Visitante indigesto: Atlético-GO tem a 5º melhor campanha fora de casa

| |

Uma das maiores adversidades que as equipes vêm enfrentando nesta atípica temporada é a casa vazia. Jogar sem a presença da torcida coloca o famoso “fator casa” em xeque, e faz crescer as chances de o visitante triunfar.

Um dos principais – ou talvez o principal – reflexos desta tendência no Campeonato Brasileiro é o Atlético-GO. Aproveitando o impulso do Antônio Accioly lotado, o Dragão chegou ao acesso para a elite em 2019. Vazio, no entanto, o estádio não vem trazendo sorte para a equipe, que tem a 4ª pior campanha como mandante na competição, à frente apenas de Botafogo, Coritiba e Goiás: 17 pontos em 15 jogos.

A que se deve, então, a campanha de respeito da equipe no Brasileirão? Ao aproveitamento desta tendência quando visitante. Os números impressionam: com a vitória sobre o Botafogo, na abertura da 31ª rodada, nesta quarta-feira, o Dragão passou a ter a 5ª melhor campanha entre os visitantes da competição: seis vitórias e quatro empates em 16 jogos longe de seus domínios.

Contra o Flu, Coxa marcou mais de uma vez em casa pela primeira vez no campeonato

O aproveitamento do Dragão fora de casa, até o momento, é de 45,8%. Como parâmetro, o aproveitamento médio de equipes que terminam naquela faixa da tabela, entre 10º e 14º lugar, é de 30,5% – e pontuação média de 17,4 pontos em 19 partidas*.

Nos últimos seis compromissos fora de casa, a equipe goiana assinala quatro vitórias: Sport, Ceará, Goiás e Botafogo foram as vítimas. As duas derrotas foram para Grêmio e Atlético-MG – dois dos três melhores mandantes da competição.

O Atlético-GO terá ainda três compromissos longe de casa no Brasileiro: Bragantino, Athletico-PR e Palmeiras. Três grandes desafios – oportunidades de continuar “aprontando” nos campos adversários.

Atualmente, o Dragão ocupa a 13ª posição, com 39 pontos conquistados.

*de 2015 a 2019

Anterior

Contra o Flu, Coxa marcou mais de uma vez em casa pela primeira vez no campeonato

Bichos papões da Stanley Cup

Próximo

Deixe um comentário

P