Sporting quer encerrar jejum de 19 anos; Benfica de Jesus decepciona

| |

Nesta segunda-feira, Lisboa acompanhou o grande clássico local e um dos principais de Portugal, entre Sporting e Benfica, no José Alvalade, casa dos Leões. A partida foi definida por um brasileiro, o meia Matheus Nunes: aos 46 do segundo tempo, após o goleiro Vlachodimos cortar mal o cruzamento de Pedro Porro, o jovem de 22 anos, natural do Rio de Janeiro, mergulhou contra o gol aberto para definir o derby.

A expressiva vitória sportinguista sobre o rival significa não apenas a quebra do tabu no Alvalade, onde há oito anos a equipe da casa não vencia os Encarnados, mas também a projeção da quebra de um jejum de 19 anos. Tido como terceiro clube mais tradicional de Portugal, o Sporting venceu o título português pela primeira vez na temporada 2001-02. Desde então, todas as 18 edições ficaram nas mãos de Benfica ou Porto.

Naquela ocasião, sob o comando do treinador romeno László Bölöni, a Turma de Alvalade somou 75 pontos nas 34 partidas, e um brasileiro brilhou pra valer. Jardel, o ‘Super Mário’, anotou incríveis 42 gols na Liga, o dobro do vice-artilheiro, também brasileiro: Derlei, da União Leiria, comandada à época por José Mourinho.

Na presente edição, o Sporting chegou aos 42 pontos nas 16 partidas disputadas, e passará a virada de turno como líder da competição, tendo quatro pontos de distância para o Porto, segundo colocado. O Benfica, com a derrota, é ultrapassado pelo Braga e sai da zona de classificação para a Liga dos Campeões.

Apesar do jejum no Campeonato Português, os Leões vêm sendo bem sucedidos em outras frentes. Na última década, sagrou-se campeão duas vezes da Taça de Portugal e outras três da Taça da Liga Portuguesa, inclusive na temporada atual.

Ataque poderoso volta e Flamengo reacredita em título

Decepção…

Após a magnífica passagem de seis taças à frente do Flamengo, não havia dúvidas de que Jorge Jesus voltaria em alta para o futebol português. Celebrando o retorno do treinador e projetando glórias a curto e médio prazo, a diretoria do Benfica não poupou esforços para montar uma equipe competitiva.

Atletas como Éverton Cebolinha, Pedrinho, Vertonghen e Waldshcmidt foram contratados para a temporada, cujas ambições incluíam, além de voltar a vencer o Campeonato Português, uma campanha de destaque na Liga dos Campeões da Europa, reavivando a imagem dos Encarnados no cenário europeu.

No entanto, as pretensões foram por água abaixo: eliminado na fase preliminar da Champions, frente ao PAOK – de Abel Ferreira, pouco antes de chegar ao Palmeiras –, o Benfica faz campanha considerada fraca na Liga Portuguesa. Com 33 pontos em 16 jogos, a Águia é apenas a 4ª colocada, nove pontos atrás do Sporting.

Anterior

Ataque poderoso volta e Flamengo reacredita em título

Palpites para os Jogos de Hoje no Futebol: Prognósticos 02/02

Próximo

Deixe um comentário

P