Muller se reinventa, volta a ser protagonista e conquista a Champions novamente com o Bayern

| |

O Bayern de Munique conquistou a Uefa Champions League no último domingo ao bater o PSG em Lisboa por 1 a 0. O time alemão voltou a depender de um grande jogador que estava caindo de rendimento nos últimos anos: Thomas Muller.

O jogador de 30 anos teve as temporadas passadas muito abaixo do que costumava apresentar tanto em termos de jogos, quanto de gols e assistências.

A má fase o fez passar em branco na Copa do Mundo de 2018 e pouco tempo depois ser considerado carta fora do baralho para a seleção alemã. O técnico Low chegou a afirmar que não convocaria mais o jogador do Bayern, que por lá também vinha perdendo espaço.

Entretanto, na temporada 2019/2020, Muller se reinventou. O jogador, que já vem se tornando um veterano, mudou seu posicionamento em campo.

De um atleta que gostava de jogar nas pontas ou até mesmo como centroavante em alguns momentos, passou a jogar mais centralizado, flutuando no campo e buscando mais passes a gol, voltando a viver um grande momento de sua carreira.

Muller se tornou titular absoluto novamente e um líder para um elenco com vários jovens jogadores como Coman, Gnabry, Davies, entre outros.

Sua ótima temporada o credencia a fazer Low pensar em mudar de ideia e novamente o convocá-lo para a Alemanha.

Certo é que Thomas Muller mostrou que não estava acomodado e buscou novas formas de render e seguir fazendo história no Bayern de Munique.

Anterior

Bahia x Ceará: Prognóstico, Placar Ao Vivo e Onde Assistir o Jogo

Série C: Ferroviário repete 2019 e vê classificação ameaçada ao fim da 1ª fase

Próximo

Deixe um comentário

P