Santos volta a perder, termina mal a fase de grupos e se contenta com a Sul-Americana

E2W6oMhXwAM0XL6

O Santos tinha uma missão quase impossível para conseguir se classificar para a fase de mata-matas da Copa Libertadores. Além de vencer o Barcelona, “campeão” do Grupo C, jogando no Isidro Romero, em Guayaquil, o Peixe precisava que o Boca Juniors tropeçasse no The Strongest em plena Bombonera. Assim, a equipe brasileira desbancaria a argentina e avançaria junto à equatoriana.

No entanto, nada passou nem perto de se concretizar. O Santos não cumpriu seu papel em nenhum momento e acabou derrotado com facilidades para o Barce, por 3 a 1. Ademais, o Boca também não teve nenhuma dificuldade para superar o Strongest, 3 a 0. Assim, equatorianos, em primeiro, e argentinos, em segundo, avançam de fase na Libertadores. O Santos vai à Sul-Americana.

Siga todas as partidas e resultados da Libertadores:

Copa Libertadores

Leia mais:

Crônica do jogo:

A rodada mal começava e o Boca já mostrava que faria diferente das partidas anteriores, em que o ataque era ineficiente. Logo aos três minutos, Almendra abria o marcador sobre o Strongest, resultado amargo para o Santos.

E o que estava ruim para o Peixe na Argentina ficou pior no Equador: aos 15’, Damián Díaz completou bom cruzamento da esquerda e balançou as redes de João Paulo, justamente quando o time santista vivia bom momento.

O Santos tentava recuperar do baque, criando oportunidades que não chegavam a ameaçar a meta equatoriana. O Barce logo equilibrou as ações e inibiu as ações do time praiano.

Não que o Santos verdadeiramente pressionasse, mas no finalzinho do primeiro tempo o empate veio, com Kaio Jorge, aproveitando rebote de Burrai, em chute quente de Lucas Braga. Simultaneamente, na Bombonera, o Boca fazia 2 a 0.

Já na segunda etapa, o time brasileiro se dividia entre a responsabilidade de virar em Guayaquil e a fé em um milagre boliviano em Buenos Aires. Estilo o que aconteceu na noite passada, com o Bragantino, na Sul-Americana: Guayaquil foi a cidade milagrosa em que o Emelec perdeu e permitiu a ultrapassagem do time brasileiro na tabela, que acabou avançando.

Desta vez, no entanto, Guayaquil era a cidade de mais um pesadelo santista nesta fase de grupos da Libertadores. Damián Díaz, de novo ele, fazia 2 a 1 para o Barcelona e colocava gelo nas águas do Peixe. E, novamente em sincronia, mais um do Boca: 3 a 0. A esta altura, o time santista já gostava da derrota do Strongest, pois conseguia ir à Sul-Americana e manter calendário internacional na temporada.

Com facilidade, o Barcelona chegou ainda ao terceiro contra o já entregue Santos. Montaño, que acabara de entrar, tocava com estilo na saída do arqueiro santista e dava números finais à partida. Peixe eliminado e o carma do Barcelona continuava.

Deu ruim…

O Santos terminou a fase de grupos com quatro derrotas e duas vitórias. Ainda que tenha conseguido melhorar e disputar a vaga até o fim, o Peixe pagou caro por derrotas capitais ao longo da disputa do Grupo C.

Os exemplos mais claros foram a estreia negativa, contra o próprio Barcelona, mas na Vila Belmiro, e a derrota na altitude boliviana, para o The Strongest, na rodada anterior.

Na primeira, largando errado, o time brasileiro já começou a fase de grupos carregando peso, e deu ainda o impulso para a equipe equatoriana disparar na frente. Já na segunda, um empate sequer poderia ter ajudado o Peixe a ir com outra motivação para o duelo que se realizou hoje, no Equador, mas a derrota para o Strongest – a quem goleou no Brasil – foi desmoralizadora para a equipe.

Um desfecho terrível e inesperado para o atual vice-campeão da América, que, ademais, fez boa fase preliminar na presente edição da Libertadores.

Definições:

O Santos terminou com 6 pontos, mesma pontuação do The Strongest e, à frente dos bolivianos pelo saldo de gols, conseguiu a terceira colocação, que lhe rende o direito de entrar na fase de oitavas-de-final da Copa Sul-Americana. Há, por enquanto, duas possibilidades de confrontos contra brasileiros, representadas por Grêmio e Bragantino, que já garantiram a classificação. O sorteio da fase final será no dia 2 de junho.

Siga todas as partidas e resultados da Sul-Americana:

Copa Sul Americana

O Santos pensa agora nas competições nacionais. No sábado, estreia no Brasileiro contra o Bahia, na Fonte Nova, e na terça-feira encara o Cianorte, no interior do Paraná, pela primeira partida da terceira fase da Copa do Brasil, na qual o Peixe também estreia.

Os aprovados do Grupo C, Barcelona e Boca Juniors já pensam nos confrontos da próxima fase, nos quais há a possibilidade de envolver equipes brasileiras.

Primeiro colocado, o time equatoriano poderá enfrentar o São Paulo, que avançou em segundo, ou o Flamengo, caso este perca a liderança amanhã. Já pelo Boca, os duelos Brasil-Argentina têm maior possibilidade: Palmeiras, Fluminense, Atlético-MG, Internacional e, eventualmente, o Fla. O time Xeneize já foi carrasco de todos estes ao menos uma vez em mata-matas de Libertadores.

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Deixe um comentário

Leia Mais

destaque do juventude fala sobre confronto direto contra rebaixamento nesta segunda feira

Confronto direto para não cair à Série B de 2022 tem destaque do camisa 10

Neste início de semana haverá um dos confrontos diretos entre equipes que buscam afastar o fantasma da Série B do Brasileirão em 2022. O Juventude encara a Chapecoense nesta segunda-feira, 26 de julho, a partir das 18h (horário de Brasília). A situação atual dos clubes na tabela é o 14º lugar para o Juventude, com

lisca busca serie a com apoio da torcida do vasco

Desafio da Série A começa pela torcida para Lisca

Nesta sexta-feira, 23 de julho, Luiz Carlos Cirne Lima de Lorenzi, conhecido como Lisca, assumiu definitivamente o comando do Vasco na Série B do Brasileirão. Seu objetivo é claro, fazer com que o clube carioca possa assumir uma das quatro vagas disponíveis para a Série A. Ao conceder entrevista após assumir o clube, em uma

Série B: 13ª rodada provocou alterações no G-4 e Z-4

Tendo as últimas partidas disputadas nesta quinta-feira, a 13ª rodada da Série B 2021 chegou ao fim. Com um terço do campeonato já cumprido, tem-se uma visão melhor dos papeis de cada uma das vinte equipes: algumas dispararam no caminho do acesso, outras aparentam ter a incômoda luta contra a degola. Fato é que os

P