Sem novidades: Real e Barça seguem dominando na Espanha

Aspirantes a surpresa perdem gás e grandes rivais disparam na liderança em disputa emocionante

0
26

A edição de 2019-20 de La Liga será eternamente marcada pela parada de quase três meses devido à pandemia do novo coronavírus. Mas a disputa pelo título se iguala à de boa parte da história do Campeonato Espanhol. Novamente, os gigantes Real Madrid e Barcelona decidirão a taça.

Em um começo equilibrado, tanto um quanto outro tiveram momentos de instabilidade e demoraram a encontrar a melhor forma, possibilitando que equipes que corriam por fora, como Atlético de Madrid, Sevilla e Getafe, ameaçassem à dupla supervencedora. Mas logo os dois elencos mais valiosos do país começaram a apresentar os resultados correspondentes e, naturalmente, se distanciaram dos demais.

O Real, de Hazard, Modric e Sergio Ramos (foto) lidera com 71 pontos, dois a mais que o Barça, que conta com o melhor do mundo Lionel Messi (foto), além de jogadores como Suárez e Vidal. O que chama a atenção (ou não) é que o mais próximo da dupla, o 3º colocado Atlético de Madrid, está 11 (onze) pontos atrás.

Por falar no clube colchonero, devemos mencionar as três vezes nos últimos sete anos em que o Atleti figurou no top-2. Campeão em 2013-14 e vicecampeão nas duas últimas edições, sempre deixando o rival madrilenho na terceira colocação.  

Mas, no geral, a história joga a favor da dupla: em apenas seis oportunidades nos últimos 17 anos, o top-2 na Espanha ficou sem um deles. A última vez em que nenhum dos dois figurou entre campeão e vice foi na temporada 2002-03, quando se contentaram com a 3ª e 4ª colocações, vendo Valencia e La Coruña no top-2.

Em um olhar mais longínquo, o dado espanta: o campeonato está completando 89 edições e destas, 30 (a contar a presente) tiveram a dupla merenguesculés entre os dois primeiros.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here