O bom ano do futebol maranhense até aqui; Imperatriz é ponto fora da curva

Importante na cultura e economia nacional, o estado do Maranhão é também apaixonado por futebol. É comum vermos o Castelão de São Luís, templo máximo do esporte local, levar multidões, especialmente das principais torcidas do estado, Sampaio Corrêa e Moto Club.

Se o desempenho recente das equipes maranhenses era considerado incompatível ao fervor dos torcedores, a temporada 2020 vem para confirmar uma ascensão das equipes locais.

São quatro os representantes do Maranhão no Campeonato Brasileiro: Sampaio Corrêa, Imperatriz, Moto Club e Juventude Samas; o primeiro na Série B, o segundo na Série C, os outros dois na Série D.

Sampaio Corrêa:

Dono da mais incrível recuperação em todas as divisões, a Bolívia Querida, sob comando de Léo Condé, deixou a lanterna da competição após um ponto em apenas cinco jogos, e, com a vitória desta terça-feira sobre o Náutico, chegou à vice-liderança da Série B, com três pontos de vantagem sobre o Juventude, primeiro fora do G4.

De quebra, arrematou o campeonato estadual, encerrado no fim de setembro, sobre o arquirrival Moto Club;

Moto Club:

Vendo o rival Sampaio alcançar voos altos e brigar para chegar à Série A, que não disputa desde 1986, o Moto Club não quer ficar para trás. O Papão está em 3º no Grupo A2 da Série D, buscando o retorno à Série C, disputada pela última vez em 2017;

Série C: Ferroviário repete 2019 e vê classificação ameaçada ao fim da 1ª fase

Juventude-MA:

O modesto Juventude, de São Mateus do Maranhão, está em uma competição nacional apenas pela segunda vez em sua história – disputou a Série C de 1995, ainda como Duque de Caxias.

Em 2020, disputa a Série D após ser campeão da Copa da Federação Maranhense, e, no mesmo grupo do Moto Club, ocupa a 4ª colocação, posição que lhe garante o avanço para a fase de mata-matas e aviva o sonho de chegar à Série C em 2021;

Imperatriz:

O Cavalo de Aço fez grande campanha na Série C de 2019, se classificando para os mata-matas junto ao Sampaio Corrêa e por pouco não subindo junto ao conterrâneo – a eliminação para o Juventude cancelou o sonho do acesso seguido.

Em 2020, contudo, o desempenho do Imperatriz é péssimo, indo na contramão da boa temporada das demais equipes maranhenses. Já rebaixado, o time soma apenas um ponto em 15 jogos no Grupo A da Série C.

Murilo Demarch
Desde 2015, redator, revisor e editor em websites, responsável por criação de conteúdo e exploração de bases de conteúdos de sites nacionais e internacionais

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Últimas

Fernando Diniz volta à Arena após passagem pelo Athletico em 2018; o que mudou?

Líder do Campeonato Brasileiro 2020 com 56 pontos, o São Paulo terá compromisso difícil contra o Athletico-PR,...

Buscando permanência histórica, Confiança encara Oeste

A sequência recente do Confiança deixa o torcedor proletário preocupado – sete derrotas e apenas uma vitória...

Vasco x Coritiba – 10 anos atrás, uma grande decisão

Vasco e Coritiba se encontram neste sábado, em São Januário, pela 30ª rodada do Campeonato Brasileiro 2020,...

Portuguesa aposta na experiência para 2021

Campeã da última Copa Paulista e classificada à Série D, a Portuguesa de Desportos vem planejando um...

Confira as combinações e possibilidades de acesso em ambos grupos da Série C

A Série C entrará em sua rodada final neste fim de semana e definirá os quatro calouros...

Mesmo dependendo de resultados, Jeferson acredita no acesso do Londrina à Série B

Zagueiro e capitão do Tubarão é otimista quanto a combinação favorável de placares na última rodada do...

Última Hora

Buscando permanência histórica, Confiança encara Oeste

A sequência recente do Confiança deixa o...

Leia MaisRelacionado
Recomendamos