Tropeço do líder, gol nos acréscimos, placares bailarinos: a grande quarta-feira no futebol brasileiro

| |

Nesta quarta-feira, os caminhos foram abertos na 16ª rodada do Campeonato Brasileiro e também nas oitavas da Copa do Brasil. Confira o que de melhor aconteceu:

Palmeiras 1×3 Coritiba: no duelo dos técnicos na corda bamba, melhor para Jorginho, que respira aliviado após o show de Robson – dois gols e uma assistência para Giovani Augusto – e a saída provisória do G4 (16 pts). Pelo lado palmeirense (22 pts), a terceira derrota consecutiva pesou para Luxemburgo, que não comanda mais o time – mas, se há boa herança, é a dos garotos da base: Patrick de Paula e Gabriel Veron construíram o gol de honra no Allianz Parque.

Decisivo pelo Coritiba, Robson desfruta de melhor fase da carreira aos 29 anos

Grêmio 3×1 Botafogo: no duelo das duas equipes que mais empataram no campeonato, um vencedor: Diego Souza e Pepê (2x) fizeram para o Grêmio na Arena, que subiu para 11º (20 pts). Matheus Babi descontou para o Botafogo, que permanece próximo à zona (18 pts)

Santos 0x1 Atlético-GO: muito desfalcado e com problemas internos, o Santos precisava superar adversidades contra o Atlético-GO, que, por sua vez, viu seu treinador Vágner Mancini sair rumo ao Corinthians. O Dragão foi comandado pelo interino Eduardo Souza, mas soube manter o bom ritmo. Com um golaço de Chico, sai vencedor em plena Vila Belmiro e desbrava a primeira página da tabela (21 pts). O Santos perde a chance de G4, mas segue entre os seis (24 pts).

Fortaleza 3×3 São Paulo: no duelo do Castelão pela Copa do Brasil, Rogério Ceni reencontrou o São Paulo, e as gentilezas se restringiram ao pré-jogo. Em campo, muita batalha para sair na frente nas oitavas. David, Tinga e Gabriel Dias fizeram para o Tricolor do Pici, Brenner (2x) e Luciano para o Tricolor Paulista. Para o jogo de volta, que ocorrerá no dia 25/10, em São Paulo, ambos estão vivíssimos.

Sport 3×5 Internacional: o placar mais bailarino da noite, que já vinha contando com alto índice de gols, vem da Ilha do Retiro. Sport e Inter não foram nada econômicos: Patrick (2x), Abel, Moledo e Yuri Alberto fizeram para o Colorado, de Coudet, que dorme vice com mesma pontuação do líder (31 pts). O Sport, de Ventura, marcou com Marquinhos, Barcia e Mikael, e segue na metade da tabela (20 pts).

Atlético-MG 1×1 Fluminense: não houve empate entre Grêmio e Botafogo, as equipes mais ‘empatadas’ do Brasileiro, mas o teve justamente para quem só sabia vencer e às vezes perder. Líder, o Galo de Sampaoli saiu atrás do Flu com golaço de Caio Paulista (primeiro como profissional) e apenas arrancou o empate, no segundo tempo, com Guilherme Arana. O Atlético sai de campo com um ponto pela primeira vez, mas segue líder no momento (31 pts). O Flu faz boa campanha e é o 5º (25 pts).

Athletico-PR 0x1 Corinthians: para finalizar, o duelo de duas equipes que fugiam do Z4. Sem grandes emoções, tudo indicava um 0 a 0 daqueles, para que a emoção passasse longe de ao menos uma partida desta quarta-feira… mas Everaldo, aos 50 minutos do segundo tempo, tocou na saída de Jandrei e deu a grande vitória ao Timão, que respira fora da zona (18 pts). Já o Furacão passará pela primeira vez uma rodada entre os quatro últimos (15 pts).

Nesta quinta-feira, Flamengo x Red Bull Bragantino vão a campo no Maracanã, valendo liderança para o Rubro-negro e recuperação para a equipe paulista.

A rodada se encerra na sexta-feira, com Goiás e Bahia em Goiânia, este exclusivamente contra o Z4.

Anterior

Decisivo pelo Coritiba, Robson desfruta de melhor fase da carreira aos 29 anos

Série D: Gama lidera a classificação geral após seis rodadas

Próximo

Deixe um comentário

P