Série B: Chape se isola na liderança; Confiança vence no fim

| |

A 21ª rodada da Série B, aberta pelo frenético empate entre Cruzeiro e Guarani por 3 a 3, seguiu adiante nesta terça-feira.

Duas partidas foram realizadas e definidas pelo placar mínimo. A Chapecoense levou a melhor contra o CSA em pleno Rei Pelé, na capital alagoana, enquanto o Confiança fez o dever de casa e superou o Botafogo-SP.

CSA X Chapecoense:

Em um jogo movimentado e com muitas chances de gol, embora pontaria não muito aguçada, coube ao experiente Anselmo Ramon contribuir para a estatística das finalizações certas e estufar as redes pela única vez.

Aos 7 minutos da etapa complementar, o atacante recebeu na grande área e caminhou frente a frente com o goleiro Matheus, tocando no canto esquerdo.

Após o empate em casa com o lanterninha Oeste, a Chape (1ª, 44 pts) volta a vencer e se isola na liderança da Série B, abrindo oito pontos para América-MG e Cuiabá. Como vem sendo marca da equipe de Louzer, com muita disposição.

O CSA (9º, 28 pts), de Mozart, oscila na missão de conseguir vaga no G4.

Adversários de Grêmio e Inter, Cuiabá e América-MG são quarto-finalistas inéditos na Copa do Brasil

Confiança x Botafogo-SP:

Também definido por uma bola só, Confiança e Botafogo-SP fizeram jogo morno no Batistão, em Aracaju, capital sergipana. Se havia de ter um vencedor, pelo volume de jogo, seria o Dragão, o que veio a acontecer com alta dose de dramaticidade.

Vindo do banco, Ari Moura apareceu no primeiro pau para completar cobrança de escanteio, aos 39 minutos do segundo tempo, convertendo em gol uma das poucas chances de um jogo que caminhava para o 0 a 0, à altura nada injusto.

Com o gol salvador, o Confiança (8º, 29 pts) ascende duas posições e se apresenta como mais um postulante ao G4, confirmando a bela campanha. O Pantera (19º, 18 pts) continua mergulhado na dura missão de fugir do Z4, que se dificulta a cada rodada.

Anterior

Capitão do America-RJ prevê “páreo duro”, mas confia em classificação nas quartas da Taça Rio Sub-20

Adversários de Grêmio e Inter, Cuiabá e América-MG são quarto-finalistas inéditos na Copa do Brasil

Próximo

Deixe um comentário

P