O Campeonato Brasileiro com mais pênaltis de todos os tempos

O Campeonato Brasileiro de 2019 é a competição com mais pênaltis desde a sua criação. Mas os jogadores estão mais violentos? Os juízes estão mais em cima do lance? Qual a explicação para uma temporada com tantos pênaltis?

A resposta é o VAR. Este Brasileirão vem sendo marcado por uma participação super ativa do árbitro de vídeo, onde em muitos casos as caídas dos jogadores na pequena área, já ativa o VAR automaticamente e normalmente quando ele é acionado, o pênalti está “garantido”.

A magia do futebol estava nos erros e acertos dos árbitros, mas hoje eles praticamente não “erram” mais. E a inclusão do VAR no Brasileirão deste ano, fez com que o número de pênaltis se multiplicasse.

Palmeiras pode atravessar Cruzeiro e fechar com Orejuela para 2019.

Número de pênaltis

Até o momento, durante estas 26 rodadas, há uma média de 3,2 pênaltis por rodada, sendo que já foram marcados 85 ao longo do campeonato.

Em 2018 quando o VAR não estava ativo no brasileirão, a média havia ficado em 2,44 por rodada.

A “culpa” é só do VAR?

O número multiplicou, mas será que somente o VAR foi o responsável por este aumento? Não, o campeonato vem adotando uma série de mudanças nas regras, com base na International Board.

Hoje um toque não intencional com a mão é considerado pênalti quando o jogador estiver com o braço acima do ombro ou a mão. Se a mão estiver distante do corpo de forma intencional, ampliando o espaço do atleta, também é pênalti.

Muitos discordam do VAR, pois são duas mentes trabalhando sobre um mesmo lance. O juiz deve estar preparado e em cima da jogada para marcar conforme bem entender e não ir na opinião de outro.

Outros citam que em câmera lenta os lances se mostram mais problemáticos do que realmente são. É claro que o VAR trás benefícios para o esporte, mas é preciso que ele seja acionado apenas quando for realmente necessário e não por qualquer motivo.

Muitos acreditam que o vídeo deve ser apenas um auxiliador na hora de corrigir os erros, mas não ser o responsável por “comandar” a partida e acomodar o juiz. É claro que em todos os lances fortes os jogadores irão pedir o VAR, mas é preciso que o juiz tenha controle sobre a partida, o acionamento ou não do VAR é uma opinião dele e não dos jogadores.

Muito caro

Hoje o VAR é uma tecnologia que chega a custar mais de R$ 50 mil por jogo. Esses valores devem ser inclusos nos ingressos, onde os torcedores ficam cada vez mais refém de pagar altos valores para assistir o seu time do coração.

Wes Lucas
Jornalista graduado pela PUC-Campinas em 2013. Atua no mercado há nove anos.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Últimas

Flamengo acerta a contratação do volante Cuadrado, ex-São Caetano

Reforçando as categorias de base, o Flamengo acertou a contratação do volante Cuadrado, de 18 anos, que...

Ex-promessa do São Paulo, atacante uruguaio pode reforçar a base do La Coruña

O atacante Thiago Nascente, que no ano passado atuou na base do São paulo, pode está perto...

Fluminense contrata para a base o atacante Lucas Moura, ex-Brasilis

Destaque de base do Brasilis, o atacante Lucas Moura é a mais nova aposta do Fluminense para...

Novo líder, novo lanterna, equilíbrio na tabela; tudo sobre a 10ª rodada da Série B

Tente explicar a um estrangeiro que no Brasil há um campeonato em que a rodada se inicia...

Série D: entre os paulistas, Ferroviária é o único time a estrear com vitória

A Série D do Campeonato Brasileiro começou neste final de semana. Considerados favoritos na maioria das temporadas...

Criciúma derrapa na Série C; Ypiranga se impõe entre os primeiros

Rebaixado em 2019, o Criciúma começou sem grandes problemas a campanha de retorno à Série B do...

Última Hora

Leia MaisRelacionado
Recomendamos