes; Mantuan (Gabriel Pereira). Técnico: Sylvinho.

Ferroviária: Saulo; Bernardo, Arthur (Léo Rigo), Didi e João Lucas; Marquinhos, Uillian Corrêa, Gegê e Murilo Rangel (Rafael Luiz); Netto (Hygor) e Bruno Mezenga. Técnico: Elano.

Definições

As equipes largam com um ponto cada. O Corinthians inaugurou o Grupo A, que conta ainda com Guarani, Inter de Limeira e Água Santa. A Ferroviária, por sua vez, foi a primeira a pontuar no Grupo B, que conta com São Bernardo, São Paulo e Novorizontino, que perdeu para o Palmeiras na partida de abertura do campeonato, no último domingo.

Ambos voltam a campo no final de semana. A Ferroviária estreia em casa no sábado (29), recebendo o Água Santa, na Fonte Luminosa. Já o Timão tem desafio fora de casa no ABC Paulista, no próximo domingo (30), quando encarará o Santo André.

Continue Reading

Últimas

Apostas5 horas ago

Jogadores de futebol brasileiros que adoram jogar

O crescimento no interesse por jogos de apostas e cassinos atrai cada vez mais as atenções do mundo todo. O...

Apostas6 horas ago

Diferenciais que fazem Starcraft II popular no mundo das apostas

O mundo dos jogos está cada vez mais conectado com o mercado de apostas, sendo que alguns games se destacam...

Notícias4 dias ago

Bia Zaneratto comemora hat-trick e ótima fase da equipe feminina do Palmeiras no Campeonato Brasileiro

Foto: Fabio Menotti / Palmeiras.com.br O Campeonato Brasileiro Feminino entra em pausa a partir de agora até agosto em função...

Foto: Guilherme Pannain Foto: Guilherme Pannain
Futebol do Interior4 dias ago

Mesmo fora de casa, Lucena mira reabilitação do Tupynambás no Hexagonal Final do Módulo 2

Depois da derrota em Juiz de Fora, volante do Baeta garante equipe impositiva em busca da vitória no domingo (26),...

Foto: Divulgação/ASA Foto: Divulgação/ASA
Notícias5 dias ago

Diego Rosa celebra gol decisivo e aposta no fator casa para ASA encaminhar classificação na Série D do Brasileiro

Determinante na vitória fora de casa sobre o CSE, na última rodada, meia do Fantasma crê em novo triunfo no...

Notícias5 dias ago

Com gol e assistência, Gabriel Bispo é decisivo pelo KuPs na Veikkausliiga

Líder da Veikkausliiga, a principal Liga da Finlândia, o KuPs chegou a nona vitória em 12 jogos na competição. A...

Foto: Taísa Lazari Foto: Taísa Lazari
Futebol do Interior5 dias ago

Capitão do Osvaldo Cruz, Nicholas crê em vitória fora de casa para garantir classificação na Segundona do Paulista

Lateral do Azulão garante time impositivo no sábado (25), diante do Grêmio Prudente, no Prudentão, para não depender de outros...

Apostas1 semana ago

Por que muitos jogadores jogam em cassinos com Bitcoin?

Apostas esportivas e jogos de casino online estão cada dia mais em alta e toda experiência mudou muito ao longo...

Apostas1 semana ago

As equipes favoritas para vencer a Copa do Mundo em 2022

A próxima edição da Copa do Mundo da FIFA 2022, no Catar, começa na segunda-feira, 21 de novembro, com a...

Buscas Jogos e Times

Pesquisa de Times ou Ligas
Generic filters

Futebol Hoje

Trending

!-- Global site tag (gtag.js) - Google Analytics -->
P